home

Opinião - Tramadol (finalmente) terá seu uso proibido pela UCI


23 JUN, 2018     Gustavo Figueiredo    
     


Segundo a Wikipédia, o "Tramadol é um opioide que é usado principalmente como analgésico de ação central que alivia a dor atuando sobre células nervosas específicas da medula espinhal e do cérebro". Mais do que isso, porém, ele é um dos medicamentos mais comumente encontrado em exames de ciclistas. Rara se ter ideia, o Tramadol foi encontrado em 675 exames realizados em 2015 - proporção maior do que em outros esportes.

Assim como outros analgésicos, o Tramadol pode causar vício e na própria bula do medicamento podemos ver que não se deve dirigir ou operar maquinário durante o tratamento, por conta de efeitos colaterais como tontura e sonolência. Apesar disso, seu uso é permitido permitido pelo regulamento da WADA (e por tabela o da UCI) até mesmo durante competições - ao menos até o começo do ano que vem.

Acontece que, segundo evidências anedóticas e até estudos científicos, ele é capaz de melhorar o desempenho de ciclistas. Além disso, o uso disseminado do Tramadol vem sendo apontado como causa de inúmeros tombos. Agora, o que eu me pergunto é: como um medicamento viciante, que melhora o desempenho, pode causar acidentes e está claramente tendo um uso abusivo no pelotão não foi proibido há muito tempo?

Agora, depois de bastante pressão, finalmente a UCI "percebeu" que algo como o Tramadol não pertence ao ambiente das corridas de bicicleta - ele sim é um risco para todos, muito mais do que freios a disco. Por isso, a nova regulamentação da UCI que passa a valer a partir do dia 1 de janeiro de 2019 coloca um ponto final nesta história.

"Considerando que o Tramadol é um analgésico forte associado à efeitos colaterais indesejados como tontura, perda de reflexos e com risco de causar vício, banimos o uso deste medicamente competições por motivos de saúde", explicou a entidade em nota.

Finalmente, hein UCI? E a WADA, está esperando o que?


Comentários



Relacionados