home

Sense apresenta fábrica e nova linha 2017 em Manaus


10 JUN, 2016     Gustavo Figueiredo    
     


A Sense Bike, marca nacional que nasceu em 2009, apresentou na última semana seus novos modelos 2017. Esse ano, a empresa mostrou produtos totalmente novos e aproveitou a oportunidade para apresentar sua fábrica em Manaus.

imagem

Inicio Elétrico

Quando surgiu, a Sense produzia apenas bicicletas elétricas e depois de 5 anos passou a liderar o segmento. Mas a partir de 2015 a marca iniciou suas investidas em bicicletas de mountain biking e para passeio. A equipe LM / Sense de Mountain Biking já utilizava um quadro de fibra de carbono disponível somente para seus 3 atletas, mas no ano passado a marca já disponibilizava para o público seus modelos de alumínio, com uma configuração mais simples, os Impact Pro 29 e Extreme 26.

A Fábrica

Inaugurada em meados de 2014 com um investimento de aproximadamente R$ 35 milhões, seu parque industrial compreende uma área de cerca 5 mil m². Desta forma foi possível iniciar a produção de quadros, bem como a montagem de bicicletas elétricas e convencionais.

No lançamento da linha 2017, tivemos a chance de visitar a fábrica e ter uma aula sobre o funcionamento de diferentes processos. Tudo realmente muito interessante e com tecnologias, segundo a empresa, nunca antes vistas no país. A fábrica merece um capítulo a parte, que publiccaremos em breve.

Linha 2017

A marca deu um enorme salto do ano passado para este, apresentando agora ao mercado 3 modelos top de linha em carbono com o objetivo de ter a mesma qualidade das melhores bikes do mundo, mas com um preço mais competitivo para a realidade brasileira. Uma decisão ousada e que nos deixa muito felizes, já que costumamos estar abandonados pelas marcas nacionais, no que diz respeito a lançamento de bikes de alta gama.

Carbono - Sense em parceria com a Swift

Como se era de esperar, os quadros de carbono da Sense não são produzidos no Brasil. Na realidade, hoje em dia é muito difícil encontrar produção de produtos em fibra de carbono fora da Ásia. Fica realmente difícil de competir com a expertise deles. Para construir seus quadros, a Sense apostou em uma parceria internacional com a Sul-Africana Swift Carbom.

Para quem não conhece, a Swift é uma marca relativamente nova mas que conta com excelente aprovação internacional. Em testes realizados pela mídia especializada, seus produtos normalmente conseguem excelentes resultados mesmo contra marcas mais tradicionais.

Os quadros da Sense, realmente não devem nada em termos de tecnologia para as melhores marcas. São usadas fibras de fornecedores já consagrados como TeXtrem, Mitsubishi-Rayon 40 e também as Toray 700 e 800. O time envolvido inclui engenheiros holandeses da Swift, o gerente de produtos da Sense, Pierre De Tarde, que é francês, e a produção é feita em uma das melhores fábricas da China.

imagem
Impact Carbon, Invictus e Prologue, a linha de carbono da Sense

Com a parceria, foi possível ter um molde exclusivo dividido entre a Sense e a Swift, com uma geometria totalmente criada por eles, assim como a escolha dos tipos de fibras e direções (lay up). Essa é a maneira mais exclusiva de se produzir um quadro.

Para MTB e Estrada - Como divulgamos na semana passada, os modelos de carbono incluem a Impact Carbon (mountain biking rígida), Invictus (mountain biking full) e a Prologue (estrada).

Alumínio

imagem

Além das de carbono, a linha de alumínio também foi totalmente reformulada. Essas sim são produzidas no Brasil, do conceito até a própria produção e montagem. Na fábrica foi possível acompanhar cada etapa do processo, incluindo a soldagem, alinhamento, tratamentos T4 e T6, pintura e adesivagem que, segundo o fabricante, segue o mesmo padrão das melhores marcas do mercado. .

Diferencial T4 - O processo T4 também é um diferencial da Sense. Nesse processo o quadro fica mais maleável para permitir um alinhamento perfeito, antes de ir para o processo T6 de endurecimento.

Finalização - A pintura também é outro ponto forte. A Sense usa a pintura a pó, com um processo que a torna mais resistente as condições do tempo e ao suor. A câmara de pintura é a mais avançada do segmento na America Latina. Os adesivos a água também usam uma tecnologia que os deixam mais resistentes.

Modelos - Na linha de alumínio, foram lançadas para mountain biking a Impact Pro, a Rock. Para o segmento urbano, chega a Activ, uma bicicleta com design moderno, aro 700 e freios a disco.

imagem
Impact Pro, Rock e Active da Sense

Preço diferenciado - Uma das promessas da Sense é ter um preço diferenciado, melhor adaptado para o mercado nacional. As bicicletas de alumínio não tem diferenças gritantes em relação a alguns concorrentes. Ainda assim, é preciso ficar atento a detalhes que as Senses possuem, como cubos e freios Shimano e componentes mais homogêneos nas bikes, evitando conjuntos com um câmbio traseiro melhor e um dianteiro de linha inferior, por exemplo.

No caso dos quadros de alumínio, a vantagem de se contar com uma planta de altíssima tecnologia torna-se evidente, já que além do projeto específico desenvolvido aqui no Brasil, os quadros ainda passam por diversos processo industriais que elevam sua qualidade.

Já nas bicicletas de carbono, um rápido comparativo já mostra que a Sense chega a ter um valor até 25% menor que seus maiores concorrentes importados. Talvez o maior desafio da Sense seja mudar a cabeça do brasileiro que em geral prefere o importado.

Bike Park Sense

imagem
Henrique Ribeiro, CEO da Sense testando seus produtos na própria pista

Montado em meio a Floresta Amazônica, a Sense criou uma trilha com cerca de 1km com trechos de subidas, descidas e muitas curvas, além de pontes e curvas de nível em madeira. Nela, é possível testar as bicicletas.


Fotos (8)

foto 0 -  Mais Fotos

Comentários

  • avatar

    Janderson Melo e Silva   

    Janderson Melo e Silva   

    Olá boa tarde! Comprei uma Sense activ em Maio de 2018, e no dia de ontem me aconteceu um grave acidente, porquê o guidão quebrou sem explicação sem nenhum tipo de pancada que influenciase a quebra, sofri um corte profundo na perna esquerda vou ficar 10 dias afastado das minhas atividades, gostaria de saber qual será a posição da fábrica?
    4 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    algorges    Jaraguá do Sul - SC

    algorges    Jaraguá do Sul - SC

    Tudo vai depender do pós venda.
    3 ano(s) atrás - Denunciar




  • Relacionados