home

UCI suspende quatro ciclistas brasileiros por doping

Outros atletas sul-americanos também estão na lista


5 JAN, 2012     Péricles    
     


A União Ciclística Internacional publicou no dia 03 de Janeiro de 2011, uma nota em seu site oficial que divulga a suspensão provisória de sete pilotos de ciclismo da América do Sul, todos por caso de doping.

Os brasileiros Tiago Damasceno, Flávio Reblin, Wagner Alves e o chileno Manuel Vilalobos foram provisoriamente suspensos. Esta decisão veio com base nos resultados dos exames de amostra de urina dos pilotos pelo laboratório crendenciado WADA (Agência Mundial Antidoping), em Montreal.

Esses pilotos tiveram amostras positiva de Stanozolol em testes realizados durante as provas do Tour do Rio e da Volta Ciclistica do São Paulo em 28 e 29 de julho e em 17 e 20 de outubro de 2011, respectivamente.

Outro piloto brasileiro que está suspenso provisoriamente é Elton Silva por amostra positiva de mefentermina e fentermina, em testes realizados pelo mesmo laboratório em Montreal, durante a Volta Ciclística de São Paulo em 23 de Outubro de 2011.

Além disso, os pilotos Ronald Luza (Peru) e Fernando Espindola (Bolívia), foram suspensos por amostras positivas de urina para metabólitos da cocaína e de 19-norandrosterona, bem como Boldenone PC e metabolitos. Os testes foram realizados durante a Vuelta de Bolívia em 10 e 12 de Novembro, respectivamente, pelo laboratório crendenciado em Bogotá.

As suspensões provisórias dos pilotos permanecerão em vigor até que se convoque uma audiência pelas suas respectivas federações nacionais, que determinarão se eles comenteram violação das regras anti-doping do artigo 21 das Regras Anti-Doping da UCI.

Os atletas ainda podem requisitar uma contraprova. A suspensão de todos eles valerá pelo menos até uma primeira avaliação das quatro federações nacionais envolvidas.

Nota Oficial da UCI


Comentários



Relacionados