home

Sense Impact Carbon Evo 2018 - Primeiras Impressões


17 AGO, 2017     Gustavo Figueiredo     2    



Durante um evento realizado no último fim de semana na cidade mineira de Belo Horizonte, a equipe do Pedal teve a oportunidade de conhecer os últimos lançamentos da linha Sense Bike 2018. Além disso, pudemos dar uma volta com algumas bikes da marca, dentre elas a Impact Pro 2018 e a Impact Carbon Evo 2018.

imagem
Sense Impact Carbon Evo 2018

Principais Mudanças

Até o ano passado, a Sense possuía apenas um modelo de carbono, a Impact Carbon. Agora, a linha divide-se em dois modelos: a Carbon Comp e a Carbon Evo. Para a nova geração de bikes, a Sense utilizou o mesmo quadro criado em parceria com a Sul-Africana Swift Carbon, que aposta em fibras de carbono Toray 800 e 1000 UD com Nano technology.

Além de pacotes de componentes totalmente reformulados, a nova bike ganhou alterações estéticas e cabeamento totalmente interno, deixando o visual ainda mais limpo e atraente. A geometria, porém, segue inalterada.

Detalhes da bike

A Carbon Evo é claramente uma hard tail de competição de cabo a rabo. Para transmitir a potência do piloto, o modelo aposta no grupo XT M8000 mecânico na configuração 1x11, com uma coroa de 32 dentes e um cassete 11-46.

imagem
Grupo XT M8000 mecânico

O cockpit é todo Ritchey WCS, com um canote de 27..2mm, mesa de 90mm e guidão flat de 710mm. Além disso, a bike vem equipada com selim Fizik Tundra M7 e com rodas montadas com aros Sentec EVO, da nova linha de componentes da Sense, e cubos DT Swiss 370 calçados com pneus Vittoria Mezcal 2.1 aro 29.

imagem
Cockpit Ritchey WCS

Para a absorver as irregularidades, o fabricante optou pela suspensão DT Swiss OPM ODL com 100mm de curso, espiga tapered e eixo de 15mm. O quadro ainda possui central PF30 sem rosca e eixo traseiro de 12mm e, obviamente, freios post mount.

Pedalando

Ao sentar na Impact Carbon Evo, imediatamente nos sentimos em uma bike de corrida, principalmente graças ao longo tubo superior de 610mm que coloca o piloto em uma posição mais horizontal na bike. Apesar disso, o modelo não é desconfortável, graças ao selim de elevada qualidade e a boa leitura de terreno da suspensão. Infelizmente, a falta de obstáculos mais técnicos impede uma análise mais profunda da DT Swiss.

imagem
Caixa tapered e eixo de 15mm oferecem estabilidade

Outro fator que impressiona é a agilidade do modelo testado. Sentimos muita facilidade e agilidade para mudar de direção, com a bike apontando sem o menor vestígio de flexibilidade na frente.

No geral, a Evo passa muita confiança e, mesmo depois de um contato imediato de terceiro grau com o chão de Minas Gerais, não sentimos dificuldades e levantar e continuar acelerando com muita agilidade durante no singletrack plano e cheio de curvas escolhido para o teste.

Durante a única subida longa do dia, deu para sentir a velocidade e eficiência do modelo. Mesmo no piso de cascalho solto, os pneus não perderam tração nem ao ultrapassar ciclistas mais lentos morro acima por fora do trajeto ideal.

Para completar, a suspensão possui uma eficiente trava no guidão que permite bloquear totalmente ou parcialmente os movimentos. Feita de metal, a peça aparenta resistência e tem toque e acionamento bastante suave.

No modo Open, a suspensão funciona com toda suavidade possível. Já no modo Drive, a ela torna-se mais dura, com a posição Lock travando completamente os movimentos. Dai vem a sigla ODL do nome da suspensão.

imagem
A suspensão com sua excelente trava

Infelizmente pedalamos a bike por apenas 13km, mas nesse curto trajeto nos sentimos instigados a acelerar o tempo inteiro - uma característica bem positiva para uma bicicleta voltada ao alto desempenho.

Conclusão

A Impact Carbon Evo é uma bicicleta para quem quer desempenho elevado, com um pacote leve e eficiente de componentes. A bike se destaca pela agilidade e responsividade, acelerando de forma impressionante ao aplicar força nos pedais.

imagem
Pausa para a foto

O modelo tem o preço sugerido de R$ 14.990 e um quadro de carbono com "pedigree" Sul-Africano da Swift Carbon, algo nem sempre encontrado no mercado nacional. Todavia, para saber se a bike realmente é capaz de andar frente a frente com as importadas de topo de gama, um teste mais longo realizado por um atleta profissional é fundamental.

Mais informações no site oficial da Sense Bike.

Confira o teste da Sense Impact Carbon Evo 2018 no Strava.

Vestuário

Bretelle Free Force Neo Classic tamanho P, Camisa Free Force Throne Tamanho P, meias Hupi Bikes laranja.


Comentários

  • avatar

    Clovis   

    Clovis   

    Prefiro a barra circular
    12 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Caetano Rubem da Silva   

    Caetano Rubem da Silva   

    Amo bikes, tenho um sonho de um dia poder ter uma Para eu realizar um sonho de sair do Vidigal até Parati. Quanto custa ?
    1 ano atrás - Denunciar




  • Relacionados