Teste: Mochila Deuter Speed Lite 10


10 MAI, 2010     Pedro Cury    



A equipe do Pedal já testou diversas mochilas com diferentes tecnologias para cada propósito. Uma melhor do que a outra. Mas e quando a gente quer apenas treinar sem precisar carregar muita coisa ? Ou competir em provas que não vão durar mais de um dia ? Pensando nessas situações, duas palavra vem a cabeça: peso e conforto!

Para resolver esse problema, a Deuter oferece o modelo Speed Lite 10, uma mochila de hidratação super leve que tem volume de 10 litros, pesa pouco mais de 300 gramas e pode carregar um reservatório de até 2 litros de água. Para quem ainda não conhece, a Deuter é uma marca alemã que existe desde 1898 e está no Brasil desde 2001. Tem uma linha completa de produtos voltados para o mountain biking e já ganhou diversos prêmios na Europa.

imagem

:: CARACTERÍSTICAS

- Sistema Speed Lite - Mochilas ultra-leves feitas de Hexlite 100, poliamida ripstop em formato hexagonal e armação feita de Derlin®, um homopolímero de acetal - termoplástico de engenharia obtido a partir do aldeído fórmico, conhecido por sua estabilidade dimensional, rigidez e resistência à fadiga e corrosão.

- Costado feito em espuma respirável, barrigueira de fita e tira peitoral ajustáveis. Fivelas feitas em Poliamida 6.6. Revestida internamente com Poliuretano (PU) para conferir resistência a água.

- Espaço para reservatório - A mochila permite que seja usado um reservatório d´agua de até 2 litros. A Deuter tem um ótimo reservatório, mas é vendido separadamente.

- Bolsos laterais - Dois bolsos grandes de tela de fácil acesso.

- Drenos no fundo das mochilas para não acumular água em caso de um temporal ou ao guardar roupa molhada

- Refletivos - Uma etiqueta refletiva com o logotipo da empresa na parte de trás da mochila.

- Outras características:
Peso: 340g , Volume: 10 litros
Material: HexLite 100 / poliamida ripstop em formato hexagonal
Cor: Preto e cinza com detalhes laranja.

:: O TESTE

Tivemos a oportunidade de testar a Deuter em uma viagem muito especial: um roteiro famoso na ilha de Lanzarote, no arquipélago das Ilhas Canárias. Um lugar bonito, mas que não esconde os exigentes 240km de pedalada em terrenos arenosos e de formação vulcânica.

O piloto de testes dessa vez foi o espanhol Chus Castellanos. Este piloto coleciona títulos no BMX, Downhill, 4X e Motocross, além de pedalar por diversos roteiros europeus de quilometragem alta. Seus títulos podem ser vistos no seu site pessoal: https://www.chuscastellanos.es.

imagem

Por necessidade de material, carregamos a mochila com muito mais do que levaríamos normalmente. Foram colocados: uma carteira, dois celulares, chave, um casaco pequeno e dois flashs profissionais que seriam usados para as fotos. Mesmo carregando tudo que precisávamos, ainda tínhamos os bolsos laterais livres para carregar mais coisas.

O roteiro foi feito em 5 dias, todos com o uso da mochila em sua carga máxima. Mesmo com o peso, as tiras não se moveram, tanto as alças quanto a barrigueira e tira peitoral permaneceram do mesmo jeito que foram ajustadas. As tiras ajustáveis ajudam muito, principalmente quando se leva muito peso, pois evita que a mochila fique balançando ao andar em terreno técnico.

Tanto a alça quanto a parte de trás da mochila é feita de material respirável e bem leve. Mesmo sem contar com nenhum dos sistemas de ventilação e conforto da Deuter, não foi notado nenhum problema.

Um pequeno detalhe que gostamos bastante foi o desenho das alças dos zipers, que é feito com uma pequena corda com uma parte emborrachada. Isso ajuda a abrir e fechar a mochila rapidamente e também verificar se a mochila está realmente toda fechada, já que a parte emborrachada é laranja e se destaca. A mochila possui apenas duas aberturas, sendo que a maior delas possui dois zipers, o que também facilita a abertura e fechamento. Na parte menor, existe um gancho para prender chaveiro, que também é uma característica simples, mas muito bem-vinda.

O reservatório fica na divisão maior da mochila, separado do lado de dentro por uma fina camada de tecido e do lado de fora pelo próprio material da parte das costas. Apesar de funcionar como esperado, foi o único ponto negativo que encontramos na mochila, uma vez que a água pode esquentar mais rápido por estar muito próxima as costas do usuário. A Deuter possui uma bolsa isolante chamada Thermo Bag, que pode resolver este problema, porém, é vendida separadamente.

Opinião de Chus Castellanos: "O principal destaque da mochila é o baixo peso, porém as tiras de fixação e diversas divisões permitem levar bastante coisa com um bom nível de conforto."

:: PREÇO E GARANTIA

A mochila tem garantia de 3 anos contra defeitos de fabricação.O representante no Brasil é a Proativa que pode ser acessada no site: https://www.proativa21.com.br.

:: CONCLUSÃO

A Deuter mais uma vez conseguiu nos deixar feliz com um produto que cumpre mais do que o prometido. Uma mochila de 300g que cabe mais do que o necessário e se adequa bem ao corpo é uma opção excelente não só para quem precisa treinar e competir, mas também para quem não quer carregar peso excessivo. Do que adianta ter a uma bike super leve e uma mochila pesada ?

Para mais informações sobre o produto entre no site oficial da marca: https://www.deuter.com.br/.


Fotos (13)

foto 0 - foto 1 - foto 2 - foto 3 - foto 4 - Mais Fotos

Comentários





Relacionados