home

Wiggins tem que resolver controvérsia de uso de medicamentos, diz Froome


3 DEZ, 2016     Gustavo Figueiredo    



Em setembro desta ano, um grupo de hackers russos chamado Fancy Bears vazou na internet dados sigilosos sobre o uso de TUEs (Excessão de uso terapêutico) de diversos atletas que fizeram uso de medicamentos normalmente proibidos. Dentre os nomes, constavam Chris Froome e Bradley Wiggins.

imagem

Se o caso de Froome - uso de prednisolona, substância que serve para tratar inflamações e problemas auto-imunes durante o Tour de Romandie em 2014 - não levantou grandes suspeitas, o mesmo não pode ser dito de Wiggins., que tomou diversas injeções de triamcinolona para tratar sua asma exatamente antes do Tour de France em 2011 e em 2012, além do Giro em 2013.

Em uma recente entrevista, David Millar, ciclista banido por doping em 2004, afirma que a substância é extremamente poderosa, sendo capaz de aumentar a potência e reduzir o peso de quem a toma. Vale lembrar que Wiggins disputou a liderança em todas estas competições, tendo vencido o Tour 2012.

De lá para cá, porém, o ciclista simplesmente deu um gelo na imprensa, recusando-se a comentar qualquer coisa sobre o assunto. Com isso, Froome acredita que este comportamento está prejudicando a imagem da Sky.

"As pessoas me perguntam se eu acho que isso está manchando a imagem de Wiggins. Com certeza isso levantou várias dúvidas. Muitos dizem que isso tirou o brilho de seu desempenho em 2012", disse Froome, super-gregário de Wiggins na ocasião.

"Estas perguntas devem ser respondidas por Brad, em termos de descobrir quem fez o que na época. Nem eu tenho as respostas", continuou Froome. "No meu ponto de cista, a Sky tem sido completamente acima de qualquer suspeita. Somos limpos e coloquei minhas cartas na mesa. Tudo sobre minhas TUEs é divulgado", finalizou.

O líder da Sky ainda afirma acreditar que sua imagem e a da Sky melhorou bastante, principalmente depois da boa atuação durante o Tour de France 2016. Porém, ele acredita que a sobra do que aconteceu pode prejudicar tudo isso. "Acho muito inoportuno. Não acho justo que isso crie uma sombra no trabalho que nós estamos fazendo agora", encerrou.

I


Comentários



Relacionados