home

Campeonato Brasileiro de MTB XCO 2017 - Atletas Sense Factory Racing relatam a prova


26 JUL, 2017     Gustavo Figueiredo    



Aconteceu no último domingo, dia 23 de julho, no município de Domingos Martins, região serrana do Espirito Santo o Campeonato Brasileiro de MTB XCO. A prova contou com a vitória de Luiz Cocuzzi, que disse nessa matéria com o relato de diversos atletas que participaram da prova ter ficado arrepiado com o grito da galera.

Conversamos também com alguns dos atletas da Sense Factory Racing e trazemos aqui o relato de Guilherme Müller, Mario Couto e Rubinho Valeriano.

Mario Couto

"Andei na pista na quinta-feira e achei o trajeto muito duro e técnico, exigindo muito da pilotagem. Na prova não consegui largar bem e acabei me posicionando mal na entrada da mata, o que me custou um pouco de tempo. Na segunda volta conseguir abrir na quinta colocação e passei a me sentir melhor", explicou o jovem atleta.

imagem
Mario Couto,br terceiro colocado na Sub-23

"Na segunda volta busquei a quarta colocação e abri a terceira avistando o terceiro colocado, momento em que começou a chover. Me aproveitei de minha habilidade em pilotar no molhado e da dificuldade dos meus adversários. Andei forte e consegui buscar a terceira colocação. Perto do fim, quase cheguei no segundo. Saio satisfeito com meu resultado já que é meu primeiro ano na sub-23", finalizou o atleta.

Guilherme Müller

Apesar de conquistar a quinta colocação na Elite, Guilherme Müller não ficou plenamente satisfeito com seu desempenho.

"Foi um salto positivo no campeonato brasileiro. Fico feliz em estar entre os cinco melhores do Brasil mas confesso que fiquei um pouco frustrado com minha participação. Esperava um pouco mais de mim, não pela quinta colocação, mas pela forma que corri", explicou Guilherme.

imagem
Guilherme Mülle, quinto colocado na Elite

"Não me senti bem e fiquei com desconforto. Não consegui me encontrar e passei o tempo todo disputado comigo mesmo. Mesmo assim, o resultado foi melhor do que o sexto do ano passado", finalizou o atleta que agora vai se preparar para a próxima etapa da Copa Internacional de MTB.

Rubinho Valeriano

Assim como Mario, Rubinho Valeriano, que fechou a prova em sexto lugar na Elite, também destacou a dureza da prova. "Sabia que essa subida inicial esgotaria as energias. Com cerca de três minutos e meio de escalada, só os ponteiros conseguiram subir todas as voltas no mesmo ritmo", explicou o veterano.

imagem
Rubens Valeriano. Sexto Colocado na Elite

"Fui com eles até a terceira volta, mas não consegui acompanhar e sobrei junto com o Guilherme. Eles ficaram só um pouco na frente mas não conseguimos buscar. Acabei sofrendo demais na penúltima volta e tirei o pé. Fiquei fora do pódio por apenas poucos segundos e o Guilherme está de parabéns".

O atleta finalizou explicando que agora, seu objetivo é o Short Track do Shimano Fest, que acontece dia 19 de setembro, e e a última etapa da Copa Internacional de MTB, que acontece entre 22 e 24 de Setembro, ambas em São Paulo.




Comentários



Relacionados