MENU

SRAM Powertrain chega como sistema elétrico com motor de 680w de pico

Motor é fabricado pela Brose, mesma empresa que constrói os motores da Specialized

Após dois anos de testes, o novo motor de bike elétrica da SRAM foi anunciado pela marca americana. O novo Powertrain e produz 90 Nm de torque com 680 W de potência máxima. Ele funcionará com duas opções de tamanho de bateria: 630 Wh ou 720 Wh, podendo ainda ser acoplada uma bateria externa de 250 Wh.

Novo motor SRAM Powertrain
Novo motor SRAM Powertrain


Nesse primeiro momento, ele equipará bikes da Nukeproof, Propain, GasGas e Transition e não será vendido separadamente, para ser usado com outras transmissões. O hardware do motor é fabricado pela Brose e a SRAM é responsável pelo software, algo semelhante ao que a Specialized já faz com seus motores elétricos produzidos pela mesma fabricante.

O Powertrain foi projetado para ser integrado com os componentes AXS e Eagle Transmission. Em vez de ser um componente autônomo e independente, o motor foi projetado para funcionar com as tecnologias de transmissão e canote dropper existentes da SRAM.

Publicidade


O novo motor disponibiliza apenas dois modos de funcionamento: Rally e Range. Como os nomes sugerem, o Rally consome mais energia e dá maior assistência, enquanto o Range serve para dar "pequenos empurrões" e maximizar a vida útil da bateria. A potência máxima e o nível de assistência para cada modo podem ser personalizados no aplicativo AXS, permitindo que os ciclistas ajustem a assistência conforme suas preferências de pilotagem.
Novo motor SRAM Powertrain
Novo motor SRAM Powertrain


A alternância entre os dois modos de motor é feita através do botão superior no trocador ao lado esquerdo do guidão, e o botão inferior é usado para ativar o canote Reverb AXS. Com o Powertrain, basta pressionar o botão no tubo superior para desligar o motor, não sendo possível realizar o controle pelos trocadores no guidão.
Controle no guidão do novo motor SRAM Powertrain
Controle no guidão do novo motor SRAM Powertrain


Há também o modo Push, que fornecerá suporte para subir a bicicleta em trechos difíceis de pedalar até que a velocidade exceda 6 km/h.O display do Powertrain instalado no toptube permite mostrar o modo atual, o nível da bateria e se a mudança automática está ativada ou não. Ainda não há como personalizar as informações mostradas no display

É possível controlar via app o novo motor SRAM Powertrain
É possível controlar via app o novo motor SRAM Powertrain


A Shimano estreou seu mais recente sistema de câmbio automático para bicicletas elétricas no início deste ano, e agora a SRAM desenvolveu seu próprio sistema. Este sistema controla a cadência e muda automaticamente para permitir que os ciclistas continuem girando na mesma rotação. Existem sete configurações de cadência diferentes que podem ser ajustadas para mais ou menos, que o ciclista pode realizar segurando o botão shift inferior direito e depois pressionando o botão superior ou inferior para ajustar a velocidade de pedalada que o sistema tentará manter.

O Powertrain também possui o chamado "Coast Shifting", que, como o nome indica, possibilita a troca de marcha em desaceleração e sem pedalar. Isso pode facilitar a preparação para uma subida técnica ou a mudança para uma marcha mais difícil para acelerar na saída de uma curva.


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.