MENU

Teste - Pneu Schwalbe Wicked Will - Boa opção para XC agressivo e trail ?

Com composto de dureza intermediária e carcaça reforçada, Wicked Will é o pneu da Schwalbe para quem quer ir além do cross-country tradicional

Não é muita novidade que, há alguns anos, todas as modalidades do mountain biking estão ficando mais “agressivas”, por falta de uma palavra mais adequada. Isso quer dizer que, além de bikes mais capazes em trilhas técnicas e desafiadoras, outros componentes como suspensões e pneus também acompanharam essa evolução.

Teste - Pneu Schwalbe Wicked Will
Teste - Pneu Schwalbe Wicked Will    Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Dentro deste cenário, a Schwalbe criou a linha Wicked Will, com pneus indicados para quem quer muita tração, rolagem rápida e um bom volume de ar, mas sem perder desempenho demais para o peso ou com cravos super altos e agressivos, que acabam rendendo menos nos momentos de pedalada.

O pneu está disponível em diversas medidas e em três versões de carcaça: Super Race, Super Ground e Super Trail. Para quem quer menos peso e mais velocidade, porém menos proteção contra furos, a opção deve ficar pela versão Super Race.
Características das três versões do Schwalbe Wicked Will
Características das três versões do Schwalbe Wicked Will


Já para quem quer um pneu mais parrudo, com mais camadas de proteção, a versão indicada é a Super Trail. No nosso teste utilizamos um par de pneus Wicked Will Super Ground, a versão intermediária, medindo 29x2.4’’. O modelo foi construído com a borracha Addix SpeedGrip da marca, a segunda mais dura em uma escala de quatro densidades: Addix Speed, Addix SpeedGrip, Addix Soft e Addix UltraSoft.

Ficha Técnica

Tamanho: ETRTO 62-622 (29x2.40 polegadas)
Talão: Dobrável
Composto: Addix Speedgrip
Carcaça: Super Ground
Selamento: Tubeless
Peso divulgado: 830 g
Pressão máxima: 3.5 Bar (Max. 50.0 psi)
Limite de peso: 125 kg
Preço sugerido: R$ XXXXXXXXXXXXX

Tecnologias

Banda de rodagem

Seção central de rolagem rápida com cravos em forma de rampa
Área de transição suave para controle máximo ao contornar curvas
Cravos estáveis e aderentes nos ombros para oferecer alto suporte em seções inclinadas e curvas

Carcaça Super Ground

Com esta carcaça, o tecido de proteção Snake Skin vai de talão a talão. Além disso, a carcaça tem três camadas de tecido e um tecido anti-desgaste na base, protegendo a interação entre o pneu e o aro, e oferecendo uma proteção adicional contra mordidas de cobra.

Pneu Schwalbe Wicked Will
Pneu Schwalbe Wicked Will


Borracha Addix SpeedGrip

Segundo a marca, este composto é indicado para XC, All Mountain e Trail. Ele oferece uma boa rolagem e uma tração que realmente surpreende. Existe um composto Schwalbe mais duro do que ele, e dois mais macios.

Pneu Schwalbe Wicked Will
Pneu Schwalbe Wicked Will     Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Tubeless Easy

A tecnologia tubeless easy (TLE) permite construir pneus mais leves e rápidos. Ela aposta em uma camada de MicroSkin em todo o pneu, que evita vazamentos e facilita a montagem.

Primeiras impressões e montagem

Com cravos relativamente pequenos e uma carcaça flexível, o Wicked Will, em um primeiro momento, nos pareceu realmente ser um pneu que se encaixa na categoria XC / Trail. Antes de começar o teste, nossa balança indicou a massa de 874 gramas, contra 830g divulgadas pela marca. Como referência, um Maxxis Ardent ou Rekon, pneus com características similares ao modelo testado, tem o peso divulgado em cerca de 850 gramas. Vale lembrar que essa variação de peso está dentro da margem de erro e os pneus sempre terão essa variação.

Pneu Schwalbe Wicked Will
Pneu Schwalbe Wicked Will     Gustavo Cebo


Graças à tecnologia Tubeless Easy da Schwalbe, montar o Wicked Will foi uma tarefa super simples. Aqui, fica uma anedota interessante: no momento da montagem, que foi feita com uma bomba normal de pé, estava sem selante em casa. Mesmo assim, o pneu manteve a pressão de montagem até o dia seguinte, quando finalmente ele recebeu o líquido.

Com o pneu no aro, percebemos que ele tem um desenho bem arredondado, que em um primeiro momento não passa muita confiança para quem está acostumado com pneus maiores e mais “quadrados”, comuns nas modalidades mais agressivas do MTB. No mais, gostamos do acabamento e da qualidade de construção, assim como o sistema simples de identificação, que não deixa a lateral do pneu com cara de sopa de letrinhas.

O teste

Nossa ideia com foi avaliar o Wicked Will em sua situação normal de uso, que é o XC e o Trail, e também em pedais mais extremos, mas ainda dentro da possibilidade do que é possível fazer com uma bicicleta de cross-country - eles foram montados em uma Stumpjumper com 150 / 140mm de curso, com rodas de 30mm de largura interna.

Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will
Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will     Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Diversas condições

Assim, além de pedaladas de estradão, colocamos o pneu em muitos singles, sendo alguns mais rápidos e fluídos e outros mais travados e inclinados. Por sorte, pegamos dias muito secos com o pneu, alguns dias mais molhados e também uma bela tempestade, com direito a chuva de granizo. - assim, deu para testar o modelo no hardpack com cobertura solta e também na terra mais macia com um pouco de lama.

Além disso, variamos a pressão entre 25 e 19 PSI, até estabilizar em 20 PSI na frente e um pouco mais atrás. Usar menos pressão do que isso para melhorar a tração nos trouxe alguns problemas, que você confere abaixo onde falamos sobre proteção contra furos.

Aderência nas curvas

A tração do Wickd Will realmente é de tirar o chapéu, seja no seco ou em condições mais molhadas. Com um desenho mais arredondado, fica fácil deitar a bike com eles. Além disso, graças ao desenho bem resolvido entre os cravos centrais, de transição e laterais, ele não tem “buracos” na tração enquanto você deita a bike, o que acontece em pneus como o Maxxis Minion DHF.

Pneu Schwalbe Wicked Will
Pneu Schwalbe Wicked Will     Gustavo Cebo


Assim sendo, o Wicked Will é um pneu bastante previsível e, quando você acerta a mão, é possível fazer curvas deslizando, sem que o pneu dianteiro ou o traseiro percam a tração de forma abrupta ou inesperada. A bem da verdade, sentimos que, ao menos enquanto os cravos estiverem em contato com o terreno, ele é capaz de acompanhar pneus muito maiores sem grandes dificuldades.

Subidas

Montanha acima, a tração do Wicked Will realmente agradou e, com ele, conseguimos escalar algumas paredes com raízes e singles mais desafiadores. Com certeza, quem anda nas modalidades do cross-country vai ficar feliz com esta característica do modelo.

Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will
Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will     Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Frenagens

Apesar de ser um pneu super rápido e previsível nas curvas, o Wicked Will fica devendo um pouco nas frenagens “no limite” quando montado na roda traseira, especialmente quando o terreno está mais solto ou quando pedras e outros objetos fazem ele perder o contato com a terra mais aderente.

Com cravos não tão grandes e sem blocos centrais contínuos, ele tem a tendência de travar e mover-se lateralmente de forma bem abrupta, o que exige atenção do piloto. Em trilhas de terra dura e batida, por outro lado, ele freia muito bem, provavelmente graças ao seu composto com boa aderência.

Rolagem

Apesar de não termos feito muitos pedais de estradão com o Wicked Will, deu para perceber que trata-se de um pneu com uma boa rolagem, e isso pode ser percebido até mesmo em descidas em single com mais flow e menos buracos.

Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will
Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will     Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Neste tipo de terreno, ele embala rápido e mantém a velocidade com facilidade, economizando bastante as pernas do piloto. Com certeza, os cravos pequenos e com rampa tem uma grande influência nisso, assim como a carcaça não muito grossa.

Peso

Com peso ao redor das 850 gramas, o Wicked Will Super Ground está dentro do esperado para pneus da mesma categoria. Vale destacar que o modelo ainda conta com a versão Super Trail, que é mais resistente contra furos nas laterais e tem peso divulgado em 920 gramas, e a Super Race, com menos camadas de proteção e massa divulgada em 820 gramas.

Proteção contra furos

Apesar das camadas de proteção contra furos oferecidos pela carcaça Super Ground e do uso de um protetor de aro Vittoria Air Liner Light, que você conheceu neste teste do Pedal, acabamos sofrendo alguns snake-bites ao longo da avaliação do Wicked Will.

Pneu Schwalbe Wicked Will
Pneu Schwalbe Wicked Will     Gustavo Cebo


É difícil dizer se isso foi causado por uma deficiência do pneu, ou se o problema aconteceu por que nós realmente abusamos das características dele. No fim, apesar de inconclusivo, a sensação que ficou é a seguinte: em trilhas de XC e Trail ele aguenta bem, mas exige atenção quando rumamos para percursos com mais pedras e pancadas fortes, principalmente se a pressão for mais reduzida.

Um dos “culpados” disso pode ser o volume interno do modelo, já que outros pneus 2.4 parecem ser um pouco maiores. Além disso, o modelo com a carcaça Super Trail tem uma camada adicional de proteção nas laterais que se estende até o talão, algo que certamente ajudaria a mitigar as mordidas de cobra.

Vale destacar também que não sofremos nenhum furo causado por objetos atravessando a banda, mas que esse tipo de furo também é bastante incomum onde os testes foram realizados.

Pros

Aderência e previsibilidade nas curvas
Rolagem rápida
Montagem super fácil

Contras

Fica devendo nas frenagens

Conclusão

Não há como negar que o Wicked Will é um excelente pneu, e por isso mesmo ele vai ficar montado em nossa bike de teste até o fim de sua vida útil, com um outro par de rodas montadas para pedais mais de “enduro”.

Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will
Teste do Pneu Schwalbe Wicked Will     Rodrigo Capote - @rcapotefotos


Além de rolar rápido e de não ser super pesado, sua aderência nas curvas agradou bastante, nos permitindo fazer tempos excelentes nas descidas, sem muito sofrimento nas subidas.

Mas, apesar de tudo, aqui fica um alerta: o Wicked Will, ao menos em sua configuração 2.4 Super Ground, é um pneu que vai bem no XC, no Trail e no Down Country. Isso quer dizer que se seu rolê envolve joelheiras e, às vezes, um capacete full-face, talvez você esteja levando ele além do limite.

Talvez, usar um Wicked Wil Super Ground na frente e um Super Trail atrás seja uma boa opção para quem está atrás de um par de pneus com boa tração e ótima aderência nas curvas e quer economizar alguns gramas.

Para quem busca um pneu para enduro e downhill, uma ótima opção é o Schwalbe Magic Mary, que testamos aqui no Pedal.

Confira mais detalhes no site oficial da Schwalbe, em inglês. No Brasil, o produto está no site da Blue Cycle.

Avaliação e texto - Gustavo “Cebo” Figueiredo - Perfil no Strava


Autor

Redação Pedal

-


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.