home

Seleção de Ciclismo de Pista mede forças no Mundial da Inglaterra


3 MAR, 2016     Gustavo Figueiredo    
     


A Seleção Brasileira de Ciclismo de Pista estreou nesta quarta-feira (2) no Campeonato Mundial da modalidade, que está sendo realizado em Londres, na Inglaterra. O trio formado por Flavio Cipriano, Kacio Fonseca e Hugo Osteti disputou as eliminatórias da prova de velocidade por equipes, mesma prova que rendeu aos brasileiros uma medalha de bronze no Pan de Toronto/2015, terminando na 14ª colocação.

imagem
Seleção Brasileira de Pista. Crédito: Divulgação


Sendo a única equipe do continente classificada para a competição dentro dos critérios exigidos pela UCI – a Venezuela foi convidada para participar por ser a atual campeã pan-americana desta prova -, a seleção brasileira trilhou uma caminhada bastante difícil e concorrida para chegar ao mundial. O técnico Emerson Silva destacou a importância de estar entre as 14 melhores equipes do mundo, além de reconhecer o esforço e dedicação dos atletas.

“A caminhada até aqui não foi fácil. Passamos boa parte da temporada longe da família e dos amigos em intercâmbios e competições, visando exclusivamente um bom rendimento para representar o nosso país da melhor forma. O crescimento é visível, hoje estamos entre as melhores equipes do mundo. A prova foi muito disputada e difícil, mas já esperávamos esse nível. O Hugo conseguiu passar a primeira volta em nono lugar, ou seja, dentro do Top-10, um excelente resultado parcial. Infelizmente a experiência dos demais adversários fez a diferença no final. Mas estamos satisfeitos em ver a evolução deles na prova e como atletas. Estar em um evento de alto nível como esse, entre as melhores equipes da atualidade, já demonstra o quanto o ciclismo de pista brasileiro está se desenvolvendo. Certamente as lições aprendidas aqui irão ajudar o grupo a alcançarem resultados ainda mais expressivos daqui para frente”, declarou Emerson.

imagem
Equipe de velocidade no aquecimento. Crédito: Divulgação


Para o ciclista Kacio Freitas o resultado foi dentro do esperado e agora é focar para a prova de 1Km Contrarelógio, marcada para esta quinta-feira (3). “O resultado foi dentro do previsto. Tivemos uma preparação intensa nos últimos meses para conquistar essa participação e isso acabou pesando um pouco. Agora é seguir confiante para a prova do km, onde a minha meta é tentar estar entre os dez melhores tempos do mundo“, afirmou Kacio.

Na sexta-feira (4), Gideoni Monteiro inicia sua saga na Omnium, prova mais complexa do programa com seis corridas divididas em dois dias de competição. O mundial vale pontos para o ranking olímpico e será decisivo na definição de vagas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.


Comentários



Relacionados