MENU

Thomas De Gendt toma gancho no Zwift por potência acima do normal

Atleta profissional estava participando de uma corrida quando foi notificado por exceder limites de potência do jogo

Assim como muitos outros ciclistas amadores e profissionais, Thomas De Gendt (Lotto-Soudal), está treinando em casa, com o Zwift, para manter a forma durante a quarentena provocada pela pandemia de Coronavírus. Porém, ao que tudo indica, o aplicativo ainda não está 100% adaptado aos níveis de potência de atletas profissionais de altíssimo rendimento.

Foto 74815
    Photo News

Participando de uma corrida virtual no Zwift, o atleta tomou uma advertência automática, sendo banido da competição. Além de colocar um ponto de exclamação ao lado do nome de De Gendt, o programa ainda enviou a seguinte mensagem para o atleta: "Ou você perdeu sua chance de ser um ciclista profissional, ou algo deu errado".

A mensagem e a advertência são automáticas, e fazem parte de uma série de recursos que o jogo tem para punir jogadores que, de proposito ou sem querer, erram a configuração do rolo e acabam andando muito mais rápido do que é considerado possível. No caso de De Gendt, o gancho aconteceu depois que ele rodou por muito tempo acima de 8W/Kg.



O atleta ainda postou sua "punição" em sua conta do Twitter. Marcando o perfil do jogo, o atleta escreveu: "@GoZwift fui excluido de uma corrida por conta da minha força super humana. Vocês conseguem arrumar isso para mim?" Pouco depois, o perfil do Twitter do jogo respondeu que providencias serão tomadas para que isso não aconteça novamente.


Conteúdo Relacionado

Comentários