MENU

França, Italia e Espanha se preparam para liberar uso de bicicletas

Utilização de bikes havia sido proibida durante a pandemia de Covid-19, mas regras estão prestes a mudar

Há algumas semanas, alguns países da Europa como Itália, Espanha e França proibiram o uso de bicicletas de forma recreacional ou esportiva para tentar conter a proliferação da Covid-19 e mitigar o uso do sistema de saúde em caso de acidentes.

Porém, com o número de mortes e infecções lentamente começando a cair, as autoridades destes países já se preparam para começar a reduzir a rigidez das regras de quarentena, com a liberação da bike sendo um dos fatores envolvidos.

Na Itália, o primeiro ministro Giuseppe Conte anunciou no domingo, dia 27 de abril, que a nação começaria a amenizar as restrições a partir do dia 4 de maio. Atletas profissionais poderão treinar de forma mais abrangente, enquanto os amadores estarão liberados para se exercitarem fora de suas casas.

Além disso, a Espanha passou a permitir que crianças com menos de 14 anos brinquem fora de casa pela primeira vez em seis semanas e, em Maio, os adultos poderão voltar a treino outdoor. Enquanto isso na França, espera-se que, ainda nesta semana, o governo anuncie o relaxamento do lockdown a partir do dia 11 de maio.

A notícia certamente chega como um alento para muitos ciclistas amadores, mas principalmente para os muitos profissionais que poderão voltar a treinar. Isso porque, por conta da pandemia, as principais provas do mundo foram canceladas, com algumas competições importantes como o Tour de France, o Giro, a Vuelta, as clássicas monumentais e o mundial ficando aglomerados no fim do ano.

Com certeza, as equipes sofrendo fortemente os impactos econômicos e o calendário super condensado colocam os atletas em uma condição de grande pressão, com um curto período de tempo para mostrar serviço.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.