home

Sense Impact Pro 2018 - Primeiras Impressões


7 AGO, 2017     Gustavo Figueiredo     11    



Há alguns meses, testamos a Sense Impact Pro 2017, uma bike equipada com grupo Shimano Alivio, suspensão Suntour XCR-32 RL-R com 100mm de curso e uma geometria que agradou bastante. Agora, em um evento realizado em Belo Horizonte, a Sense Bike apresentou sua nova linha para 2018. Dentre as novidades, tivemos a oportunidade de pedalar a nova Impact Pro 2018.

imagem
A Sense Impact Pro 2018

Para a nova geração da bike, o fabricante brasileiro realizou algumas alterações relevantes que prometem levar a bike um passo adiante em sua evolução - tudo sem alterar seu preço sugerido de R$3.990,00.

Mudanças

Logo de cara, o que mais chama a atenção é a nova suspensão Suntour XCR-32 AIR. Diferente da versão anterior, a novidade aposta na mola de ar e não na de aço para absorver os impactos. Segundo o fabricante, trata-se da única bike da categoria equipada com suspensão a ar.

imagem
Nova suspensão a ar com controle de retorno e trava

Além de reduzir o peso do componente, a novidade possibilita muito mais ajustabilidade para usuários de diferentes pesos, o que fica ainda melhor com o controle de retorno. Assim como a versão anterior, a movimentação do garfo pode ser eliminada com a trava de guidão.

A bike continua sendo equipada com o eficiente grupo Shimano Alivio M4000 3x9, porém agora os freios são Post Mount - além disso, o "problema" de roteamento que causava um vinco na mangueira do freio traseiro, algo que detectamos no teste da versão anterior, também foi solucionado.

imagem
Freio Post Mount e grupo Alivio M4000

A bicicleta ainda é equipada com os eficientes pneus Vittoria Saguaro 2.2, um dos pontos de maior destaque do modelo. Outro detalhe que agradou foi o selim Sense SL3 by Selle Royal. O antigo já era bom, mas esse parece ter uma plataforma mais reta, apoiando melhor o peso do ciclista.

Nova geometria

De longe, o ponto que mais agradou na Impact Pro 2017 foi a excelente geometria do conjunto. A bike mostrou-se muito capaz e estável em todas as situações. Por isso, quando o fabricante afirmou ter modificado o desenho da bike, a primeira sensação foi de medo.

Segundo a marca, o chain-stay perdeu 5mm, medindo agora 440mm no total. Além disso, a traseira ganhou mais espaço para o pneu, melhorando assim a habilidade de andar em terrenos com lama sem "empacotar".

imagem
Impact Pro 2017 x Impact Pro 2018

A caixa de direção continua com os mesmos 69,3 graus na versão 17, porém o tubo superior perdeu cerca de 1cm. Graças a estas modificações, a distância entre-eixos caiu de 1113.1mm para 1104mm, teoricamente deixando a bike mais arisca, melhorando a velocidade de resposta nas trilhas e agilizando as mudanças de direção.

Pedalando

Ao todo, pedalamos a nova Impact Pro 2018 por cerca de 15km, o que torna um avaliação completa bastante complicada. Além disso, o terreno era bem diferente do que estamos acostumados, complicando ainda mais a análise.

No começo do testa saímos com cerca de 30 libras nos pneus, um ajuste que costuma funcionar como um bom ponto de partida para o terreno mais batido e duro da famosa "terra roxa" que estamos acostumados. Porém, a região do teste era formada por uma terra bem mais solta, com inúmeras pedras que lembravam bolinhas de gude - algo que ficou ainda mais evidenciado pela falta de chuvas dessa época do ano.

imagem
A foto foi na grama, o teste definidamente não

Como resultado, a princípio o controle da bicicleta ficou prejudicado. Depois de baixar algumas libras nos pneus, as coisas passaram a funcionar melhor. Neste momento, mais uma vantagem da suspensão a ar - também tiramos um pouco de pressão, melhorando assim a leitura de terreno.

Com as mudanças de pressão, o comportamento da bike realmente começou a aparecer e a agilidade extra prometida pelo fabricante estava presente. Além da agilidade extra, também sentimos que a postura da bike mudou, deixando o piloto um pouco mais ereto na hora de pedalar..

Nas subidas, percebemos uma maior tendência de levantamento da frente, algo praticamente inexistente no modelo anterior. Porém, isso pode ter sido causado não só pela traseira e pela dianteira mais curtas, mas também pela maior quantidade de espaçadores abaixo da mesa - algo que não tivemos tempo de mudar durante o teste.

imagem

Infelizmente a trilha não possuía trechos mais técnicos, curvas em alta velocidade ou saltos, impossibilitando a análise desses quesitos. Porém, de forma geral, o fabricante parece ter cumprido seu objetivo de deixar a bike mais ágil - resta saber até que ponto isso pode complicar a vida do piloto quando o terreno tornar-se mais agressivo.

Conclusão

Com uma suspensão melhor, mais possibilidade de ajuste, um grupo eficiente e geometria modificada, a nova Impact Pro 2018 parece ter dado um passo adiante em sua evolução. Todavia, testes mais longo e em situações mais controladas precisam ser realizados para confirmar se a teoria funcionou na prática.

De uma forma ou de outra, a adição da suspensão a ar e freios post mount, já a colocam como um modelo superior em configuração que o modelo 2017.

Mais informações no site oficial da Sense Bike.

Confira o teste da Sense Impact Pro 2018 no Strava.

Vestuário

Bretelle Free Force Neo Classic tamanho P, Camisa Free Force Throne Tamanho P, meias Hupi Bikes laranja.


Comentários

  • avatar

    Cebo    São Paulo - SP

    Cebo    São Paulo - SP

    Amigo Faresefox, testei os links aqui e todos abriram. Qual você não conseguiu abrir?
    6 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    faresefox    Teófilo Otoni - MG

    faresefox    Teófilo Otoni - MG

    CEBO, o link sugerido de qual comprar não abre.
    6 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Cebo    São Paulo - SP

    Cebo    São Paulo - SP

    Rocha, nos testes de primeiras impressões não desmontamos as bikes para pesagem, então não temos como saber.
    8 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Rocha   

    Rocha   

    Olá pessoal! Qual é o peso do quadro?
    8 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Giuliano   

    Giuliano   

    Não existe mais essa bike no mercado. O que adianta fazer tudo isso se não conseguem suprir a demanda. Sofrível a Sense.
    8 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Cebo    São Paulo - SP

    Cebo    São Paulo - SP

    Marcos, no Forum do Pedal (www.pedal.com.br/forum) você encontra muitos tópicos bons para responder suas dúvidas sobre qual bike comprar. Esse aqui é ótimo: https://www.pedal.com.br/forum/vai-iniciar-no-pedal-e-comprar-uma-bikeleia-aqui_topic50661.html

    9 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    marcos aurelio   

    marcos aurelio   

    que bike eu compro? sense impacto ou endorphine 103.?????
    9 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    gomes.ad    Louveira - SP

    gomes.ad    Louveira - SP

    os Pneus da impact pro 2018 são Kevlar?
    1 ano atrás - Denunciar


  • avatar

    Fernando Marcello Borges   

    Fernando Marcello Borges   

    Impact Pro 2018 ou Oggi 7.2?
    1 ano atrás - Denunciar


  • avatar

    Lucas Portela    Manaus - AM

    Lucas Portela    Manaus - AM

    Essa sim merece aplausos do consumidor. É um sucesso de vendas, só recebe elogios de seus usuários e já tinha uma boa relação custo-benefício, maior ainda agora com o upgrade da suspa e correções na geometria. Pelo preço cobrado, não existe nenhuma proposta equivalente no mercado nacional.
    1 ano atrás - Denunciar


  • avatar

    Raphael Nobre   

    Raphael Nobre   

    Também dei uma volta da nova IMPACT PRO e senti muita diferença em relação ao modelo 2017.
    Realmente as possibilidade de regulagem aumentaram e o valor continuou acessível.

    1 ano atrás - Denunciar




  • Relacionados