MENU

UCI apresenta guia médico com protocolos para volta das competições

Entidade máxima do ciclismo apresentou documentação com regras que devem nortear retorno esportivo

A UCI (Union Cycliste Internationale) acaba de apresentar um guia médico com as recomendações para que equipes, organizadores de provas, fiscais, mídia e torcedores se preparem para o retorno das competições - o que, ao menos em teoria, deve acontecer já no próximo mês.

Foto 75391
    Twitter / Reprodução

Embora a decisão da realização ou não de uma competição continue dependendo das autoridades locais de saúde, o guia da UCI cria regras e procedimentos para que as competições sejam retomadas com mais segurança.

Há alguns dias, a CBC fez algo muito parecido ao apresentar o guia de Orientações e Recomendações para a Retomada do Ciclismo.

"Este protocolo de instruções e recomendações é fundamental, especialmente para que equipes e organizadores possam visualizar o retorno das competições, afirmou David Lappartient, presidente da entidade máxima do ciclismo.

"Estas medidas seguem dependendo das leis e regras de diferentes países e talvez precisem de alguma adaptação, mas esse protocolo é mais um passo para que nosso esporte possa retomar a vida", continuou.

No momento, o foco dos retornos das competições ainda é a Europa, onde as condições de saúde melhoraram drasticamente nas últimas semanas. O documento chega enquanto as competições estão previstas pare recomeçarem já em julho com alguns campeonatos nacionais.

Testes e distanciamento social

Apesar de conter muitas outras informações, o Guia da UCI para o Retorno das Competições leva em conta alguns pontos, sendo o principal deles o plano de testar todos os atletas para Covid-19 antes de qualquer prova.

Além disso, as equipes serão mantidas em "bolhas" de isolamento social, para evitar que o vírus se espalhe por muitas pessoas caso alguém teste positivo. Além disso, o guia ainda possui muitas regras que as equipes devem seguir de acordo com o nível de risco de contaminação.

O trabalho surgiu de uma colaboração entre a UCI, médicos de equipes e organizadores de prova, em um trabalho que já dura há algumas semanas. A ideia foi criar um pacote de sugestões e procedimentos que fosse flexível e adaptável em diversas realidades.

Outros detalhes dão conta da criação de uma figura chamada "COVID czar", que será alguém indicado por cada organizador para gerenciar as ações de mitigação de contágio.

No esquema de "bolhas de isolamento" citado acima vai tentar manter o contato entre grupos de pessoas reduzidos ao mínimo possível, com os atletas entrando em contato direto apenas durante a prova. Em caso de testes positivos para Convid-19, a pessoa será encaminhada para um hospital local, onde ela passará pelos protocolos padrão de atendimento.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.