home

Vídeo - Entenda como funciona a detecção de doping mecânico da UCI


5 MAI, 2016     Gustavo Figueiredo    
     


Recentemente, a Fraude Tecnológica, nome correto do doping motorizado, é um dos assuntos mais comentados no mundo do ciclismo. No começo deste ano, a descoberta de um motor durante uma prova de cyclo-cross e a publicação de uma matéria que afirma ter encontrado motores em operação durante duas competições italianas colocaram fodo de vez na discussão.

Alvo de muitas críticas por não utilizar câmeras de calor para tentar flagrar motores escondidos durante competições, a UCI preparou uma apresentação onde explicou o atual método de detecção, que aposta em ressonância magnética para detectar qualquer objeto escondido dentro de uma biciclista ou em suas rodas, mesmo que eles estejam desligados.

Como funciona o sistema?



De acordo com o vídeo, encontrar objetos sólidos dentro de uma bicicleta é bem simples. Sempre que passado sobre um tubo ou roda, o tablet vai indicar uma leitura normal. Porém, ao encontrar um objeto dentro da bicicleta, o equipamento apresenta uma leitura anormal. Repare que, sobre um tubo comum, o número indicado no tablet nunca passa de 1. Porém, ao encontrar algo dentro da bicicleta, ele se mantém elevado o tempo todo.


Comentários



Relacionados