home

Taipei Cycle Show 2018 - O que mais gostamos

Visitamos a Taipei Cycle Show só para mostrar para você os produtos mais legais


5 NOV, 2018     Pedro Cury    



A Taipei Cycle Show é uma feira importante que já é parada obrigatória para as marcas do segmento da bike. O evento acontece anualmente na cidade de Taipei, capital de Taiwan, país independente da Ásia bem próximo da China.

Foto 69904
   Pedro Cury


Este ano a feira teve uma mudança de datas, saindo de Março para final de Outubro, o que acabou deixando-a um pouco mais vazia, já que ficou muito próxima das outras feiras importantes do segmento, como o Eurobike e Interbike.

De qualquer maneira, um dos maiores atrativos da feira é fazer uma espécie de intercambio mais pessoal entre fornecedores e marcas do oriente e ocidente, que enfrenta a dificuldade da distância.

Por essa mudança de datas, algumas marcas não tiveram presentes e algumas novidades já tinham sido apresentadas. Então, tentamos aqui mostrar alguns produtos que ainda não falamos e também de marcas que não são tão populares no mundo ocidental.

Titan Super Bond - TSB Cycles

Foto 69913
   Pedro Cury
Foto 69912
   Pedro Cury
Foto 69914
   Pedro Cury

O titânio já foi um dos materiais mais desejados no mundo do ciclismo. Com a vinda da fibra de carbono, mais leve, acabou perdendo um pouco dos holofotes. Porém, há quem defenda que o material possui características únicas que fazem toda a diferença no conforto e na pilotagem da bike. Além disso, em geral as peças tem apenas uma camada transparente de tratamento, mantendo sempre aquele visual e aquela cor que os amantes do titânio tanto apreciam.

A marca chinesa produz quadros para quase todas as modalidade, inclusive um voltado para o ciclocross e preparado para ser usado com caixa de marchas da Pinion. Além dos quadros, a marca também produz canotes, avanços, guidons, caixas de direção e diversas outras partes.

Rotor de freio de cerâmica HCM

Foto 69916
   Pedro Cury

Rotores de cerâmica não são uma novidade, porém eram muito caros ou não tinham um bom funcionamento. A HCM promete ter produzido um novo rotor que não só é acessível, mas também mais leve, com melhor dissipação de calor, melhor modulação, menos desgaste e melhor frenagem em condições molhadas. O problema é que o produto ainda é um protótipo e não tem mais nenhuma informação técnica.
http://www.huangchieh.com

Speeds e Gravels Elétricas

Foto 69920
   Pedro Cury
Foto 69932
   Pedro Cury
Foto 69927
   Pedro Cury
Foto 69917
   Pedro Cury

Quem duvidou que elas se popularizariam queimou a língua! Algumas marcas já apresentaram suas opções de bikes de estrada elétricas e até gravels. Agora é só esperar pra ver se vai virar uma tendência assim como as e-mtbs.

Canote KS ajustável e customizável

Para quem já usa os canotes dropper há muito tempo como nós, a KS já tem lugar na memória, mesmo não tendo muita entrada no Brasil. Esse ano eles deram um passo mais avançado.

Foto 69911
   Pedro Cury
Foto 69937
   Pedro Cury


O novo modelo apresentado será feito especialmente para alguns designs de quadros. O primeiro protótipo foi feito para a marca suíça Bold Cycles e ao invés de uma blocagem de anel no final do seat tube, o canote será fixado com um parafuso no meio deste tubo. Mas o que é realmente original é que a parte ajustável desta vez tem um diâmetro e comprimento maiores, deixando a parte do mecanismo de acionamento inteiramente dentro do tubo. Isso deixa o visual bem mais bonito, parecido com um canote tradicional. O modelo tem curso divulgado de 200mm.
https://www.kssuspension.com/

Bateria e Motor Greyp

A empresa croata cria soluções para customizar bikes elétricas integrando qualquer funcionalidade com o mundo virtual. Para isso, eles precisam receber a bateria da sua bike e fazer as alterações.

Foto 69925
   Pedro Cury
Foto 69926
   Pedro Cury


Com isso, é possível ver, em tempo real, diversas informações da bike, como localização, velocidade, imagens das câmeras (que eles também podem integrar na bike), informações de motor / bateria e até mesmo ligá-la ou desligá-la. Essas informações podem estar disponíveis em um display na bike (que eles também produzem), no celular ou qualquer computador em qualquer lugar do mundo.

Nem todas as baterias são compatíveis, portanto eles também criaram sua própria bateria e motor, podendo assim oferecer uma solução completa.
https://www.greyp.com/

Cubo Cyber Motions com medidor de potência

Foto 69929
   Pedro Cury

O cubo inteligente da taiwanesa Cyber Motion traz integrado não só o medidor de potência, mas também de cadência e velocidade. O próprio cubo envia por ANT+ as informações diretamente para o celular no aplicativo da própria marca e também para ciclocomputadores. Um diferencial é que o cubo tem o mesmo tamanho e desenho que um cubo tradicional e pesa 336,5g. Só está disponível para bikes de estrada por enquanto.
http://cybermotions.com

Igus Iglide - Buchas de Plástico

Foto 69919
   Pedro Cury
Foto 69918
   Pedro Cury

A marca alemã surgiu ainda nos anos 60 trabalhando com materiais polímeros para diversas indústrias. Anos depois, um dos seus produtos passou a ser rolamentos destes materiais para diversas indústrias, inclusive da bike com algumas empresas como a X-Fusion.

Segundo a empresa, o uso do plástico ao invés dos rolamentos convencionais, traz uma série de vantagens como: redução de custos de até 40%, menor peso, auto-lubrificação, nenhum problema com corrosão, não precisa de manutenção, resistência à sujeira, menor desgaste, entre outros.
https://www.igus.com/iglidur

Suspensão DT Swiss

Foto 69939
   Pedro Cury
Foto 69938
   Pedro Cury

A nova suspensão DT Swiss F 535 One, traz algumas novidades. De cara, o que se nota é uma estética totalmente nova, com os controles de compressão e retorno escondidos por uma tampinha plástica. Para abri-la e ter acesso aos ajustes é preciso tirar um parafuso, porém, para facilitar a chave fica integrada a blocagem do eixo. Já essa blocagem com a chave, também pode ser removida, tirando peso.

O funcionamento também ganhou um grande upgrade, com o sistema Plushport e Coilport que combinam o uso misto de ar e também molas. A DT Swiss diz ter adotado uma filosofia holística na produção das novas suspensões e amortecedores, com o argumento de que o all mountain combina características de todas as modalidades do mountain biking e precisa atender a todas as necessidades de cada uma delas.
https://www.holisticsuspension.dtswiss.com/


Tannus Armour

Foto 69909
   Pedro Cury

Seguindo a nova moda de camadas anti-furo, a Tannus lança o modelo Armour com um design um pouco diferente. A principal diferença é o uso de câmara de ar ao invés do sistema tubeless. Outra diferença é que ao invés de ser uma camada mais grossa e apenas na parte interna da roda em contato com o aro, essa parte mais grossa fica em cima e vai afinando cobrindo as laterais e a parte de baixo, ou seja, envolve a câmara de ar por completo. Isso cria uma proteção contra perfurações, além da tradicional promessa de diminuir os furos por "snake bite" ao usar pressões bem baixas. Outra diferença segundo eles, é que também é possível continuar pedalando "em modo emergência" xxxxxxx mesmo se a câmara de ar furar. O valor também promete estar abaixo dos concorrente.
www.tannus.com

Swift Bikes

Foto 69908
   Pedro Cury
Foto 69907
   Pedro Cury
Foto 69906
   Pedro Cury

A única marca nacional em exposição foi a Swift Bikes, fabricante Sul-Africano de bicicletas de carbono cuja compra pela mineira Sense Bike foi anunciada no início deste ano. O modelo será utilizado pelo triatleta, Henri Schoeman, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e vencedor do mundial de WTS em Abu Dhabi em 2018 e o Commonwealth Games 2018 na Austrália.

O maior destaque da marca foi a Racevox - uma bike voltada para a competição, porém com caraterísticas aerodinâmicas. Não é uma bike focada na melhoria aerodinâmica como a Hypervox, porém traz maiores vantagens nessa característica se comparada com o modelo Ultravox.
https://swiftcarbon.com


Comentários



Relacionados