Scott Genius LT Tuned Plus 2016 - Primeiras Impressões


20 MAR, 2017     Pedro Cury    



Tivemos a oportunidade de pedalar a Scott Genius Plus Tuned 2016, durante 3 dias durante o Pass'Portes, que é a abertura das trilhas da região de Portes Du Soleil na Suíça.

A região é um paraíso pra quem gosta de pedalar qualquer categoria do mountain biking, especialmente para quem gosta de descer. Afinal, o trajeto recomendado para o evento tinha apenas mil metros de subidas para 6 mil metros de descidas, sendo possível através dos 9 teleféricos de suporte.

imagem

Ficha Técnica

Quadro: Frente em carbono, traseira em aluminio com geometria regulável
Garfo: Fox 36 Float Factory Fit Kashima 160 mm
Shock: Fox Nude / Scott Custom Shock 160 mm
Transmissão: SRAM XX1
Freios: Shimano XTR
Canote: RockShox Reverb Stealth, ajustável
Mesa: Syncros XM 1.5
Guidão: Syncros AM 1.0 Carbon
Pneus: Schwalbe Nobby Nic 2.8
Rodas: Syncros TR1.5 Plus 27.5
Cubos: Boost Hub 110mm D, 148mm T
Curso das suspensões: 160mm
Tamanhos: small, medium, large e X-large
Peso: 12.64kg no tamanho M

A versão Tuned da Scott Genius LT Plus é uma das mais, se não for a mais, leve bike do mercado com essa quantidade de curso e pneus plus (2016). A bike completa pesa apenas 12.64 kg, o que a coloca no peso inclusive das mais leves de Enduro com pneus tradicionais.

Geometria

A geometria da Scott Genius LT Tuned Plus 2016 pode ser ajustada por uma plaquinha na linkagem da suspensão traseira. Com isso, é possível mudar o ângulo da caixa entre 66.3 e 65.8 graus, rebaixando o central em 5mm.

imagem

Da mesma maneira, o tubo de selim pode variar entre 74 ou 74.5 graus - medidas que deixam o tubo mais em pé, facilitando na hora de escalar trechos mais inclinados com a bike. Outro detalhe fica por conta do chainstay de apenas 448mm, apenas 3 a mais do que o da Genius 700 - algo bastante impressionante se levarmos em conta o uso de largos pneus 2.8 montados em aros de 44 milímetros.

Tecnologias

TwinLoc
O sistema TwinLoc permite o ajuste das duas suspensões ao mesmo tempo por apenas uma alavanca no guidon, em três posições diferentes: curso total (descend - 160mm), curso reduzido (traction control - 100mm) e totalmente travada (climb). Em 2016, a alavanca foi reformulada e fica na parte de baixo do guidon, bem mais prático agora que a maioria das bikes não tem mais passador de marcha no lado esquerdo.

Geometry Chip - Todas as Genius possuem uma pequena placa de metal no amortecedor para que seja alterada a geometria da bike entre as posições high e low, alterando a altura do movimento central, ângulo de direção e ângulo do selim. A ideia é deixar a bike mais eficiente ao pedalar ou mais eficiente nas descidas, como citado acima.

imagem

A Bike

Quadro
A Genius LT Tuned Plus usa o mesmo triângulo dianteiro de carbono das Genius de rodas 29, porém o uso de um adaptador na caixa de direção reduz o valor do ângulo de caixa para 67.3 graus. O triangulo traseiro feito em alumínio aposta na tecnologia de eixos boost para aumentar a rigidez do sistema.

Pneus Plus
A Scott alega que o maior arrasto do pneu plus tira apenas 5 watts de potência da pedalada e o peso dos aros e pneus mais largos é apenas 230g a mais que um par de rodas 29”x 2.3”, porém não verificamos essa informação.

O quadro também permite que se use pneus 29 tradicionais, mas lembrando que a roda precisa estar no novo padrão de eixos boost. Isso é uma grande vantagem, já que algumas marcas lançaram versões separadas de uma "mesma" bike plus e 29".

O Teste

Subidas
Apesar de muitas descidas, também era preciso subir com a Genius. É claro que, como em qualquer bike de Enduro de muito curso, não se pode esperar muito desempenho nas subidas. No caso da Genius, os pneus plus ainda possuem uma maior área de contato e possivelmente rolam menos que um pneu tradicional.

imagem

Apesar disso, subir não é tão ruim quanto parece. O sistema Twinloc aqui faz uma grande diferença, permitindo um estágio de trava total para subidas mais lisas e trava intermediária para subidas técnicas. Tudo isso ao toque de apenas uma alavanca.

Pra completar, a posição de pedalada é bem equilibrada, com o tubo de selim em 74 ou 74.5 graus, dependendo da posição do amortecedor. Testamos a bike apenas na posição Low, que é a menos eficiente nas subidas.

Os pneus 27.5” x 2.8” plus rolam menos que pneus tradicionais, porém não foram tão ruins quanto parecem. O maior tamanho do pneu os colocam quase como uma roda 29”, que somado à uma maior tração, os deixam muito eficiente em subidas técnicas.

Descidas
Como era de se esperar, a Genius mostra seu potencial quando a trilha aponta pra baixo. A suspensão dianteira de 160mm atropela quase tudo sem reclamar. Seu ângulo de direção na configuração low é de 65.8 graus, que ajuda a manter a estabilidade em alta velocidade.

Foram poucas as situações onde faltou uma geometria ainda mais agressiva, apenas quando a trilha ficava bem inclinada e rápida. Trechos específicos, difíceis de acontecer nas provas de Enduro, especialmente no Brasil.

Suspensões
O funcionamento é ótimo e não deixou a desejar em nenhum momento. É preciso investir um tempo no ajuste fino, principalmente na velocidade de retorno para compensar os pneus plus, que com pouca pressão, tem uma tendência a "quicar".

imagem

Em ambas as pontas, os amortecedores são bem progressivos e mesmo a versão específica do amortecedor traseiro, com Twinloc, não mostrou qualquer problema. Pelo contrário, é um dos sistemas que mais gostamos.

Pneus
Tivemos a felicidade de testar os pneus plus, quando ainda eram protótipos de outras bikes, no final de 2015 e também em sua versão final.

Nossa impressão foi parecida com as anteriores - Em situações com muitos obstáculos, especialmente sequência de raízes e pedras, eles são muito eficientes quando usados em pressões bem baixas. Já em alguns perfis de curvas, é preciso fazer um maior esforço ou fazer a curva de uma maneira diferente - com o tempo se pega o jeito.

A Scott usa aros mais largos e pneus um pouco mais estreitos na sua configuração. Essas características ajudaram a dar um comportamento mais tradicional, porém, não substituem no comportamento dos pneus normais.

Onde não gostamos foi na lama. Os cravos são pequenos e a área de contato é larga, então eles acabam escorregando mais do que o normal, especialmente quando a lama é mais densa / funda.

Geometria
Acostumar com a bike não foi imediato, mas fácil. Talvez os pneus plus sejam o que mais dificultam essa adaptação, pela questão das curvas e também por obrigar a descobrir uma configuração que compensam o "quique" dos pneus.

Configuração Geral
A versão Tuned é a configuração topo de linha do modelo e não era de se esperar pouco desempenho das partes. Os freios Shimano XTR foram usados ao extremo e não apresentaram qualquer problema.

Pontos positivos

Peso
Twinloc
Compatibilidade entre Plus e 29"

Pontos Negativos

Pneus na lama

Conclusão

A Genius LT Plus está no lado mais extremo do Enduro, porém conta com a versatilidade das travas TwinLoc, baixo peso e permite uma montagem com rodas 29”.

Mesmo estando poucos dias com a Genius, deu pra perceber que a bike é bastante flexível e uma opção excelente pra quem quer muito curso, mas sem perder tanta eficiência.

Como se era de esperar, o preço acompanha toda essa flexibilidade, custando cerca de 8 mil dólares lá fora.

Piloto: Pedro Cury (Strava)


Fotos (7)

foto 0 - Pedro Curyfoto 1 - foto 2 - foto 3 - foto 4 - Mais Fotos

Comentários





Relacionados