home

Specialized 2016 - StumpJumper FSR para todos os gostos

Mais agressiva, sem Brain e com rodas 29, 650b ou 6Fattie


15 AGO, 2015     Pedro Cury    



Pra quem não conhece, a StumpJumper FSR é uma das bicicletas mais famosas da Specialized. uma full suspension muito versátil, que vai conseguir encarar qualquer descida, mas sem ser um pesadelo para subir pedalando. Pra quem gosta de trilhas técnicas e vai ter apenas uma bicicleta, a "Stumpy" é uma forte candidata.

imagem
Specialized StumpJumper FSR 6Fattie

Neste ano, muitas mudanças surgiram, como já tínhamos citado aqui, para agradar todos os gostos e bolsos.



Rodas para todos

A única versão 650b (27.5") da bike anteriormente, era o modelo EVO. Agora, terão outras versões 650b, além da tradicional 29" e também a 6Fattie. O último é o nome que a marca dá para suas rodas 650b+. Quem não sabe muito sobre esse novo padrão, pode ler nosso artigo explicativo e também ver o teste que fizemos do ainda protótipo.

imagem
Rodas Specialized 6Fattie

Toda a linha vem equipada com aros Roval, com largura interna de no mínimo 29mm, sendo de 30mm nos modelos superiores. Os modelos básicos contam com versão de alumínio, enquanto as superiores são de carbono e mais largas.

Os pneus Specialized Butcher 2.3" equipam as rodas dianteiras, enquanto os Purgatory também 2.3", as rodas traseiras.

Nova geometria

Cada tamanho de roda sofreu mudança de geometria, que agora é mais agressiva. A 6Fattie também tem uma geometria própria.

As versões 650b terão um chainstay (rabeira) ainda menor, com 420mm ao invés de 435mm e o ângulo de direção ainda mais aberto, com 67 graus. O central também ficou mais baixo, com 335mm. Realmente uma bike apta para uma condução bem mais agressiva.

Já as 29" terão chainstays de 437 mm ao invés de 450mm, movimento central de 336 mm e ângulo de direção de 67.5 graus.

O ponto negativo é que pra quem quer usar 6Fattie a bike é exclusiva para esse tamanho de roda. Não basta colocar as rodas maiores na StumpJumper 29". Segundo a Specialized, isso acontece porque a geometria da 6Fattie precisa ser diferente, assim como os ajustes de suspensão.

Uma detalhe da construção é que na parte de trás dos seatstays, não existe mais o arco juntando os dois lados. Ao invés disso, a construção foi reforçada. Isso se deu para permitir uma menor rabeira.

Suspensões - Agora sem Brain

imagem
StumpJumper FSR agora sem a válvula inteligente Brain

Todas as versões tiveram mudanças nas suspensões. Para começar, a suspensão traseira não conta mais com Brain, que agora virou uma exclusividade da Epic e da nova Camber.

As versões 650b passam de 140mm para 150mm, como era a versão EVO anterior (que não existe mais). As 29" virão com 140mm na frente e 135mm atrás.

Ride Experience Tune - A marca alterou o funcionamento de todos os amortecedores traseiros de acordo com o objetivo da bike, inclusive diferenciando de masculina para feminino. Assim o amortecedor traseiro é personalizado para um tipo de pilotagem esperado. A StumpJumper FSR tem uma curva de progressividade do amortecimento e velocidade do retorno diferentes da Rhyme que é sua versão feminina, assim como a 29", 650b e 6Fattie são diferentes entre si.

Rhyme - Versão feminina

imagem
Specialized Rhyme 2016

Como anunciando anteriormente, a Rhyme passa a ser a versão feminina da Stumpjumper FSR. Uma bike de versão feminina possui diferenças importantes, como o ajuste interno das suspensões, geometria e tamanhos de selins, mesas e guidons diferentes.

Porta SWAT


Como já mostramos na Camber, uma novidade que deixou muita gente curiosa foi a porta SWAT no quadro. SWAT é a sigla para Storage, Water, Air e Tools, que consiste em uma série de soluções para carregar os itens essenciais do ciclista diretamente na bicicleta ou no corpo. Você pode ver quando surgiu o lançamento do SWAT aqui.

Mais alguns detalhes

- Todos os modelos vêm com o novo canote ajustável Command Post IRcc, que conta agora com pontos de parada intermediários.

- Todos os modelos vêm com cabeamento interno e freios Shimano.

- Exceto para o 6Fattie, todos os modelos são compatíveis com pedivela de duas coroas, por meio de adaptador proprietário Taco Blade e do novo design de tubo superior da rabeira e amortecedor. No entanto, a maioria dos modelos vêm com transmissão 1x11.

Modelos

Ainda não temos todos os modelos que vem para o Brasil, mas a linha completa conta com os modelos topo de linha S-Works de carbono e melhores configurações, até as versões Comp de alumínio.


Fotos (7)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 -  Mais Fotos

Comentários



Relacionados