home

Shimano Fest 2018 - Evento cresce e recebe 20% mais visitantes

Com 30 mil visitantes, evento contou com diversas atividades na região central de São Paulo


17 SET, 2018     Gustavo Figueiredo    
     


A nona edição do Shimano Fest, o maior festival de bike da América, apresentou crescimento em relação ao ano passado. O evento reuniu em três dias 30.600 visitantes, 20% a mais do que em 2017, quando 25.500 pessoas foram ao Jockey Club em quatro dias. Este número consolida não só o Festival em si, mas também a escolha de sua nova sede, no Memorial da América Latina, na zona Oeste da capital. Com localização central, o local fica ao lado do Metrô Palmeiras Barra Funda e ao lado de importantes ciclovias da região.

Foto 69476
   FS Fotografia

O bicicletário reuniu 5.600 bikes no total, 30% a mais do que 2017. O test-ride teve crescimento de 17%, com 5.600 testes realizados por nove marcas e um total de 120 bicicletas utilizadas. Mais de 5 toneladas de alimentos não perecíveis foram doadas pelos visitantes, um aumento de 65% em relação ao ano passado. O único dia destinado aos profissionais do mercado reuniu 5.400 lojistas, praticamente o mesmo número de 2017, quando a feira teve 5.600 lojistas nos dois fechados ao público. Tudo isso justificou a decisão da organização de aumentar o espaço coberto do evento, de 2.500 para 5.000 metros quadrados.

Foto 69475
   FS Fotografia

"Pensávamos em ter 30 mil pessoas nos três dias de evento e se, no sábado foi um dia forte em termos de público, neste domingo foi mais ainda. O tempo ajudou e fez um sol agradável em São Paulo. Mas, mais do que isso, o que nos deixa bem feliz é ver o pessoal na fila para o test-ride. Muitas marcas com suas bicicletas e o sorriso no rosto das pessoas que puderam testar diversos tipos de bikes, como as elétricas equipadas com o Steps da Shimano", disse Fabio Takayanagi, presidente da Shimano nas Américas Latina e do Norte.

Foto 69478
   FS Fotografia

Opinião dos expositores do Shimano Fest 2018

Audax: "Estamos muito contentes de estar em mais uma edição do Shimano Fest. Um festival já consolidado. A mudança de local em São Paulo foi muito feliz, porque ficou legal demais para o público, consumidor final. O tempo ajudou nos dois dias do fim de semana e tivemos um número bem grande de visitantes. Famílias, gente vindo de bike. Bacana demais. O Memorial é ótimo, porque favorece a mobilidade urbana. Acesso fácil ao metrô e pelas ciclovias da região", disse Túlio Bezerra, diretor comercial da Audax.

Blue Cycle Distribuidora: "O Shimano Fest foi sensacional, com um final de semana belíssimo. A sexta-feira, dia do trade, foi surpreendente em número de lojistas que atendemos. Vieram profissionais de várias partes do Brasil, do Amapá, Amazonas, capitais nordestinas e de outros locais mais próximos. Não paramos um minutos de trabalhar, foi uma correria incrível e nossas vendas cresceram consideravelmente em relação ao ano passado, mesmo tendo apenas um dia para o mercado, contra dois dias em 2017", disse Juliano Xavier, gerente geral da BCD.

Foto 69473
   FS Fotografia

Caloi: "O evento foi um sucesso. Tivemos em nosso estande um fluxo de visitantes maior do que no ano passado e também maior do que outros eventos do setor. Os números ainda serão mensurados, mas a expectativa é a melhor possível", afirmou Cyro Gazolla, presidente da Caloi. "Nossos clientes e consumidores foram surpreendidos pelos produtos que trouxemos, tanto nos grafismos, cores, tecnologia. A oportunidade de ver de perto a bike do campeão mundial Henrique Avancini, a presença de atletas no estande e a sempre carismática participação do Brou Bruto também foram atrações marcantes", completou Cyro.

Sense: "Atingiu todas nossas expectativas. Veio para o centro da cidade de São Paulo e teve um aumento de público, o que é fundamental para dialogarmos com o consumidor final. O estande ficou sempre cheio e tivemos aumento de 40% de vendas em relação a 2017, o que é muito relevante e nos deixa satisfeito", afirmou Marlen Ferreira, gerente de marketing da Sense. "Vale mencionar o fomento do esporte a partir do Festival. Não só em termos de mobilidade, com milhares de pessoas vindo em passeios ciclísticos, mas também com o MTB Short Track e os melhores do Brasil competindo, em um dia em que Henrique Avancini sagrou-se campeão mundial. Nossos atletas Sense nos representaram muito bem e a Shimano está de parabéns, por reunir tudo isso aqui dentro", concluiu Marlen.

Foto 69474
   FS Fotografia

Soul Cycles: "O Shimano Fest 2018 atingiu nossas expectativas. Conseguimos compartilhar com o mercado e com os participantes do Festival, que é o maior evento de bicicleta no País, os nossos projetos, como o 'Soul Paint', com o processo de customização, tendências em relação a a grupos e geometrias. Agradeço a Shimano por se superar anualmente em termos de estrutura e organização e entregar a cada edição um evento melhor", avaliou João Araldi, da área de marketing da Soul Cycles.

Groove: "A feira foi dentro do que a gente esperava. Tivemos surpresas como abertura de novos clientes e reativação de antigos. E foi uma surpresa também a grande procura que tivemos do público para conhecer a nossa linha. Vieram muitas pessoas satisfeitas com os lançamentos de 2019 e com a maneira como a gente atua no mercado. Em termos de consumidor final, um público cativo já ligado com a bicicleta e que conhece nossa marca. ", destacou Sérgio Gallo, gerente comercial da Groove.

Oggi: "Foi um evento sensacional, com muito movimento e acesso fácil, além de super organizado. A equipe da Oggi/Isapa foi em peso e quase todos representantes estavam na feira, além de vários clientes também. Tivemos exposição de produtos e vendas, com promoções de algumas marcas. Foi muito positivo", disse Daniel Douek, diretor da Isapa.

Números do Shimano Fest 2018

- 3 dias
- 30.600 visitantes
- 5.400 lojistas
- 5 mil metros quadrados de área coberta
- 5.600 bikes no bicicletário
- 5.600 test-rides com 120 bikes
- 35 palestras


Comentários



Relacionados