MENU

Sense Enduro Cup 2019 #2 - Petrópolis - Prova consolida Campeonato Nacional da modalidade

Competição mais uma vez reunirá os melhores pilotos do Brasil em disputa pela vitória do primeiro campeonato brasileiro oficial de Enduro

A primeira etapa do Sense Enduro Cup, competição realizada nos dias 6 e 7 de Abril na cidade Mineira de Nova Lima, apresentou para o cenário nacional do Enduro um novo tipo de evento. Isso porque, além da chancela CBC e do status de primeiro campeonato brasileiro oficial da modalidade, o evento contou com uma estrutura diferenciada.

Shows e diversão
Shows e diversão    Ney Evangelista

Com cerca de 2300 metros quadrados, a Arena do Sense Enduro Cup é uma área coberta com espaço para shows, alimentação, apresentações variadas e muita diversão para a toda a família. Além disso, mais uma vez o Prólogo deve acontecer ao lado da estrutura e ao alcance do público, com os pilotos permanecendo em um pátio fechado para facilitar a interação entre ciclistas, patrocinadores e espectadores - algo fundamental para o desenvolvimento do esporte.

A estrutura da arena
A estrutura da arena    Ney Evangelista

“Acreditamos que a segunda etapa é a consolidação do evento como um campeonato nacional, recebendo atletas de todas as regiões do país. O grande objetivo é que seja um evento que possibilite que marcas e atletas possam se destacar, aparecendo no contexto geral com grande exposição. Com isso, esperamos atrair inclusive atletas da América do Sul e também de fora do continente”, afirmou Henrique Ribeiro, CEO da Sense Bike.

Petrópolis, uma cidade que respira mountain biking

Para sediar a segunda etapa do Sense Enduro Cup, a Sense optou pela cidade de Petrópolis (RJ), uma das maiores Mecas nacionais do mountain biking. Com todas as inscrições já fechadas, a organização pretende repetir o sucesso de Nova Lima, mas desta vez contando com as incríveis trilhas do Vale das Videiras como cenário do desafio entre os melhores atletas de Enduro do Brasil.

Knob, piloto e trail builder
Knob, piloto e trail builder    Ney Evangelista

“Os pilotos podem esperar algumas trilhas totalmente inéditas e com visual alucinante. Teremos curvas de todos os tipos, off-cambers, descidas inclinadas, trechos físicos e de retomada de velocidade”, explicou Diego Knob, experiente piloto de Enduro e responsável pela trail building da série.

Segundo ele, o flow do percurso será um ponto de destaque. “As trilhas escolhidas são fluidas e democráticas, mas não deixam de ser desafiadoras e técnicas. A ideia é que bikers de todos os níveis possam curtir e se divertir. As já existentes foram retrabalhadas e outras foram criadas do zero pela equipe de Trail Builders “Knob Trail System”, pensadas para proporcionar uma experiência singular aos pilotos”, explicou Knob.

Além de trilhas de alto nível, a região serrana do Rio de Janeiro tem muito mais para oferecer, principalmente para quem pretende levar a família para curtir o fim de semana. “Escolhemos Petrópolis por ser uma grande referência para o ciclismo e também por estar em um dos lugares mais especiais do país, em uma localização extremamente convidativa”, explicou Henrique Ribeiro.

Bretas, vencedor da etapa 1
Bretas, vencedor da etapa 1    Ney Evangelista

“Com todo seu charme, montanhas e em especial o Vale das Videiras, o Sense Enduro Cup pode proporcionar momentos únicos de integração em família, principalmente neste período do inverno”, complementou.

Calendário Sense Enduro Cup

Etapa 1 - Nova LIma, Minas Gerais - Dias 6 e 7 de Abril - Concluída
Etapa 2 - Petrópolis, Rio de Janeiro - 13 e 14 de Julho
Etapa 3 - Urubici, Santa Catarina - 16 e 17 de Novembro

Mais informações no site do Sense Enduro Cup.
Resultados completos da etapa 1 no site da GPS Control.


Relacionados

Comentários

As trilhas estão iradas, galera da Sense trabalhou muito e ficaram perfeitas, não sou competidor de Enduro mas até deu vontade de competir pena que minha bike deu problema na suspensão e não deu tempo do mecânico consertar se não seria minha primeira corrida de Enduro no quintal de casa. Uma dica é usar relação leve coroa 30 se possivel, as subidas de deslocamento tem trechos inclinados e as descidas tem pouco pedal já que são rápidas, inclinadas e muito divertidas. Todas as trilhas são específicas para o MTB e em terreno particular por isso não houve treino da galera local. Há uns 3 meses um biker andou em uma delas e disse ter sido a trilha mais irada que ele já pedalou no Brasil.. tem trilha natural com offcamber sinistro e tem trilha tipo bikepark mas muito intensa e pressão. Parabéns pra galera da Sense por investir no MTB e por organizar um evento tão épico como foi Nova Lima e espero que a etapa das Videiras tbm seja épica.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.