home

UCI apresenta relatório do controle antidoping do Tour de France


3 OUT, 2015     Gustavo Figueiredo    
     


Em um comunicado a impressa ontem, a UCI apresentou os números de todos os testes realizado ao longo das três semanas do Tour de France, em um esforço em conjunto com a Associação Francesa Antidoping (AFLD).

De acordo com o texto, foram realizados um total de 656 testes, sendo 482 de sangue e 174 de urina. Antes da competição, foram conduzidos alguns testes noturnos, o que gerou uma certa polêmicas no pelotão. Durante a competição, todavia, a justiça francesa proibiu este tipo de controle.

A UCI também anunciou que, como já vem sendo feito há algum tempo, as amostras serão armazenadas e podem ser novamente testadas com tecnologias mais modernas e os atletas ficam sujeitos a punições retroativas.

Desta vez, o único flagrado foi o italiano Luca Paolini. O atleta da Katusha testou positivo para cocaína depois da quarta etapa do Tour de France, provavelmente por ter consumido a droga antes do início do Tour. Ele ainda aguarda a análise da contra-prova e está provisoriamente suspenso pela própria equipe.


Comentários



Relacionados