MENU

Polícia Alemã descobre nova substância dopante similar ao EPO

Revelações fazem parte da Operação Aderlass, realizadas pelas polícias da Alemanha e da Áustria, que revelou uso de hemoglobina sintética

As forças policiais da Alemanha e da Áustria, realizadoras da operação Aderlas contra o doping em diversos esportes, relevou que alguns atletas fizeram uso de um novo tipo de hemoglobina sintética que ainda não foi apresentada ao mercado. A hemoglobina, ou glóbulo vermelho, carrega o oxigênio pelo sangue e, por isso, melhora o rendimento de atletas.

Foto 77173

O produto chamado Hemoglobina Humana H7379 teria um efeito semelhante ao EPO e, segundo o jornal belga Het Nieuwsblad, a substância teria sido utilizada no pelotão profissional do ciclismo no esquema de micro dosagem entre 2016 e 2017.

Em agosto, as autoridades prenderam um croata que fornecia a substância para Mark Schmidt, ex médico das equipes Gerolstener e da Milram. O fornecedor teria colaborado com as investigações, revelando a existência da substância.

A droga tem apresentação liofilizada e é produzida por uma subsidiária da indústria química e farmacêutica Merck, e foi criada para substituir o sangue natural em casos de emergência médica.

Segundo notícias, a equipe de investigação obteve o nome dos atletas que utilizaram a substância, tendo passado a informação para a UCI.

Atualmente, exames anti-doping podem detectar a presença deste tipo de substância; Porém, para isso é necessário realizar testes mais aprofundados.

Por conta disso, a entidade máxima do ciclismo está realizando uma re-testagem de diversas amostras colhidas no pelotão em 2016 e 2017.

Até o momento, os resultados destes testes não foram anunciados, com a Comissão Anti-Doping da UCI (CADF) afirmando que não vai comentar o assunto até que tudo esteja finalizado. A mesma afirmação foi feita pela WADA, agência mundial anti-doping.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.