home

Tour de France 2018 - Organização considera barrar inscrição de Froome


23 MAR, 2018     Gustavo Figueiredo    



Com o caso de Salbutamol ainda em aberto e sem um prazo definido para uma conclusão, o ciclista britânico Chris Froome (Sky) segue competindo e treinando normalmente, tendo inclusive participado de forma discreta de algumas competições nesta temporada.

Foto 67072

Vale lembrar que, por ser uma substância permitida e apenas com a quantidade máxima controlada, o Salbutamol não gera uma suspensão imediata como outras substâncias.

No ano passado, Froome conquistou a dobradinha Tour / Vuelta e, em 2018, seu objetivo principal seria tentar a façanha de vencer o Giro e o Tour na mesma temporada - algo que não acontece desce 1994, quando o italiano Marco Pantani realizou o feito no auge da era do EPO.

Com o Giro d'Italia marcado para começar no dia 4 de maio em Jerusalém, a RCS Sport, organizadora da prova, afirma não ter em seu regulamento uma cláusula que impeça a participação de Froome - com isso, se ele vencer e depois for condenado, teremos a repetição do caso de Alberto Contador em 2011 - com o camisa rosa perdendo seu título no tribunal.

Todavia a ASO, organizadora do Tour de France, afirmou que uma clausula que protege a imagem da competição poderá ser utilizada para barrar a inscrição de Froome, impedindo que o atleta participe da competição se seu caso ainda não estiver resolvido.

Com isso, a temporada de Froome segue completamente indefinida, com forte pressão da UCI para que ele deixe de competir até que seu caso seja solucionado - algo que o ciclista e a Sky já afirmaram que não vai acontecer.


Comentários



Relacionados