home

Quase 1 milhão de usuários já passaram pela Ciclovia Rio Pinheiros

São 21,5 Km de Ciclovia com cinco pontos de acesso


11 OUT, 2013     Guiné    



Além de opção de lazer, a Ciclovia Rio Pinheiros, da CPTM, é também uma alternativa saudável para o deslocamento diário na capital. São 21,5 km ligando a Av. Miguel Yunes, de onde parte a Ciclofaixa de Lazer Guarapiranga, à estação Villa-Lobos-Jaguaré, com acesso em cinco pontos:

- Na Av. Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo;
- Na estação Jurubatuba;
- Pela passarela da Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), junto à estação Vila Olímpia;
- Na estação Santo Amaro;
- Pela Ponte Cidade Universitária.

A Ciclovia Rio Pinheiros funciona das 4h às 0h. Os ciclistas têm à disposição seis pontos de apoio com banheiro, bebedouro e atendimento: Av. Miguel Yunes, Santo Amaro, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos-Jaguaré. Há um estacionamento para carros com 49 vagas localizado no acesso da Ciclovia pela Av. Miguel Yunes.

Uso de bicicletas no sistema

Hoje existem 6.574 vagas para os usuários da CPTM guardarem suas bicicletas. Cerca de 20 mil passageiros já se cadastraram nos 25 bicicletários ao lado das estações. Para o cadastro, é necessário apresentar o RG, levar o próprio cadeado e a própria corrente.

Para garantir a segurança dos ciclistas, a CPTM desenvolveu um Sistema de Controle dos Bicicletários (SCB). O cadastro é feito online e uma webcam fotografa a bicicleta e seu dono. Este processo gera um código de barras, colocado na bicicleta com lacre de segurança. A leitura do código permite identificar as informações do usuário evitando roubos.


Comentários



Relacionados