home

Teste - Mochila Deuter Superbike


23 MAR, 2007     Pedro Cury    



Ao comentar com amigos que o Pedal testaria uma mochila, notamos caras
de espanto e fomos perguntados: "Ué ? Uma mochila ? O que tem demais
em uma mochila ? Isso é importante pra bike ?". Ao mesmo tempo, tente
lembrar se você já passou por uma dessas situações: Passou frio porque
o casaco ia ocupar muito espaço, ficou com sede porque estava em uma
trilha e sem água, esqueceu o capacete em cima do carro e ficou que
nem louco procurando, ficou com as costas ensopadas de suor por causa
do contato com a mochila, teve a mochila rasgada ou alça arrebentada
quando mais precisava. Acontece de vez em quando né ? Será que uma
mochila poderia resolver todos esses problemas e muitos outros ?

:: QUEM É DEUTER

A Deuter é uma marca alemã que existe desde 1898 e está no Brasil desde 2001. É mais conhecida por aqui pelo pessoal de montanhismo, porém tem uma linha completa de produtos voltados para o mountain biking incluindo alforges, mochilas super-leves para competição, mochilas com proteção para quedas e pochetes. Na Europa, a marca todo ano ganha prêmios de melhor mochila, por diversas revistas e nos diversos segmentos de uso. É considerada a melhor mochila da Europa.

imagem

:: CARACTERÍSTICAS

Testamos o modelo Superbike, uma mochila com volume de 18 a 22 litros e uma série de funcionalidades que resolvem os problemas que citamos acima. Os destaques são:

- Sistema WindShield - A mochila tem uma abertura especial de onde sai um pequeno corta-vento já embutido. Quem pedala em regiões frias, ou em lugares com variação de temperatura, sabe a importância desse item. Principalmente para aquele treino que ia terminar no fim de tarde ainda com sol, mas por imprevistos entrou pela noite.

- Capa de chuva - Este item também já vem com a mochila e fica dobrada
em um compartimento inferior. É uma capa fina e leve, mas que protege
até de chuva forte (foto 3).

- Porta capacete - Também guardado em um compartimento exclusivo, este
item permite que você pendure seu capacete na parte de fora da mochila,sem ocupar espaço interno! (foto 12).

- Espaço para reservatório - A mochila permite que seja usado um
reservatório d´agua de até 3 litros. A Deuter tem um ótimo
reservatório, mas é vendido separadamente.

- Bolsos laterais - Dois bolsos grandes de tela de fácil acesso.

- Ziper de expansão - Permite que a mochila fique compacta se não
tiver muito carregada (foto 7).

- Sistema Airstripes - Sistema de fluxo de ar que mantêm as costas do
ciclista ventilada.

- Refletivos - A colocação dos refletivos foi muito bem pensada. Eles existem não só na parte da frente da mochila (alças) e na parte de trás (logotipo Deuter e no detalhe ao redor), mas também na capa de chuva e no porta-capacetes. Assim, ao pedalar a noite, o ciclista está protegido em qualquer situação. O corta-vento e a capa de chuva também são amarelos, facilitando a visualização a noite.

- Outras características:
Peso: 970g , Volume: 18 litros normal, 22 litros expandida
Material: HexLite210 / Ballistic Lite
Cores: Preto e cinza (do teste) ou preto e amarelo


:: O TESTE

Criar uma mochila com várias funcionalidades pode ser fácil, o difícil
é que ela funcione bem para diversos atletas, seja confortável e
resistente. Para ajudar a testar a mochila em campo, convidamos dois
atletas: Hugo Pradoneto e Rodrigo Tiuma.

O mineiro Hugo Pradoneto é um atleta de cross-country / Maratona que
coleciona títulos. Dono da respeitada Over the Top Consultoria
esportiva (www.treine.net), Hugo tem como principais títulos:
Tri Campeão da Copa Assistur de MTB, 3o lugar no Ironbike da Itália 2006, Campeão do Desafio Estrada Real - Maratona Ametur 2005, entre outros.

Hugo ficou com a mochila por duas semanas, usando-a em seus treinos. E
nos disse o seguinte:

"Uma das principais caracteristicas que notei na mochila foi o
conforto. Para nós atletas da Elite de cross country isto é fundamental, foi por falta dessa característica que eu simplesmente
preferi correr sem mochila de hidratação no Iron Bike da Itália no ano
passado. Com a Deuter isso não é problema.

O acabamento da mochila também é um grande destaque, com detalhes tais
como manter os zipperes abotoados, corta vento inbutido na mochila, e
até mesmo uma capa de chuva para a mochila são detalhes que no meio de
uma tempestade fazem enorme diferença. Só achei dificuldades em achar
um lugar para guardar o corta vento, principalmente quando estava com
a mochila cheia.

Achei muito interessante a maneira como o reservatório de água é
totalmente aberto facilitando a limpeza e higiene do mesmo. Beleza
também conta e nesse requisito a mochila Deuter ganha de qualquer uma
no mundo!"

imagem

Outro atleta a testar a mochila, foi o carioca Rodrigo Tiuma, que é
competidor de downhill e tem como principal títulos o 2o lugar no estadual de downhill 2006 do RJ (sub 30).

Rodrigo já usa a mochila há mais de 2 anos, mas de qualquer forma
testou o novo modelo que possui pequenas modificações: "A mochila sempre me atendeu. Dá para levar tudo que preciso para trilha sem ficar desconfortável e ainda uso ela no dia a dia para ir a faculdade. Ela serve para qualquer atividade que faço." - diz o atleta.

:: PREÇO E GARANTIA

O preço da mochila não é baixo, mas é justo. Vale lembrar que não se
está pagando por uma grife de moda e sim por qualidade. Além disso, a
mochila tem garantia de 3 anos contra defeitos de fabricação.

:: CONCLUSÃO

Não restam dúvidas que a Deuter veio para atender os mais exigentes
atletas com toda sua qualiade e funcionalidade. É uma marca orientada
ao consumidor, estando em constante pesquisa para criar novas tecnologias e atender nossas demandas. A mochila testada resolve muitos problemas comuns de atletas amadores e profissionais. Sem dúvida um produto nota 10.

Para informações mais detalhadas sobre o produto entre no site oficial da marca: http://www.deuter.com.br/.


Fotos (21)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 -  Mais Fotos

Comentários



Relacionados