MENU

ProShock apresenta máquina de CNC

Empresa investe em novas tecnologias com foco na qualidade

A ProShock inova mais uma vez e apresenta a sua nova arma: máquina de CNC. Para quem não sabe o que significa, o CNC é um controlador numérico que permite o controle de máquinas e é utilizado principalmente em tornos e centros de maquinação. Essa máquina permite o controle simultâneo de vários eixos, através de uma lista de movimentos escrita num código específico (código G). Código G é um nome comum para a linguagem de programação que comanda essas máquinas.

A máquina já está na fábrica da ProShock e atende pelo singelo nome de TBC60 – um moderno centro de torneamento com oito eixos controlados por CNC, responsável por uma qualidade excepcional na fabricação de peças.

O site Pedal teve acesso exclusivo a duas fotos do processo de fabricação de uma das peças da ProShock.

imagem
Produção da peça do sistema TFX de travamento


Foco na qualidade

Desenvolvida com um conceito de cabeçote suíço, os oito eixos trabalham simultaneamente garantindo a altíssima precisão na manufatura das peças, além de ampliar a capacidade de produção da ProShock, pois agiliza o processo fabril.

“A aquisição dessa máquina é fundamental para mantermos nosso foco no desenvolvimento de produtos de alta tecnologia com qualidade premium. Assim ganhamos tempo e liberdade para novos projetos de engenharia e design.”, disse Heverton Theodoro, engenheiro de produção da ProShock.

“É um processo que demanda mão de obra especializada e um pessoal treinado e capacitado para executar a função. O que nos deixa bastante satisfeitos, pois damos a nossa parcela de contribuição para a profissionalização do mercado brasileiro de bicicletas”, completa Heverton.

Além de garantir uma qualidade fantástica na fabricação de peças internas das suspensões, a nova máquina amplia a possibilidade para o desenvolvimento de novas peças, um dos objetivos da ProShock em curto prazo.

Vantagens do CNC

A introdução do CNC na indústria mudou radicalmente os processos industriais. Curvas são facilmente cortadas, complexas estruturas com 3 dimensões tornam-se relativamente fáceis de produzir e o número de passos no processo com intervenção de operadores humanos é drasticamente reduzido. O CNC reduziu também o número de erros humanos (o que aumenta a qualidade dos produtos e diminui o retrabalho e o desperdício), agilizou as linhas de montagens e tornou-as mais flexíveis, pois a mesma linha de montagens pode agora ser adaptada para produzir outro produto num tempo muito mais curto do que com os processos tradicionais de produção. Acompanhando o desenvolvimento tecnológico da informática e a tendência por uma interatividade cada vez maior com o usuário, o código e linguagem de máquina também evoluiu.

Fotos (2)

foto 0 -  Mais Fotos


Conteúdo Relacionado

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.