MENU

Aliança Bike lança manifesto com propostas para estimular o mercado de bikes no Brasil

Associação do Setor Brasileiro de Bicicletas apresenta ideias para estimular o mercado nacional do ciclismo

Por meio de uma nota em seu site oficial, a Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor Brasileiro de Bicicletas, apresentou um manifesto com propostas para estimular o setor no Brasil.

Para conferir o material e assinar, acesse a página do Manifesto: 10 propostas para estimular o uso e o mercado de bicicletas no país.

Confira abaixo a nota em reprodução integral.

Em todo o mundo temos visto a bicicleta se destacar como uma importante solução para vencer a pandemia e, principalmente, para sair dela. Não é novidade, mas quer seja para o transporte, para o lazer e para atividade física e esportiva, a bicicleta é um poderoso instrumento de transformação da nossa sociedade.

A crise sanitária do coronavírus evidenciou uma crise ainda maior, urbana e civilizatória, que era a nossa condição de “normalidade” antes da pandemia: profunda desigualdade social, poluição matando milhões todo ano, dezenas de milhares de mortes no trânsito só no Brasil e violência urbana em níveis vergonhosos.

É preciso deixar para trás a condição de “normalidade” que nos trouxe até aqui para vislumbrar um novo futuro possível, onde haja mais pessoas em bicicletas convivendo e vivenciando as cidades e os espaços públicos de outras maneiras.

1) Ampliar rede de ciclovias, ciclofaixas, bicicletas compartilhadas e bicicletários permanentes nas cidades brasileiras, além de permitir maior acesso de bicicletas ao transporte coletivo (intermodalidade).

2) Reduzir a carga tributária sobre as bicicletas, para que a população tenha acesso a bicicletas mais baratas e de maior qualidade

3) Criar uma rede extra de ciclovias e ciclofaixas temporárias, nas cidades brasileiras, para auxiliar os trabalhadores de atividades essenciais durante a pandemia e no processo de saída dela

4) Criar uma linha de crédito atrativa, junto aos bancos públicos, para financiamento de aquisição de bicicletas e bicicletas elétricas pela população brasileira

5) Distribuir um voucher de R$ 100,00 para custear especificamente a revisão e o conserto de bicicletas usadas pela população

6) Alterar legislação trabalhista para obter pleno reconhecimento da bicicleta como meio de transporte por trabalhadoras e trabalhadores, incluindo a manutenção do vale-transporte pelo uso de bicicleta

7) Criar uma política nacional de ciclologística para estimular e dar segurança às entregas feitas em bicicletas em todo o país – desde sempre consideradas um serviço essencial

8) Criar políticas públicas (nacionais e regionais) para desenvolvimento do cicloturismo, como forma de aquecer o turismo no país com segurança e distribuição de renda.

9) Ofertar mais áreas para o ciclismo esportivo e para o lazer em todo o país

10) Criar um programa nacional de fortalecimento da economia verde, estimulando setores produtivos que contribuem ativamente para o combate às mudanças climáticas


Relacionados

Comentários

Tamujuntinhos!!

Tamujuntinhos!!

Bom dia. Desejo assinar esse manifesto a favor do uso da bike. Sou adepta ao esporte, e s utilização da bicicleta, certamente contribuirá para o meio ambiente e tb com a saúde das pessoas. Com certezao governo gastará menos na construção de hospitais.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.