home

Open Shimano de downhill 2018 - Bariloche - Lucas Borba conquista pódio

Etapa de Bariloche marcou a celebração dos dez anos da principal competição de downhill da América Latina


29 JAN, 2018     Gustavo Figueiredo    



O catarinense Lucas Borba fez bonito na abertura da edição de 2018 do Open Shimano, ano em que a principal competição latino-americana de downhill comemora dez anos de existência. Na primeira de três etapas da temporada, realizada em Cerro Catedral, em Bariloche (ARG), Luquinha garantiu um lugar no pódio, ao terminar a corrida na quarta colocação entre os profissionais.


Foto 66446
Lucas Borba no Cerro Catedral    Claudio Olguín / Open Shimano

O título ficou com chileno Mauricio "el Taka" Acuña, seguido do colombiano Marcelo Gutierrez. Completaram o top 5 o equatoriano Mario Jarrin, em terceiro lugar, e o argentino Jerónimo Paez, em quinto.


Após garantir a segunda colocação na fase qualificatória, buscar um lugar entre os cinco melhores do continente passou a ser a principal meta de Lucas Borba no fim de semana. "Confesso que fiquei surpreso ao terminar o dia do qualy no segundo lugar. Aí, vi que poderíamos fazer uma boa prova e lutar por uma boa posição no pódio", contou Luquinha.

"Esta foi minha primeira vez competindo nesta etapa. O fato de disputar o título com os atletas locais e os experientes estrangeiros que sempre competem nessa prova, me deixou muito feliz", completou.

"Na decisão o cenário estava muito difícil, porque a pista estava totalmente destruída e com muita poeira e areia. Cometi dois erros, um deles inclusive tive que fazer muita força com a bike para não cair. Nas condições em que se encontrava o traçado, penso que era impossível fazer uma descida sem erros, ainda mais numa prova final, onde buscamos sempre o nosso limite. Perdi alguns segundos, mas fiquei feliz com meus desempenho", finalizou o catarinense, que tem sua bike equipada com componentes de ponta Shimano, para garantir o melhor desempenho possível nas condições desse tipo de prova de gravidade.

A etapa comemorativa dos dez anos do Open Shimano contou com mais de 170 pilotos inscritos, que puderam estrear um novo traçado no tradicional circuito da Ladeira Sul de Cerro Catedral.

"Essa pista era realmente de outro planeta. Nunca tinha pedalado em um terreno como esse. Havia muita areia e pó em todo o circuito, o tempo todo a bike ficava instável, exigindo equilíbrio puro dos atletas, sem contar com os quase cinco minutos de descida. Foi incrível", destacou Luquinha.


Comentários



Relacionados