MENU

Scott Scale 980 2021 aposta no preço competitivo com grupo Deore 12 velocidades

Modelo mais acessível da linha Scale conta com tecnologia Scott, grupo de 12 marchas e freios hidráulicos

A Scale 980 é uma velha conhecida de nossa equipe. Isso porque, há alguns anos, fizemos um teste com a Scott Scale 980 2018. Na ocasião, ficamos impressionados com a alta competência da bike, mesmo sendo ela equipada com componentes de gamas mais básicas.

Scott Scale 980 2021
Scott Scale 980 2021

Na época, nossa maior pendência com o modelo ficou por conta do grupo 1x11, com uma relação 11/42 levemente restrita. Agora, com a Scale 980 2021, a Scott não só resolveu esta limitação com o uso de um Deore 12 velocidades, como apresentou outras melhorias em várias outras áreas da bike, começando pelo próprio quadro.

Além da caixa de direção cônica e do cabeamento interno, o modelo feito em alumínio 6061 com tubos e espessura variável teve sua geometria atualizada para agregar conforto e estabilidade - ideal para quem está começando no pedal.

No papel, a geometria da Scale 980 ficou um pouco mais alongada, com a bike indo dos 419.2mm de alcance no tamanho M para 421.8mm, o que transmite mais confiança em descidas inclinadas. A traseira também cresceu um pouco, aumentando o entre eixos e a estabilidade em velocidades elevadas. Para melhorar o conforto, a Scott levantou em alguns milímetros a frente da Scale, além de deixar o guidão 20mm mais largo.

Como dito acima, a estrela do pacote de componentes é o novíssimo grupo Shimano Deore M6100 de 12 velocidades, com sua ampla relação formada por uma coroa de 32 dentes e cassete Micro Spline 10-51, uma relação capaz de encarar até a mais inclinada das subidas. Além da amplitude excelente, este grupo já utiliza um câmbio com trava que evita as batidas de corrente e tecnologia de trocas Hiperglide+, que reduz o tempo da troca em 1/3 e permite cambiar até sem aliviar a força nos pedais - a vantagem é notável.

O cockpit é todo feito pela Syncros, marca de componentes da Scott que você conheceu neste artigo, com um guidão de 740mm de largura, canote de alumínio e selim Belcarra Regular 2.5.

O controle fica garantido pelos pneus Maxxis Rekon Race 2.25, pela suspensão dianteira Suntour XCR32 RL-R com trava remota e controle de retorno e pelos freios a disco Shimano Hidráulicos - sempre um ponto positivo mesmo em suas gamas mais simples.

Mini Ficha Técnica

Quadro: Scale Alumínio 6061 / Boost QR 5x141mm / Caixa cônica / BB92 / Cabeamento interno
Garfo: Suntour XCR32 RL-R / Mola / Espiga 1 1/8" / Controle de retorno / trava / 100mm
Câmbio traseiro: Shimano Deore RD-M6100 SGS Shadow Plus / 12V
Trocador: Shimano Deore SL-M6100-R / Rapidfire Plus
Pedivela: Shimano FC-MT511-1 32D
Central: Shimano BB-MT500-PA
Corrente: KMC X12
Cassete: Shimano Deore CS-M6100-12 / 10-51 T
Freios: Shimano MT200 Disco
Rotores: Shimano SM-RT10 CL / 180/ Dianteiro e 160 / Traseiro
Guidão: Syncros Alloy 6061 T Reto / 9° / 740mm
Mesa: Syncros Alloy 6061 oversized 31.8mm / 1 1/8" / 6°
Canote: Syncros / 31.6x400mm
Selim: Syncros Belcarra Regular 2.5
Caixa: Syncros OE Press Fit
Cubo dianteiro: Formula CL-51
Cubo traseiro: Shimano FH-MT401-B CL / Boost QR 5x141mm / Micro Spline
Raios: Inox preto 15G / 1.8mm
Aros: Syncros / 32H
Pneu dianteiro: Maxxis Rekon Race / 2.25" / 60TPI
Pneu traseiro: Maxxis Rekon Race / 2.25" / 60TPI
Peso divulgado: 13.6Kg
Preço sugerido: R$ 8.999,90

Mais informações na página da Scott Scale 980 2021.


Relacionados

Comentários

Me parece que querem cobrar mais pelo selo da marca do que pela qualidade.

A Scott tem nome e abusa muito disto, prefiro minha Sense com relação 2x10 deore e suspensão rock Shox a ar, e pesa 13k da de pau nesta ai. Mandou mau Scott!!!

Prefiro mil vezes minha oggi 7.4 2020. Dá o show em todos os componentes nessa ai, fora que pesa com pedais e suporte de caramanhola, 12,2kgs.

Um chumbo de pesada AFF
Pode ter geometria, boa relação, mais o peso no equipamento faz muito diferença

Ñ boto fé nessas bikes de uma coroa so e pequena, so serve praa subir ladeiras

As nacionais barram essa aí. suspensão a mola é maluquice.

9k em uma bike com suspensão de entrada, corrente de entrada, freios de entrada...

Ta fácil não

Um show’
Só não entendi porque aumentou tanto o peso. Tenho uma de 2012 e pesa 11,6

Pesada
Algumas nacionais saem com suspensão rockshox ou manitou e pesam 1,4kg a menos.
Fora o preço, até uns R'1400,00 a menos, com o mesmo grupo.

Pecou na suspensão e quadro não é Boost, melhor continuar nas nacionais na mesma faixa de preço!

Nove mil por.uma bike vir com uma suspensao santour? Scott vende mais o nome que a bike! Vou de sense impact race

Lamentável uma santour

Merecia uma suspensão a ar, pra ficar nota 10!

Bom dia!
Ja ouvi dizer que para as suspensões da Suntour,é difícil encontrar peças de reposição em casos de manutenção,procede?
Obrigado.

Essa matéria parece piada sem graça para realidade tupiniquim.

Essa suspensão suntour acaba com a bike e a deixa pesada!

Essa é um sonho, não uma bicicleta !
Sem palavras !

Não faz mais bicicleta de 1000???

Santour na suspensão não entra aqui em casa. Até hoje uma de nossas suspensões nunca funcionou, então Santour nunca mais.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.