MENU

Pico da Performance - Aspectos psicológicos

O esporte é tudo, e só é prejudicial se feito de maneira incorreta, sem acompanhamento profissional. Quem faz não larga, e quem tem objetivos altos, está sempre em busca de aperfeiçoamento e do “PICO DA PERFORMANCE”.

O pico de performance (Peak Performances) significa aquele momento “mágico”, o qual um atleta consegue executar sua performance tanto física quanto psicologicamente, sem nenhum erro, de uma maneira excepcional e natural. E é nessa fase que geralmente os atletas conseguem seus recordes pessoais. Esse é o momento crucial, que o atleta e seu técnico trabalham tanto em busca da excelência.

Atletas podem ser treinados para que eles alcancem esse pico de performance? Quais são as características principais de atletas que atingem esse momento mágico?

Com mais de 11 anos de experiência em esportes de resistência a nível profissional (triathlon, ciclismo e mountain bike), eu pude perceber que o mais importante é ficar traquilo e deixar tudo fluir naturalmente. Acontece muito, e já aconteceu comigo, de nós atletas fazermos tudo certo para finalmente chegarmos ao pico em uma competição importante, que gastamos uma temporada inteira para ir bem em uma só competição... E acaba que isso pôe uma pressão muito grande sobre nós, e ao invés de ajudar, atrapalha.

Nos últimos 20 anos, houveram muitas pesquisas no campo psicológico, sobre os aspectos psicológicos que levam ao pico de performance. Ken Ravizza foi um dos primeiros psicólogos esportivos a publicar um estudo com as experiências subjetivas de atletas durante seu pico de performance. Mais de 80% dos atletas perceberam as seguintes características:


· Inexistência do medo de perder;

· Inexistência de pensamentos sobre a performance em si;

· Foco total na atividade;

· Performance fluindo naturalmente e sem esforço;

· Sentimento de estar em total controle da situação;

· Experiência única, temporária e involuntária


Em outro estudo, Loerh and Garfield entrevistaram centenas de atletas de elite e identificaram 7 características físicas e mentais que os levaram ao pico de performance:

1. Relaxamento mental – Isso foi descrito como uma paz interior. Os atletas responderam que eles tinham um alto nível de concentração nesse estado, fazendo como se o tempo estivesse mais lento. Em contrapartida, a perda da concentração foi relacionada ao senso de que tudo estava acontecendo rápido demais.

2. Relaxamento físico – Sentimento de que os músculos estavam relaxados e fluindo com os movimentos.

3. Confiança / Otimismo – Atitude positiva, auto-confiança e otimismo. Conseguir manter o controle e a pose mesmo em momentos difíceis da competição.

4. Foco no Presente – Harmonia: quando o corpo e a mente estão trabalhando juntos. Nenhum pensamento do futuro ou do passado. O corpo funciona automaticamente, sem esforço mental.

5. Muita energia – Um estado de alta energia frequentemente descrita como sentimentos de satisfação, ecstasy, intensidade, e estar “quente”

6. Alerta extraordinário - o atleta está alerta a tudo. Ele está alerta em relação à reação dos outros competidores - eles perecem ler o próximo passo dos outros atletas.

7. Sob controle – O corpo e a mente parecem saber exatamente o que fazer.

Fonte: Hugo Pradoneto com o complemento do livro Applied Sports Psychology- 3rd edition.


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.