MENU

Teste - Mochila de hidratação Zefal Z Hidro-M tem preço competitivo e bom custo-benefício

Com preço competitivo, modelo agradou por proposta simples mas bem resolvida, com foco no custo-benefício

Produzida pela Zefal, tradicional fabricante francês de acessórios de bicicleta com mais de 130 anos de história, a mochila de hidratação Zefal Z Hydro-M é um modelo indicado para pedais curtos e médios. Além dela, o fabricante ainda oferece modelos de outros tamanhos, indicados para pedais mais longos e para outras modalidades como o enduro. No Brasil, os produtos da Zefal são importados e distribuídos pela Isapa.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

Um dos pontos mais fortes dela é a ótima relação custo-benefício. Isso porque, apesar de custar menos de 250 reais, ela oferece uma boa dose de conforto, praticidade e um acabamento que nos passou a sensação de qualidade e durabilidade.

Confira mais detalhes da Zefal Z Hydro-M em nosso teste completo abaixo.

Ficha Técnica

Material: Nylon / 420D polyester Ripstop
Dimensões da bolsa de água: 310 x 165 mm
Capacidade: 1 L + 1.5 L na bolsa de água
Comprimento da mangueira: 1000 mm
Armazenamento: Um bolso central para a bolsa de água - um bolso com ziper com dois compartimentos telados + um bolso com ziper para celular - um gancho para chaves
Peso divulgado: 315 g
Peso aferido: 436g com bolsa - 274g sem bolsa
Preço sugerido: R$ 249,00

Características

Compacta, a Z Hydro-M é uma típica mochila de hidratação para quem busca um acessório descomplicado. Sua estrutura principal é feita com Nylon 420D, material conhecido por sua boa resistência e amplamente utilizado neste tipo de aplicação.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

A capa superior da mochila, que fecha seu bolso principal, é feita de poliéster Ripstop - a tecnologia evita que rasgos se propagem com inúmeros quadradinhos de tecido de reforço. O bolso principal possui um compartimento interno acolchoado e com ziper, indicado para armazenar itens mais delicados como telefones e óculos. Na parte externa, existe uma alça para fixação de sistemas de iluminação.

Dentro do mesmo bolso existem dois compartimentos menores, que podem ser usados para guardar algumas ferramentas pequenas ou alimentos em barra. Além do ziper emborrachado que fecha o bolso principal, o compartimento da bolsa de água é fechado por um segundo ziper emborrachado que pode ser acessado pela parte externa.

Foto 76609

As partes que entram em contato com o corpo do ciclista foram coloridas em vermelho. O material nestas áreas é todo perfurado, melhorando a ventilação. Nas costas, um par de almofadas verticais afastam um pouco a mochila do meio das costas do ciclista, possibilitando o fluxo de ar.

A mangueira de hidratação sai por dentro de qualquer uma das alças. Além disso, as mesmas alças ainda acomodam o arranjo de tiras e elásticos usados para prender a mangueira durante o pedal e a trava peitoral, que tem sua altura ajustada por meio de tiras presas em clips deslizantes.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

A válvula da mangueira destrava o fluxo de água quando sua ponta é comprimida, o que pode ser feito mordendo a área mais estreita da capa de borracha transparente. A bolsa de água é feita de PEVA, um material dito mais seguro do que o PVC.

O Teste

A mochila foi avaliada ao longo de dois meses, em pedais mais curtos e também de duração moderada. O clima variou entre "quente, muito quente e absurdamente quente". O terreno escolhido para o teste foi do estradão de terra até trilhas super agressivas.

Conforto

A Mochila Zefal Z Hidro-M, mesmo quando totalmente carregada, demonstrou uma boa dose de conforto. A largura das tiras e o formato da mochila encaixaram bem nas costas do nosso piloto de testes e, até por ser pequena e não pesar muito, ela não apresentou nenhum ponto de contato desagradável em sua ergonomia. - as tiras e costas acolchoadas certamente colaboraram para isso.

O único momento em que a mochila fica um pouco "estranha" é quando ela está carregada e cheia de água em níveis acima dos recomendados.

Em nosso primeiro uso, passamos um pouco a indicação de 1.5 litros recomendada pela fábrica e também carregamos ferramentas, carteira, telefone e até uma bomba longa dentro dela. Nesta situação, a mochila fica um pouco fora do seu território. Com seus compartimentos totalmente lotados, ela acaba ficando menos confortável.

Felizmente, usada de forma mais sensata, ela funciona perfeitamente bem.

Ventilação

Este foi um dos itens mais "avaliados" na mochila, já que o teste foi realizado ao longo de agosto e setembro de 2020, dois meses que foram atipicamente secos e quentes em São Paulo, onde o teste foi realizado.

Com temperaturas que chegaram perto da casa dos 38 graus, a mochila não nos pareceu ser nem mais quente nem mais fria do que outras mochilas de hidratação de boa qualidade. Pela situação climática extrema, isso é um ponto positivo.

Infelizmente, por conta do tempo seco, não conseguimos avaliar como a mochila lidaria com grandes quantidades de suor se acumulando nas costas mas, com a construção perfurada nas áreas de contato, podemos imaginar que ela tem uma boa capacidade de evaporação.

Ajustabilidade

Não encontramos dificuldades em ajustar a mochila Zefal Z Hidro-M. Como dito acima, a ergonomia do modelo é bem resolvida e seus ajustes são simples. Basicamente é colocar a mochila nas costas, acertar a altura, travar a cinta peitoral e sair para pedalar.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

Quando falamos em cinta peitoral, a regulagem de altura funciona bem e é capaz de manter a cinta no lugar escolhido. No nosso caso, sentimos que ela fica mais estável com a regulagem no mais baixo possível.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

Apesar disso, sentimos que a cinta do peito poderia ser levemente mais curta. Nosso piloto de testes é do tipo "chassi de grilo" e, mesmo na regulagem mais apertada, ela fica levemente larga. Isso não incomoda em 99% do tempo, mas uma trilha mais agressiva a mochila acabou ficando meio de lado por conta disso.

Reservatório, Mangueira e Válvula

Com capacidade para 1.5 litros de água, o reservatório da Zefal Z Hidro-M é feito em PEVA e tem um sistema de fechamento deslizante. O fechamento funciona bem, mas percebemos que a trava deslizante fica ainda mais fácil de usar com a bolsa levemente molhada.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

A vantagem é que, como a abertura é grande, fica muito mais fácil limpar o interior da mochila ou mesmo colocar pedras de gelo por dentro para manter a água geladinha. Dentro da mochila, a bolsa vai presa pela parte de cima com uma abraçadeira com velcro.

A mangueira tem um bom comprimento e pode ser presa por baixo das faixas elásticas que ficam nas alças da mochila - não muito prático, mas é normal as mochilas mais básicas não terem travas plásticas ou magnéticas.

Mochila Zefal Z Hydro-M
Mochila Zefal Z Hydro-M

A válvula tem um fluxo aceitável e, como citamos acima, ela precisa ser mordida no lugar certo para ser aberta. Pelo desenho da válvula, os dentes incisivos são automaticamente guiados para o local que você precisa morder. Mesmo assim, precisamos de alguns minutos para nos adaptarmos com a válvula.

Conclusão

Apesar de não ter nenhuma tecnologia revolucionária, a Zefal Z Hidro-M é um produto de alta qualidade, bem resolvido, simples de usar e bastante prático - levando em conta seu preço de menos de 250 reais, é um produto com um excelente custo-benefício.

Portanto, se você busca uma boa mochila simples e resistente, que não custe caro e atende bem pedais curtos e médios, a Zefal Z Hidro-M é uma excelente opção.

Mais informações no site oficial da Zefal.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.