Teste - Gonew Endorphine 8.3 2016


7 NOV, 2016     Gustavo Figuereido     12    



A Gonew é uma marca nacional que surgiu em 2014 como marca própria do grupo Netshoes. Diferente de marcas de lojas de departamento, o conceito e projeto da Gonew são nacionais, assinado por profissionais com experiência no mercado de bike. As bikes são apenas vendidas pela internet, no portal Netshoes.

O modelo testado, Endorphine 8.3, é voltado para uso recreativo e/ou mountain biking amador, equipada com um bom pacote de componentes e um quadro que apresenta alguns diferenciais.

imagem
O belo conjunto da GoNew Endorphine 8.3

Ficha Técnica

Quadro: Alumínio, tamanhos: 17" (testada), 19" ou 21"
Suspensão: Suntour XCM 100MM com trava remota e 100mm de curso
Freios: Disco Hidráulico Shimano BR-AM396
Câmbios e passadores: Shimano Alivio M4000
Corrente: Shimano HG 53
Pedivela: Triplo Shimano FC-M4050 Shimano Alivio
Marchas: 27
Aros: 29, Alumínio Parede Dupla
Pneus: CST Critter 29 x 2.1
Cubos: Shimano TX505 Center Lock
Canote: Alumínio
Selim: Gonew
Pedal: Gonew plataforma de plástico
Guidão: Gonew Alumínio 680mm
Manoplas: Gonew com trava
Cores: Branco com azul e dourado ou erde com preto
Ferramentas incluídas: 2 chaves de aperto, canivete allen, bomba de ar, sacola para transporte e manual de instruções.
Peso divulgado: 15 Kg
Garantia do Fabricante: 10 anos para quadro - 3 meses para demais componentes
Preço (Outubro 2016): R$ 3.039,91

Impressões Iniciais

A Gonew Endorphine 8.3 chegou dentro de uma grande caixa, com quase todos os componentes fixados, restando para o comprador instalar o guidão, roda dianteira, canote e pedais. Segundo a Netshoes, trata-se de uma bike pré-montada.

Em nossa bike, praticamente tudo veio montado corretamente. Não encontramos parafusos ou raios mal apertados e, de modo geral, os câmbios funcionaram corretamente logo ao sair da caixa. Como era de se esperar, a transmissão precisou ser novamente regulado depois de alguns quilômetros de uso graças ao esticamento dos cabos - algo comum. As pinças de freio também precisaram de um pequeno ajuste.

imagem
Soldas alisadas e cabeamento interno

O quadro, que tem 10 anos de garantia e já conta com cabeamento interno e soldas alisadas em quase todas as suas junções, deixando apenas as soldas do movimento central mais aparentes.

imagem
Tabela de Geometria GoNew Endorphine 8.3

Quando falamos em geometria, a bike, utiliza medidas mais conservadoras, com um chainstay de 455 mm e ângulo de direção de 71.5 graus. Trata-se de uma bike um pouco mais longa comparada com algumas da mesma categoria.

Quanto ao peso, a Netshoes informa que a 8.3 pesa 15kg. Porém, em nossa pesagem, o modelo chegou a 14.800kg - um peso dentro do padrão para a faixa de preço.

imagem
Pedivela e freios são pontos altos

Para realizar as trocas de marcha, a Gonew aposta no confiável grupo Shimano Alivio 3 x 9 com coroas 22 / 30 / 40 e um cassete de 11-34. Embora possa parecer uma opção um pouco antiquada neste mundo de grupos de 2 ou apenas uma coroa, o pacote oferece uma excelente flexibilidade de uso, além de ter poucos intervalos entre as marchas.

O pedivela Shimano Alivio tem eixo integrado - mais rígido do que os centrais octalink ou ponta quadrada que equipavam as antigas 8.3. Além disso, o fabricante adotou cubos Shimano, um bom indicativo que a marca está atenta ao consumidor. Coisas menores como a manopla com parafusos de trava completam o pacote.

O Teste

Ao todo, testamos a GoNew 8.3 ao longo de três meses, indo do uso urbano até trilhas de todos os tipos, como estradões, singles travados, pedras, erosões e raízes, além de um pouco de lama.

imagem
Bike responde bem aos comandos do piloto

Como toda mountain bike, é na terra que a Gonew 8.3 realmente mostra suas características e, como já citamos, trata-se de uma bicicleta mais longa. Isso quer dizer que, mesmo com a caixa com 71.5 graus de inclinação, temos um conjunto não muito ágil na teoria, principalmente se a ideia for contornar trilhas muito apertadas com curvas em cotovelo.

Porém, depois de um período de adaptação, é possível enfrentar até o single mais encardido, exigindo apenas que o ciclista ataque ativamente o percurso, com comandos decididos para mudar a direção da bike

Subindo
Embora prejudique um pouco a tração graças a distribuição de peso mais adiantada, a traseira longa trata de manter a frente "pregada" no chão mesmo em subidas inclinadas. Esta característica é extremamente bem-vinda para iniciantes, já que evitar empinadas e manter a linha não é tão simples quanto parece, principalmente quando é preciso desviar de pedras e erosões durante a subida.

imagem
Nas subidas, manter a frente no chão é fácil

Vale dizer também que esta configuração é bastante interessante para aqueles que gostam de subir sem ficar em pé. Até porque, mesmo no ajuste mais baixo, a frente da bicicleta sempre será alta - fruto da head tube longo, do fechamento cônico da caixa de direção e do guidão com um leve rise.

Embora sejam rotulados como 2.1, os pneus são estreitos e lembram um 1.95, o que dificulta ainda mais encontrar grip em situações menos favoráveis. Porém, com o peso mais posicionado para a traseira, conseguimos subir praticamente tudo o que encontramos pela frente, ficando a pé apenas nos trechos mais técnicos ou escorregadios.

Suspensão
A Gonew 8.3 não reclama de terrenos agressivos. O garfo Suntour XCM 30 V4 satisfaz o iniciante, principalmente por conta da eficiente trava de guidão que ajuda bastante nas subidas.

imagem
A trava de guidão tem acionamento simples e eficiente

Para ciclistas muito leves, a leitura de terreno realmente não é das melhores, porém o garfo trabalha bem em impactos médios e resistem bem ao fim de curso Em descidas extremamente esburacadas e com muitas pedras, o maior ponto negativo é a falta do regulagem externa de retorno, o que exige atenção em algumas situações, já que suspensão tende a subir de forma meio descontrolada.

Descidas
imagem
Embora pesada, a suspensão oferece desempenho aceitável e trava eficiente

Na descida, o conjunto permitiu uma excelente estabilidade mesmo em velocidades elevadas. Para falar bem a verdade, a bicicleta vai ficando cada vez melhor com o ganho de velocidade. Sua característica mais positiva são nos curvões de estradão liso, situação onde não encontramos dificuldades em cumprir uma tangência correta.

Quando a trilha aperta e a velocidade cai, é preciso ampliar a movimentação do corpo para garantir o traçado, algo que requer experiência e técnica. Embora sejam aceitáveis, os pneus CST Critter mostraram-se um pouco escorregadios, principalmente quando a superfície está coberta por terra solta ou lama. Além disso, eles tem a carcaça grossa e dura, o que acaba prejudicando sua capacidade de absorver irregularidades e seguir o terreno.

Por outro lado, no terreno mais duro e batido, os pneus apresentaram boa tração e velocidade. Com eles, manter o passo no plano não foi problema, assim como contornar curvas em velocidade elevada em piso compacto.

Uma outra característica da traseira longa é que ela dificulta na hora de puxar a frente para passar por um obstáculo. Com isso, é preciso usar um pouco mais de força para erguer a roda dianteira do chão.

De forma geral, foi possível encarar terrenos bem complicados com a 8.3, tanto na subida quanto na descida. Isso quer dizer que, se você está começando sua vida nas trilhas, o modelo vai servir por um bom tempo.

Freios
imagem
Freios hidráulicos são diferencial na faixa de preço

Os freios Shimano Acera M395 hidráulicos são o grande destaque. Embora não sejam cheios de regulagem - apenas o alcance pode ser ajustado - o conjunto mostrou a potência, eficiência e precisão típica dos hidráulicos Shimano.

Os manetes são sólidos e podem ser acionados com 1 ou 2 dedos com bastante controle, permitindo travamentos e escorregadas precisas. Em nenhum momento sentimos sinais de super-aquecimento do sistema.

Transmissão
imagem
O belo pedivela Shimano Alivio com eixo integrado e coroas 22/30/40

A relação 40-11 dentes permite atingir velocidades mais do que o suficiente para uma MTB. Do outro lado do espectro, temos o 22-34 suficiente para um iniciante encarar quase qualquer subida que existe no caminho.

Como era de se esperar, as trocas aconteceram de forma bastante eficiente e em nenhum momento sofremos com pulos ou trocas indesejadas. Porém, o conjunto resultou em bastante movimento e "bateção" de corrente, mas em nenhum momento isso comprometeu o funcionamento.

Outro detalhe fica por conta dos botões de acionamento do trocador - embora sejam suaves, o curso das alavancas Alivio é relativamente longo e até três trocas para cima podem ser realizadas a cada acionamento.

Rodas e pneus
Os pesados aros sem marca foram combinados com cubos Shimano TX505 e pneus CST de arame, um conjunto que promete rodar muitos e muitos quilômetros sem apresentar problemas. Porém, o preço a se pagar por essa tranquilidade chega na forma do peso - cerca de 2.950 g para o par de rodas com fitas de aro e discos de freio e 950g para cada pneu.

Pros

Custo x Benefício
Cabeamento Interno
Freios

Contras

Rodas e Pneus pesados
Suspensão sem controle de retorno

Conclusão

A Gonew Endorphine 8.3 é uma ótima opção para quem está começando no esporte e vem com um preço extremamente atrativo. A geometria da bike é confortável e estável o suficiente para satisfazer iniciantes e ciclistas intermediários por bastante tempo.

A bike encara trilhas e passeios na ciclovia com a mesma desenvoltura, só deixando a desejar se a proposta do ciclista for o puro desempenho.

Piloto: Gustavo Pacheco (Strava)

Site Oficial: Gonew Endorphine 8.3 na Netshoes


Comentários


  • avatar

    Cebo    São Paulo - SP

    Cebo    São Paulo - SP

    Opa, vale Up de rodas e suspensão com certeza!
    2 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    rafaeljcb    Jacareí - SP

    rafaeljcb    Jacareí - SP

    vale um up de rodas neste modelo?
    2 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    MARCOS AURELIO   

    MARCOS AURELIO   

    TENHO UMA DESSAS E ESTOU GOSTANDO MUITO, A MINHA É PRETA COM VERDE E APELIDEI DE CAMALEÃO.
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    vinivicius    Foz do Iguaçu - PR

    vinivicius    Foz do Iguaçu - PR

    Verdade, LTADEU70... Precisamos de mais reviews, principalmente das bikes GoNew, que estão vendendo muito bem ultimamente.
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Rafael Palacio    

    Rafael Palacio    

    Quero mais reviews!
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    ltadeu70    Brasília - DF

    ltadeu70    Brasília - DF

    Muito bom! Seria legal que outro reviews de bike aparecessem.por aqui. Lá fora é cheio, mas aqui sempre dependemos da opiniao de um amigo ou pagar para ver.
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    cHampiGnOm    Tubarão - SC

    cHampiGnOm    Tubarão - SC

    Excelente review, a Gonew tá ganhando terreno. E o melhor, não está ficando para trás das marcas tops. Tenho uma 7.3 2015 e a magrela me atende muito bem.
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    utR    Brasília - DF

    utR    Brasília - DF

    Review de qualidade hein. Façam com mais frequência, Pedal!
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    top_s    Jaraguá do Sul - SC

    top_s    Jaraguá do Sul - SC

    Pessoal, ótimo review!

    Podem, por gentileza, conferir os números da geometria do quadro? Me parece que podem estar errados.

    Grato!

    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    vinivicius    Foz do Iguaçu - PR

    vinivicius    Foz do Iguaçu - PR

    Faça um review da 7.3 2015!
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Pedro Cury    Rio de Janeiro - RJ

    Pedro Cury    Rio de Janeiro - RJ

    3.039 reais
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    André    

    André    

    Preço

    4 mes(es) atrás - Denunciar





  • Relacionados