home

UCI confirma suspensão de 4 anos para Isabella Lacerda


19 AGO, 2017     Gustavo Figueiredo     8    



A ciclista Isabella Lacerda, que havia sido provisoriamente suspensa de qualquer competição por alterações em seu passaporte biológico no começo deste ano teve sua suspensão confirmada pela UCI.

A confirmação pode ser vista na integra neste link oficial da UCI e, no documento, fica especificado que a atleta só poderá voltar a competir em 24 de janeiro de 2021. O documento ainda afirma que a atleta foi suspensa por uso de método ou substância proibida - nenhuma substância foi citada, todavia.

Na epoca de sua suspensão, Isabella negou ter ingerido qualquer substância proibida. "Mesmo após mais de 10 exames de sangue e urina, esses sempre negativos para qualquer substância, o especialista, amparado por estudos acadêmicos, e contra o parecer da minha médica, afirma que é bem possível que eu tenha ingerido alguma substância ilícita", escreveu Isabella na época.


Comentários

  • avatar

    Paulo Barros   

    Paulo Barros   

    Assistam a um filme chamado Ícaro. Trata-se de um documentário sobre doping. Tem no Netflix. Faz pensar muito sobre o assunto.

    E sobre testar negativo, Lance Armstrong testou mais de 500 vezes negativo.

    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Tavares Cowboy   

    Tavares Cowboy   

    Não entendi
    Se nada foi confirmado por que a punição ????
    Tive herpes zoster e a minha médica além da receita me deu uma declaração para ser entregue no dia da confirmação da inscrição do Mundial onde ela explicava o tipo de enfermidade e os medicamentos ministrados para meu tratamento
    O fiscal da UCI tirou uma cópia de tudo me deu e guardou os originais
    Acho que todo atleta tem que solicitar ao seu médico um relatório de quais medicação está tomando e qual o motivo

    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Cebo    São Paulo - SP

    Cebo    São Paulo - SP

    Renata, o passaporte biológico funciona rastreando qualquer mudança no organismo do atleta, sem precisar que nenhuma substância seja detectada. Ou seja, se o atleta toma EPO para aumentar os glóbulos vermelhos, o exame não precisa detectar o EPO para detectar que apareceram mais glóbulos vermelhos no sangue. Para isso o atleta é acompanhado com exames frequentes. Vale lembrar que alguns atletas já conseguiram provar inocência contra o passaporte, mas normalmente isso não acontece.

    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Renato Azevedo    

    Renato Azevedo    

    Sacanagem com a Isabela! Pela reportagem, não levaram em consideração a defesa dela!
    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Roberiton   

    Roberiton   

    Absurdo. #forçaisabella

    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Renata    

    Renata    

    Gente, se em nenhum exame não foi provado, porque a suspensão??? Isso não é acusação sem prova??? Que absurdo é esse??? Alguém por favor, me explique isso melhor.
    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    Marcos   

    Marcos   

    Onde a fumaça!!! A fogo!!!
    2 ano(s) atrás - Denunciar


  • avatar

    DougFF    Pará de Minas - MG

    DougFF    Pará de Minas - MG

    Acho ridículo suspender um atleta sem ter a confirmação, bem possível é duro de engolir. Li também em outra reportagem, que quando ela teve dengue tomou muitos antibióticos, mas este não é o protocolo para tratamento de dengue. Acho que ela deveria escrever uma carta aberta detalhando tudo da melhor forma possível, afinal, ela esteve a beira de representar o País nas olimpíadas e muita gente torceu por ela. Mas se tudo que foi dito no parecer oficial, se tratando apenas de possibilidade, isso daria buscar recurso, porque nunca vi alguém ser preso por exemplo, porque poderia estar roubando, as coisas tem que acontecer para ter o julgamento e consequentemente a pena.
    2 ano(s) atrás - Denunciar




  • Relacionados