MENU

Santa Cruz Heckler - eMTB ganha motor Shimano EP8 e montagens Mullet

Além de novo sistema de propulsão mais potente, bike elétrica ganha opção de usar rodas 29 na frente com 27.5 atrás

Lançada no início de 2020, a Heckler foi ressuscitada na linha da Santa Cruz com uma mountain bike de pedal assistido com uso indicado para trail e enduro, com rodas exclusivamente em aro 27.5.

Santa Cruz Hecler eMTB
Santa Cruz Hecler eMTB

Agora, a marca norte-americana apresenta uma nova versão de sua primeira E-MTB, que aposta no novo motor Shimano EP8 e em montagens mullet, com aro 29 na frente e 27.5 atrás - os modelos com rodas misturadas são chamados de MX.

Os dados básicos de geometria são:
Ângulo da caixa - 65.5 na 27.5 / 64.6 na Mullet
Altura do central: - 346 na 27.5 / 348 na Mullet
Rabeira: - 445 em ambas
Alcance tamanho M: 445 na 27.5 / 436 na Mullet

Nesta linha, a Santa Cruz reduziu um pouco o curso da suspensão, que sai de 160mm na frente e 150mm atrás para 140mm nas duas extremidades. Segundo a marca, isso foi feito para não elevar a altura do movimento central, o que prejudicaria o comportamento da bike em curvas e trocas de direção. As versões com rodas 27.5 continuam com o mesmo curso de antes.

Santa Cruz Hecler eMTB
Santa Cruz Hecler eMTB

O desenho do quadro exclusivamente em carbono continua sendo bem "parrudo", com o tubo inferior tendo espaço suficiente para armazenar uma bateria de 500Wh. Vale destacar que, além de ser cerca de 300g mais leve, o novo EP8 ainda tem mais torque. Agora, são 85Nm, um valor 21% maior do que no E8000 - além disso, ele é menor e tem mais capacidade de dissipar calor.

Santa Cruz Hecler eMTB
Santa Cruz Hecler eMTB

O novo motor da Shimano estará presente em quase todos os modelos da gama, menos no mais simples (este será equipado com um Shimano E7000).

Mais informações e modelos no site da Santa Cruz.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.