MENU

Tour de France 2020 #4 - Roglic vence primeira chegada ao alto deste Tour

Esloveno não desperdiçou trabalho da Jumbo - Visma e mostrou superioridade na aceleração final para a meta

Depois de 3 etapas com chegadas em subidas não muito grandes ou mesmo no plano, o Tour de France entrou hoje, praticamente de maneira definitiva, nas montanhas. Na quarta etapa da grande volta francesa, vimos Primoz Roglic (Jumbo - Visma), principal favorito à camisa amarela, mostrando uma certa superioridade sobre seus adversários.

Foto 76199
    ASO / Alex Broadway

Na última escalada do dia, o Orcières-Merlette, o controle do pelotão passou de mão em mão, com a Jumbo - Visma assumindo a frente em boa parte da rampa de 11km com inclinação média de 6%. Além dela, a Deceuninck-Quickstep ainda puxou o bloco com Dries Devenyns e Bob Jungels em defesa da camisa amarela de Julian Alaphilippe.

O ritmo alto imposto pela equipe de Roglic evitou grandes ataques e, com um excelente trabalho, o esloveno ficou em uma posição bastante favorável para a vitória no quilômetro final da prova. No fim, Roglic lançou uma forte aceleração e seguiu de maneira incontestável para a vitória, com Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) e Guillaume Martin (Cofidis) fechando o pódio.

Vale destacar que, há alguns dias, Roglic abandonou o Criterium du Dauphine por conta de um tombo. Inclusive, sua participação no Tour foi dúvida até poucos dias antes da prova.

"Estou voltando, hein? Estamos vendo que consigo correr e a cada dia me sinto um pouco melhor. É bom poder pedalar novamente. Eu já tenho a prova de que estava pronto para largar. Agora precisamos continuar com o time todo fazendo um bom trabalho", comentou o vencedor.

Quilômetro final




Classificação geral e próxima etapa

Como a chegada aconteceu em sprint, 15 outros ciclistas receberam o mesmo tempo final de Roglic, e com isso a disputa pela classificação geral não teve alterações muito significativas. Porém, é preciso destacar alguns detalhes:

ASO - Divulgação
ASO - Divulgação

O plano B de Ineos, Richard Carapaz, perdeu 28 segundos. Alejandro Valverde (Movistar) perdeu 21 segundos, assim como Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe). O resultado coloca Roglic agora em terceiro lugar, devendo 7 segundos para a liderança da prova. O britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) é o segundo colocado.

Para alegria dos franceses, Julian Alaphilippe segue na camisa amarela. Além disso, Egan Bernal, líder da Ineos Granadiers, também terminou junto com Roglig. Porém, o jovem colombiano mostrou certa dificuldade em acompanhar o líder da Jumbo no sprint final. Porém, a chegada ao alto de hoje não aconteceu em grandes altitudes e nem com grandes inclinações, cenário que não é a especialidade do colombiano.

Amanhã, o pelotão vai encarar uma etapa sem grandes escaladas, mas com a chegada em uma subida curta e explosiva. Por conta disso, não são esperadas grandes mudanças na disputa pela camisa amarela.

Resultados da etapa

1 Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma 04:07:47
2 Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates
3 Guillaume Martin (Fra) Cofidis
4 Nairo Quintana (Col) Team Arkea-Samsic
5 Julian Alaphilippe (Fra) Deceuninck-Quickstep
6 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Astana Pro Team
7 Egan Arley Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers
8 Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ
9 Mikel Landa Meana (Spa) Bahrain McLaren
10 Adam Yates (GBr) Mitchelton-Scott

Classificação geral

1 Julian Alaphilippe (Fra) Deceuninck-Quickstep 18:07:04
2 Adam Yates (GBr) Mitchelton-Scott 00:00:04
3 Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma 00:00:07
4 Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates 00:00:11
5 Guillaume Martin (Fra) Cofidis 00:00:13
6 Egan Arley Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers 00:00:17
7 Tom Dumoulin (Ned) Team Jumbo-Visma 00:00:17
8 Esteban Chaves (Col) Mitchelton-Scott 00:00:17
9 Nairo Quintana (Col) Team Arkea-Samsic 00:00:17
10 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Astana Pro Team 00:00:17


Conteúdo Relacionado

Comentários

E o Frumme já nem entrou , estava seguindo os passos do Armstrong

O povo falando do Roglic como se já tivesse ganho o Tour. Bernal em 6o à 10 segundos dele e o Tour só começou.