MENU

Suspensão Manitou Machete Comp 29 reúne baixo peso e tecnologias comprovadas

Garfo de nível intermediário vem com controle de retorno, mola a ar e peso competitivo

A Manitou é um dos fabricantes de suspensões para bicicletas mais tradicionais do mercado e, quem viveu o boom do esporte, nos anos 1990, com certeza se lembra deste nome sem pestanejar. Em 2006, a marca foi comprada pela Hayes Performance Systems e, há alguns anos, é representada no Brasil pela ISAPA. Dentre seus modelos, o fabricante oferece a Machete Comp 29, garfo dianteiro de gama intermediária, indicado para o uso em bicicletas de cross-country.

Foto 75013

Custando cerca de 2500 reais, a Machete Comp tem um peso divulgado em 1870g e aposta em soluções técnicas simples, porém de eficiência comprovada para este tipo de aplicação e herdadas diretamente da Machete Pro, versão mais avançada do garfo. Seu curso é de 100mm, mas pode ser ajustado para 80mm com a inserção de espaçadores. Além disso, existe uma versão de 120mm de curso.

O modelo é construído com alumínio, com a espiga cônica também feita de alumínio. As hastes tem 32mm de diâmetro e o espaçamento do curbo é de 100mm, com abertura para eixos de 9mm com blocagem.

Proteção para os selamentos, mesma distância para o quadro e roteamento limpo
Proteção para os selamentos, mesma distância para o quadro e roteamento limpo

Apesar de não usar eixos de 15mm com espaçamento boost, existe um detalhe na construção do garfo que ajuda a melhorar a rigidez direcional da Machete: a ponte invertida que passa por trás da coroa da suspensão. Segundo a marca, o desenho ainda protege os selamentos da caixa de direção contra detritos e permite um roteamento mais limpo para a mangueira do freio. Por falar em coroa, a da Machete é feita em alumínio forjado oco, o que torna a peça leve e resistente.

O modelo vem equipado com uma mola de ar com batizada de TS Air pela Manitou. Segundo a Manitou, é um sistema com durabilidade comprovada, com ajuste bastante simples, e capaz de lidar com uma ampla variação de peso dos atletas. O modelo aposta no alto volume de ar a nas baixas pressões para manter a leitura de terreno positiva.

Coroa oca e forjada
Coroa oca e forjada

Seguindo a mesma linha, a marca aposta no sistema hidráulico de retorno Twin-Piston Camera (TPC), que permite controlar a velocidade do retorno da suspensão para equalizar as mudanças de pressão na câmara de ar.

Controle de retorno na parte de baixo da canela direita
Controle de retorno na parte de baixo da canela direita

Outro detalhe interessante é o acionamento de guidão Milo, que ativa a trava Kwik Toggle para bloquear totalmente os movimentos da suspensão - ela pode ser instalada dos dois lados do guidão. Se cuidar da suspensão é uma preocupação para você, é importante salientar que a Manitou, por meio da ISAPA, possui cursos de capacitação de mecânicos para a manutenção dos componentes da marca.

Ficha Técnica

Compatibilidade: Aro 29”
Material de construção: Alumínio 7005
Espiga: Cônica
Eixo: 9mm x 100mm
Curso: 100mm
Sistema hidráulico TPC com controle de retorno
Hastes: 32mm
Coroa: Forjada e oca
Trava hidráulica de compressão: Kwik Toogle
Mola: TS Air com pressão regulável
Trava remota: MILO
Peso divulgado: 1870g
Preço sugerido: Preço médio: R$ 2.500 (Maio 2020)

Mais informações na página da Manitou Machete Comp no site da Manitou Brasil.


Comentários

A 2020 Já é com eixo boost

Parabéns pelo post! Uma dúvida, não existe dessa suspensão com eixo boost?