Sagan afirma que regras contra dopagem criam vida de prisão


13 DEZ, 2016     Gustavo Figuereido    



Em uma recente entrevista ao jornal alemão Sportschau.de, Peter Sagan, ciclista de 26 anos, bi-campeão mundial e camisa verde do Tour de France por 5 temporadas consecutivas afirmou que os ciclistas de sua geração ainda estão pagando por erros cometidos no passado.

imagem
Foto: Fabio Braga / Specialized

Quando o entrevistador afirmou que ainda hoje muitos patrocinadores evitavam o ciclismo por conta dos constantes escândalos de doping do passado, Sagan disparou: "O que passou, passou. Vivemos com em uma prisão, temos que falar o tempo todo onde estamos e os controles podem acontecer em qualquer lugar", disse.

"O ciclismo agora é muito limpo. Tive sorte de chegar ao ciclismo quando ele já estava limpo e o fato de tantos ciclistas jovens conseguirem vencer hoje em dia mostra que essas coisas não podem mais acontecer", complementou.

Além disso, o ciclista ainda afirmou estar feliz por representar uma equipe alemã, a Bora-Hansgrohe, na próxima temporada, afirmando que foram-se os dias em que o ciclismo dependia de dinheiro estatal ou de fabricantes de bicicleta. "A Bora-Hansgrohe mostra que as coisas estão mudando. As empresas com dinheiro estão vindo para o ciclismo porque elas podem vender bem seus produtos", explicou Sagan.


Fotos (1)

foto 0 -

Comentários