home

Eddy Merckx pode ser preso por pagamento de propina


1 JUN, 2016     Gustavo Figueiredo    
     


Eddy Merckx, a maior lenda do ciclismo de todos os tempos, está sendo investigado na Bélgica por um suposto pagamento de propina. Os procuradores responsáveis pelo caso afirmam que "O Canibal", teria presenteado a esposa chefe de polícia de Bruxelas em 2006 com uma bicicleta de alto rendimento além de ter dado um desconto especial na compra de um quadro de carbono em troca de um contrato no valor de $16,000 para fornecer bicicletas para a força policial local.

imagem


Philippe Boucar, o chefe de polícia, foi condenado por corrupção em 2012 mas nega veementemente ter aceito o presente de Merckx, mas o fato é que realmente a marca do ex-atleta ganhou a concorrência. Se for considerado culpado, Merckx pode ser condenado a passar até 10 anos na cadeia, mas uma pena tão grande é pouco provavel, já que trata-se do maior herói da Bélgica.

"A acusação que recai sobre Merckx é pequena comparada com o que temos aqui", disse um procurador que manteve-se anonimo. Depois de confirmadas as acusações, um painel de jurados vai decidir se o caso deve ou não seguir adiante. Procurado pela impressa, Merckx não deu nenhuma declaração. "Não tenho nada para dizer. Vamos ver o que acontece", teria dito o atleta.



Comentários



Relacionados