home

Tour de France 2018 #21 - Thomas sela vitória final e Kristoff vence etapa

Tour de France termina com vitória de Kristoff e Thomas campeão


29 JUL, 2018     Gustavo Figueiredo     9    
     


Geraint Thomas (Sky) completou a vigésima primeira etapa do Tour de France 2018 para sagrar-se campeão da grande volta francesa. Apesar de não ser nenhum novato no lugar mais alto do pódio, esta foi a primeira vez que o atleta venceu um GT - algumas vezes vitima da má sorte e outras de seu trabalho com super gregário de Chris Froome.

Foto 68945
   ASO / Alex Broadway

A chegada em Paris depois de um dia festivo aconteceu em alta velocidade graças a uma forte fuga que seguia à frente do pelotão. O dia foi definido no sprint final, com Alexander Kristoff (UAE Team Emirates) superando John Degenkolb (Trek-Segafredo) na aceleração para a meta. Arnaud Démare (Groupama-FDJ) completou o pódio. O estágio ainda contou com um ataque inesperado de Yves Lampaert (Quick-Step Floors) nos momentos finais, mas o belga acabou capturado pouco antes da chegada.

Foto 68946

Com a vitória confirmada para Thomas, o segundo posto na geral ficou para Tom Dumoulin (Sunweb), com Froome em terceiro. Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) sofreu bastante para completar o Tour depois de um tombo em alta velocidade, mas também cruzou a meta para confirmar sua vitória classificação por pontos.

"É inacreditável", disse Thomas. "Vai demorar para a ficha cair. Normalmente esta etapa é bem dura, mas hoje eu parecia estar flutuando sobre ela - fiquei com frio na barriga lá. Andar aqui vestindo a amarela é um sonho que virou realidade. Meus companheiros são a parte principal dessas três semanas e nós passamos maus bocados e ficamos juntos", finalizou.

Julian Alaphilippe (Quick Step Floors) levou a camisa de bolinhas reservada para o líder na classificação de montanhas, com a Movistar levando o título de equipe mais combativa. O aguerrido Dan Martin (UAE Team Emirates) levou o prêmio de atleta mais combativo.

Último Quilômetro



Resultados - Etapa 21

1 Alexander Kristoff (Nor) UAE Team Emirates 2:46:36
2 John Degenkolb (Ger) Trek-Segafredo
3 Arnaud Demare (Fra) Groupama-FDJ
4 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data
5 Christophe Laporte (Fra) Cofidis, Solutions Credits
6 Maximiliano Richeze (Arg) Quick-Step Floors
7 Sonny Colbrelli (Ita) Bahrain-Merida
8 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe
9 Andrea Pasqualon (Ita) Wanty-Groupe Gobert
10 Jasper De Buyst (Bel) Lotto Soudal

Classificação geral - Etapa 21

1 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 83:17:13
2 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:01:51
3 Chris Froome (GBr) Team Sky 0:02:24
4 Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo 0:03:22
5 Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo 0:06:08
6 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:06:57
7 Mikel Landa (Spa) Movistar Team 0:07:37
8 Daniel Martin (Irl) UAE Team Emirates 0:09:05
9 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 0:12:37
10 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:14:18


Comentários

  • avatar

    Monchero    Caçapava - SP

    Monchero    Caçapava - SP

    Você pode achar o que quiser, Daniel. E eu também. E discordo de você. Não me surpreenderia nada se essa liberação do Froome em cima da hora (2/7) para correr o Tour, tivesse um acordo da UCI com a Sky pra que ele corresse mas não ganhasse.
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Claudio   

    Claudio   

    O problema é que o ciclismo tá ficando chato para assistir paracendo a fórmula 1 , muita tecnologia na fórmula um da para saber até quantas voltas o cara tem com a quantidade de combustível e muita informação no rádio tanto para o piloto quanto para o ciclista, na minha opinião o rádio tinha que ser controlado pela organização para que só o ciclista passasse informação para a equipe quando tivesse algum problema, jamais a equipe ficar passam quem tá fuga o quantos minutos tá fuga, ficou chato esse negócio do pelotão ficar controlando a fuga o tempo todo não existe mais o momento surpresa, a partir da #15 ficou muito ruim para quem tava acompanhando.
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Thopperson   

    Thopperson   

    O cara do tour foi e cai ser sempre até parar é SAGAN!!!!
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    am.araujo    São Paulo - SP

    am.araujo    São Paulo - SP

    A sky é muito esperta, depois que o esquema com o Froome deu ruim, ela tá pisando em ovos pra não se envolver em mais problemas. No Giro eles soltaram o Froome no momento certo pra pegar a rosa sem correr riscos, e no tour abriram mão dele pra não ter mais surpresas. Acho que isso não deve mudar nos próximos anos, será mais do mesmo, eu até pensei em acompanhar o tour mas depois que a Sky assumiu a ponta ficou extremamente previsível, acabei não assistindo nem uma etapa.
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    André Polonio   

    André Polonio   

    Ciclismo é isso aí, dinheiro, EPO e GH. Viva Lance Armstrong!
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Eu   

    Eu   

    Bla bla bla.... Vai ver o neymar caindo no chão então. Foi um belo espetáculo, muito mais emocionante que o do ano passado. Só uma pessoa muito ingênua para achar que o dopping acabou, ele só se modernizou e tem a bênção da organização para não queimar o esporte de novo. Só curta a disputa... Cozinha de restaurante e passado de mulher não se olha....
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    DANIEL CARREIRO COSTA   

    DANIEL CARREIRO COSTA   

    Monchero acho que você se equivocou. Nessa etapa que vc falou que o froome sobrou e depois no final estava puxando o Thomas, é engano seu meu amigo. Ele tentou acelerar e não conseguiu, chegou sobrado e tomou mais tempo ainda. E outra coisa, no mundo atual, não só no esporte, o que é mais importante que o dinheiro? E em relação ao Thomas, ele não atacou em momento algum, ele apenas se defendeu e contou com a sorte nos momentos cruciais.
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    João Victor   

    João Victor   

    Exatamente. No tour de 15 percebi isso. Naquele ano ele foi o principal gregário do froome. Estranhei o fato de um ciclista de clássicas ter se transformado num dos melhores escaladores naquele tour e ter pego durante algumas etapas a camisa branca com bolinhas.
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Monchero    Caçapava - SP

    Monchero    Caçapava - SP

    Que a Sky tem um orçamento gigantesco que permite montar uma estrutura monstro para a equipe, todo mundo sabe. Mas transformar um ciclista especialista em pista, que nunca foi um escalador, num atleta capaz não só de se defender, mas também atacar e até ganhar etapa em alta montanha, fazendo escaladores natos suarem muito pra conseguir concluir a etapa, eu não acho normal. E o que dizer do Froome, que na etapa de sexta sobrou mais de uma vez do grupo da frente, visivelmente cansado, conseguindo se reconectar e no final estava na ponta, puxando o Thomas? Eu acho no mínimo estranho. Tenho perdido o tesão de acompanhar o ciclismo profissional já tem um tempo, quando percebi que o dinheiro, e não o esporte, é o mais importante. Se a Sky é a Nova Discovery, o tempo dirá.
    12 mes(es) atrás - Denunciar




  • Relacionados