home

Specialized Enduro 2017 - Nova geometria, eixos e suspensões


14 AGO, 2016     Pedro Cury    



Quem acompanha a tecnologia das bikes, sabe que a cada ano alguns modelos de bikes sofrem uma reformulação mais profunda, enquanto outras sofrem apenas pequenas mudanças de componentes mais simples ou cores.

imagem
Specialized S-Works Enduro 29 2017

Para 2017, uma das bicicletas que mais mudaram da Specialized foi a Enduro. A bike é a full suspension da marca de maior curso, abaixo apenas das bicicletas voltadas para downhill e freeride.

Boatos sobre a mudança vazaram, e o que muita gente esperava era uma mudança radical no design do quadro. Porém, isso não aconteceu. De longe é difícil notar mudanças, já que o quadro continua com os tubos superiores cruzados em “X”, sua principal característica visual.

O que mudou ?

Geometria - O ângulo de direção abriu 1.5 grau, ficando agora em 66º na versão 29"e na 650b manteve os 65.5º. O ângulo do tubo do selim ficou mais em pé, com 76 graus nos tamanhos M e L. Já a rabeira (chainstays) teve que crescer apenas 2mm para acomodar os pneus 6Fattie. O avanço ficou mais curto.

Mais curso - Maior curso, ficando em 170mm (frente e trás) nas 650b e 160mm (frente) e 165mm (trás) nas 29.

imagem
Porta SWAT equipa todas as versões de carbono e suspensão dianteira Öhlins apenas a S-Works 29

Suspensões Öhlins - Assim como a Stumpjumper FSR, a Enduro S-Works conta com as consagradas suspensões suecas. Porém, enquanto a versão 29” conta com suspensão dianteira e traseira, a versão 650b conta apenas com a suspensão traseira, já que a Öhlins não fabrica versões 650b.

Triângulo traseiro de carbono - Uma coisa que incomodava muitos era ter um quadro com apenas a parte da frente em carbono. A nova Enduro agora é full carbon.

imagem
Amortecedor traseiro Öhlins e pivôs de mesmo tamanho

Pivôs maiores - Os pivôs do links foram aumentados e agora são todos do mesmo tamanho, facilitando a manutenção.

Eixos padrão Boost - Como em outras bikes deste ano, todas as versões agora usam o padrão de eixos Boost e isso agora torna possível o uso de rodas 6Fattie (27.5 +) nas versões 29". Antes eram duas bicicletas separadas. A Specialzied também está produzindo adaptadores pros cubos (end caps) para transformar as rodas "normais" em Boost.

Cabeamento Interno - O conduíte do câmbio traseiro quando sai do tubo superior, ao invés de passar por baixo da junção central do quadro agora entra novamente na rabeira, internamente.

imagem
SRAM Eagle equipam algumas versões. Nova bike possui apenas opção de uma coroa e novo cabeamento interno do câmbio traseiro passa direto no chainstay

Apenas uma coroa - A transmissão agora só possui opção de uma coroa, com algumas versões usando já o novo SRAM Eagle de 12 marchas.

Movimento Central de Rosca - A Enduro é quase uma bike de downhill. Depois de diversos pedidos, a Specialized volta para o tradicional padrão de rosca.

imagem

Porta SWAT - A Enduro agora também conta com essa opção de guardar câmaras de ar, bomba e outros acessórios dentro do tubo inferior.

Tivemos a chance de pedalar a nova bike no final do mês passado, veja nossas primeiras impressões da Enduro S-Works 29” 2017.


Comentários



Relacionados