MENU

Ônibus atinge grupo de ciclistas na Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo

Atropelamento aconteceu no quilometro 17 sentido capital próximo da entrada da Marginal

Um grupo com cerca de 10 ciclistas foi atingido por um ônibus da Viação Danúbio Azul na Rodovia dos Bandeirantes, próximo à entrada da Marginal Pinheiros. A colisão aconteceu na manhã deste sábado na altura de Pirituba, no quilômetro 17, sentido capital.

Foto 70791
    Desconhecido / WhatsApp

Segundo informações da CCR Autoban, três ciclistas não resistiram aos ferimentos, sendo que um faleceu no local e outros dois à caminho do hospital. Outros seis ciclistas sofreram ferimentos menos severos. A polícia informou que uma das vítimas é do sexo feminino e ao menos cinco são do sexo masculino A PM não soube informar para qual hospital as vítimas foram encaminhadas. O resgate do grupo envolveu sete viaturas do Corpo de Bombeiros e um helicóptero Águia da Polícia Militar. O Pedal.com.br entrou em contato com a Viação Danúbio, porém não conseguiu falar com o responsável.

O grupo envolvido era o JP Ciclismo, do conhecido atleta Ceará. As informações sobre como o acidente aconteceu ainda são contraditórias, com diferentes versões circulando pelas redes sociais. Estamos procurando mais informações oficiais e a matéria será atualizada, com o texto sendo editado assim que elas forem chegando.

A equipe do Pedal se solidariza com as vítimas e se coloca à disposição para qualquer tipo de ajuda.

Atualizações

26/01 - 12:36 - O Pedal.com.br entrou em contato com a CCR Autoban que confirmou que no local duas vitimas foram a óbito e outra morreu a caminho do hospital.
Texto Editado às 17:48


Relacionados

Comentários

Meu mundo boa tarde, só vi essa matéria hj. E meu sinceros pêsames. Li muitos comentários criticando o motorista da viação Danúbio Azul e um único comentário dizendo que o motorista evitou uma tragédia. Sim isso é vdd pois esse acidente se não fosse um motorista experiente poderia ter sido muito pior. Eu não sei ao certo quantos ciclistas haviam no momento do acidente. O ônibus tinham 46 pessoas fora crianças de colo. Juntando isso imagina mais os ciclistas. Alguns passageiros disseram que o motorista discutiu com um motoqueiro. Isso está correto mas isso ocorreu após o motorista tentar desviar dos ciclistas que invadiram a pista e assim obrigando ao motorista ir para outra faixa. Aquele trexo ônibus e veículos de grande porte, é obrigatório transitar na 5 faixa. Caso contrário é lavrada uma multa. Se alguém tiver alguma dúvida entra em contato com assessoria da empresa e pede as imagens do acidente pois existem 2 câmeras o ônibus

Relatos de passageiros do ônibus indicam que o motorista do ônibus teria discutido com um motoqueiro e acelerado para persegui-lo depois. Pra ser sincero, já andei em muito pelotão em SP, é muito difícil vc não ser visto, primeiro por que o pelote acelera pra valer e geralmente o pessoal faz sinais pra indicar pra quem vai atrás qual o caminho, dificilmente um pelote mudaria de faixa sem sinalizar. Acredito que o que deve ter acontecido é que o pelote pensou que o ônibus estava longe, porem ele deveria estar mais rápido que o normal, a velocidade muda totalmente o tempo de reflexo do cérebro, quem nunca chegou numa bifurcação e estava tudo tranquilo, de repente aparece um carro do nada. Mas fica um alerta pra todos os ciclistas, estrada no Brasil é terra sem lei, se a cabeça do pelote indicar uma mudança, olhe pra trás e confirme se esta tudo OK, não podemos vacilar nem um segundo.

Boa tarde a todos, sou um desses ciclistas que utilizam as rodovias, assim como estradas, ruas, ciclovias, ciclo-faixas e parques. AONDE PODEMOS PEDALAR? fico triste com certos comentários, pois a uso como transporte para trabalho (Anhanguera indo e Bandeirantes voltando) e como esporte tbém, estava pedalando em uma rodovia quando recebi essa triste notícia, praticamente no mesmo lugar que fui atropelado (acostamnto) no sentido contrário na rodovia dos BANDEIRANTES, ocorreu esse trágico acidente, meus sinceros sentimos aos familiares ???, que Deus os conforte ??
mais msgs de amigos

Marcos Souza ( Se Acredita Tenta )
Marcos Souza ( Se Acredita Tenta ) Muito triste
27 de janeiro de 2019
Erivelto Esportivos????
Erivelto Esportivos???? Sem comentários muito triste e com medo de rodovia mais não podemos parar de pedala
27 de janeiro de 2019
João Paulo Silva Silva
João Paulo Silva Silva ?????? infelizmente nós que praticamos esse esporte não somos respeitados.mioto triste lamentável inadmisivel.....que o senhor Dios conforte a família........
27 de janeiro de 2019
Magno Santos
Magno Santos Muito triste quando vemos esses acontecimentos,infelizmente aqui no Brasil, nos vêem como pessoas que atrapalham a vida de certos motoristas,não estou dizendo que esse foi o caso!, más falta respeito!humanidade!É amor ao próximo, na educação de certos motoristas! Só me resta compartilhar com você minhas condolências à família das vítimas, e que Deus nos guarde! Pra que se a mentalidade não mudar! Não venham os a ser os próximos ???????????????????????????????????????????????????????????respeitar os ciclistas é amar ao próximo ??
27 de janeiro de 2019
Nego Medianeira
Nego Medianeira Sem comentário, meus sentimentos familiares
27 de janeiro de 2019
rodrigo piovesana ????????
rodrigo piovesana ???????? Meus sentimentos aos amigos e familiares.
27 de janeiro de 2019
Regina Morena
Regina Morena Muito triste...meus sentimentos aos familiares.
27 de janeiro de 2019
Tutu Marconato
Tutu Marconato Patrao.. a gente aqui (Minas) soube da notícia...triste....muito mesmo...QUE DEUS CONFORTE AS FAMÍLIAS.... fico mais triste..pq podeiaa ter sido evidafo5
27 de janeiro de 2019
Luiz Carlos Otoboni
Luiz Carlos Otoboni Infelizmente não podemos mudar essa fatalidade, mas transmita nossos sentimentos à família e a todos do pedal....
28 de janeiro de 2019

Boa tarde a todos, sou um desses ciclistas que utilizam as rodovias, assim como estradas, ruas, ciclovias, ciclo-faixas e parques. AONDE PODEMOS PEDALAR? fico triste com certos comentários, pois a uso como transporte para trabalho (Anhanguera indo e Bandeirantes voltando) e como esporte tbém, estava pedalando em uma rodovia quando recebi essa triste notícia, praticamente no mesmo lugar que fui atropelado (acostamnto) no sentido contrário na rodovia dos BANDEIRANTES, ocorreu esse trágico acidente, meus sinceros sentimos aos familiares ???, que Deus os conforte ??
mais msgs de amigos

Marcos Souza ( Se Acredita Tenta )
Marcos Souza ( Se Acredita Tenta ) Muito triste
27 de janeiro de 2019
Erivelto Esportivos????
Erivelto Esportivos???? Sem comentários muito triste e com medo de rodovia mais não podemos parar de pedala
27 de janeiro de 2019
João Paulo Silva Silva
João Paulo Silva Silva ?????? infelizmente nós que praticamos esse esporte não somos respeitados.mioto triste lamentável inadmisivel.....que o senhor Dios conforte a família........
27 de janeiro de 2019
Magno Santos
Magno Santos Muito triste quando vemos esses acontecimentos,infelizmente aqui no Brasil, nos vêem como pessoas que atrapalham a vida de certos motoristas,não estou dizendo que esse foi o caso!, más falta respeito!humanidade!É amor ao próximo, na educação de certos motoristas! Só me resta compartilhar com você minhas condolências à família das vítimas, e que Deus nos guarde! Pra que se a mentalidade não mudar! Não venham os a ser os próximos ???????????????????????????????????????????????????????????respeitar os ciclistas é amar ao próximo ??
27 de janeiro de 2019
Nego Medianeira
Nego Medianeira Sem comentário, meus sentimentos familiares
27 de janeiro de 2019
rodrigo piovesana ????????
rodrigo piovesana ???????? Meus sentimentos aos amigos e familiares.
27 de janeiro de 2019
Regina Morena
Regina Morena Muito triste...meus sentimentos aos familiares.
27 de janeiro de 2019
Tutu Marconato
Tutu Marconato Patrao.. a gente aqui (Minas) soube da notícia...triste....muito mesmo...QUE DEUS CONFORTE AS FAMÍLIAS.... fico mais triste..pq podeiaa ter sido evidafo5
27 de janeiro de 2019
Luiz Carlos Otoboni
Luiz Carlos Otoboni Infelizmente não podemos mudar essa fatalidade, mas transmita nossos sentimentos à família e a todos do pedal....
28 de janeiro de 2019

Anilson Diogo falou tudo..

Galera, não vou mentir... já treinei um monte de vezes na Bandeiranes, Airton Senna, Anhanguera, todas estes estradões que saem de Sampa pq o piso é bom, vc roda um treino de qualidade, antes de acusarmos o grupo de ciclistas vamos pensar que eles estavam praticando o esporte que curtem amam e se dedicam, alguns por razões profissionais outros apenas amadoristicas.

Mas q é ARRISCADO é ! Eu tenho evitado. Vou quase nada. Além do q vc fica exposto aos assaltos (tive uma bike de competição roubada a mão armada na Airton Senna altura de Jacareí). O ciclismo é um esporte de médio risco, não chega a ser radical mas tem uma dose considerável de perigo, que não se iludam os praticantes. Vc pode morrer na Bandeirantes como pode morrer em qq trilha dita segura. A fatalidade nos acompanha. Tô nele faz 3 décadas já passei por cada uma... sei bem. Mas não deixo de fazer, porque amo pedalar.

Porém, evitar o risco maior faz parte das nossas consciências como praticantes do esporte, até mesmo para desenvolvê-lo, trazer cada vez mais e mais adeptos, seja para formar campeões, seja para a sua popularização (que em nosso Brasil ainda é ridícula). Estes ataques da imprensa são normais, sempre tem um viés. Somos um país de motorizados, em que a cultura do carro (a carrodependência - como diz o Prof. Paulo Saldiva) ainda impera. Está mudando, mas bem devagar. As estradas foram só pensadas para ônibus, caminhões e automóveis. Embora o Código de Trânsito afirme que podemos trafegar - sim - no acostamento das rodovias. Mas são agressivas para nós. A cada trevo que se passa, a cada ponte estreita que se aproxima. São poucas as placas que orientam e advertem a nossa presença aos motoristas.

Estive no Canadá há cerca de 2 meses; lá é terminantemente PROIBIDO de se circular nas highways. Eu entrei (meio) equivocadamente em uma, fui em 5 minutos - educadamente - retirado dela. A comparação só não é 100% válida porque não se pode considerar nenhuma destas melhores estradas nossas com o padrão de uma highway estrangeira. Onde a segurança é plena, todos os acessos são controladíssimos, seja de ciclistas, pedestres e animais. Contudo, nos países desenvolvidos eles provêm estradas seguras para a prática do ciclismo de velocidade e de distância, eu vi com meus próprios olhos e pedalei com segurança. Há respeito. São estradas secundárias, paralelas às highways, mas com piso decente e placas indicativas, limites de velocidade de 60km, sem caminhões de 3 eixos. Ou seja, o sistema viário INCLUI O CICLISTA, não o exclui. Mitigam-se os riscos do esporte.

E é por isso que eles seguem ganhando e ganhando as provas de longa, perseguição, etc. Enquanto nós tentamos treinar, arriscando-nos. Haja vista os resultados que já conseguimos no MTB, grandes campeões como o Avancini, vêm cada vez mais disputando o pódio com os gringos. Mas no ciclismo de longa distância (que aliás é e sempre e será a minha grande canhaça a gente sequer arranha os primeiros lugares nos Tours de France, Giro d'Itália, La Vuelta... e vai por aí). Um grande expoente que tínhamos foi vitimado absurdamente num treino na Rio-Santos - Claudio Clarindo em 2016.

Que este episódio da Bandeirantes não caia logo no esquecimento, como tantas outras tragédias que se sucedem nesta república das bananeiras, goiabeiras do canto austral da América Latrina (Mariana, Boate Kiss, Brumadinho...) e pode despertar os neurônios adormecidos (quase inexistentes) das nossas autoridades constituídas e competentes (?!) mas de toda a organização civil.

Meus mais profundos sentimentos a todas as famílias e amigos envolvidos neste acidente. Bora pedalar, gente! Em homenagem a estes grandes caras.

Eu sou o Anilson Diogo, e deixo o meu comentário aqui. Porque tem pessoas que não conhece nem a lei, do trânsito pra falar que na pista não é lugar de ciclista... Esse tem que voltar a fazer auto- escola, pra entender e conhece melhor a lei!! Pois a pista é de todos e o que tem fazer é ser mais pludente na estrada e lembra quê, em um carro, moto, bicicleta ou seja o que for acima de tudo quem esta nele é uma vida. Que poucos no trânsito pensa nisso então quem fala essa bobeira e porque ainda não sentiu na pele como é perde uma pessoa querida por imprudência de pessoas que deveria nunca pegar no volante....

Acho que o motorista do ônibus evitou uma tragédia maior, pois o carro de apoio dos ciclistas, parou muito rápido, aonde os ciclistas tiveram que invadir a quinta faixa da rodovia, onde o ônibus da viação Danubio Azul estava transitando. Acho que a consesionaria AUTO BAM....é a maior responsável, pois deveria conificar a quinta faixa, assim ciclistas terão uma faixa a mais acostamento, Enfim este acidente não teria acontecido si tivessem feito isso....Mas estou de luto...

Primeiramente meus sentimentos aos familiares e amigos das vítimas, uma pena o que aconteceu.
Agora, fica o alerta pra todos nós que pedalamos. Após uns 20 anos pedalando por aí, eu penso que não dá mais pra arriscarmos o pescoço em Rodovias como esta onde ocorreu essa tragédia. Infelizmente somos os mais vulneráveis nessa situação. Não sou de SP mas passo pela região em viagens de carro, e estradas como a bandeirantes, Dutra, Ayrton Senna, Rodoanel e outras nos trechos de grande movimento, é roleta russa fazer pedal ou colocar um pelotão pra rodar. O fluxo de veículos é enorme, se anda em alta velocidade, e os motoristas em geral não estão muito aí pra nós.. o tempo todo se criam rotas de colisão, basta uma distração de algum dos lados que está feita a tragédia. Fora motorista bêbado, drogado, rebitado, que cochila... E só nós ciclistas, temos a perder. Não adianta termos razão, estarmos corretos perante a lei, se estamos morrendo.
Por favor pessoal, quem puder, evite essas estradas, se tiver como treinar numa estrada menos movimentada, de terra que seja, acho mais prudente. É claro que falta estrutura pro nosso esporte, as estradas em geral são pensadas só pra automotores, mas vamos nos cuidar. E se for andar num desses lugares terríveis (ou onde for) pedalem por sí e pelos outros, cuidem-se, jamais confiem que o motorista vai te 'enxergar' ou reduzir/ desviar por nossa causa. Não adianta estarmos certos se estivermos mortos.

Lendo uns comentários é de ficar triste com a capacidade do cidadão criticar ciclista, a seu os ciclistas invadiu a pista a culpa é deles.
Não, não é bem assim camarada, sou ciclista e vivo dentro de um carro, sou vendedor e o carro é uma ferramenta, então posso falar sobre, parte do princípio que de um animal, buraco, deslizamento, veículos maiores, todos são evitando por motoristas atento, o motorista atento e ensinado assim, pensaria na possibilidade de um cachorro, gado, cavalo e até mesmo um ciclista pode a qualquer momento entra na pista de rolamento, então se for uma questão de responsabilidade digo, se me sentir culpado já seria difícil dormir a noite com uma vida ceifada porque não fui prudente.

Ridículo esse povo dizendo que acostamento não é lugar de ciclismo, tanto de um lado quanto do outro, motorista sem noção achando que ciclista não é gente e acaba jogando o carro em cima, não para na rotatória pq não é obrigatório a parar para ciclista...... Deixa que o CTB dá um jeito nesse povo, com uma câmera na baike resolve boa parte dessas informações, acho que já ferrei uns 3 achando que sempre estão certos...

Rodovia dos Bandeirantes tem ciclofaixa? Se não tiver, vai na marra mesmo ou o ciclista tem corpo de aço?

Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas:
§ 2º Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.

Como um motorista de ônibus que dirige em uma posição elevada, não viu que a 200, 300 metros a frente havia um carro no acostamento e que um grupo de ciclista teria que utilizar a última faixa da via para fazer a ultrapassagem. Prevenção, a vida sempre deve estar em primeiro lugar.

Meus sentimentos aos familiares e amigos.

Não sei que tá certo ou tá errado, só sei que tenho pena do meu rabo, e tenho filho pra criar. Sendo assim depois de 17 anos andando de bike speed, vendi tudo, e hoje pratico mtb em estrada de interior onde carro não anda. Existe um limite entre a loucura e a burrice. Cada um vive na sua matrix. Ter uma bike de 50 mil não cria uma redoma ao redor de você, pode vir um bêbado com um carro velho e passar por cima. É preciso medir os riscos e o que queremos nos submeter. Não condeno, só acho que, cada um é responsável por correr os riscos que se submete. Infelizmente não podemos contar com a sorte.

Infelizmente vivemos em um país que está longe de respeitar regras por ambas as partes, sejam motoristas, motociclistas e ciclistas.
Lamento muito o acontecimento e desejo meus sentimentos as famílias dos companheiros ciclistas.
Mas fica a dica! Evitem locais perigosos e ainda mais uma rodovia movimentada como essa! Também perdi dois grandes amigos na Rod. Bandeirantes, na altura de minha cidade Santa Bárbara D'Oeste Oeste e Limeira.
Portanto após esse fato passamos a pedalar em locais mais seguro.
As Rodovias ainda não estão prontas para receberem ciclistas.

Meus Sentimentos aos amigos e familiares!!!
MuitoTriste isso!!!

bom dia sou tio do rafael que faleceu a bandeirantes tem 6 pistas sou mmotorista tambem nao tem como nao ver um grupo de 28 ciclistas nao estava chovendo muito menos escura pois era de dia ensolarada nao tinha neblina ele nen freiou o onibus

A esposa de um amigo meu faleceu nesse acidante. Muito triste!

bom dia sou tio do rafael que faleceu a bandeirantes tem 6 pistas sou mmotorista tambem nao tem como nao ver um grupo de 28 ciclistas nao estava chovendo muito menos escura pois era de dia ensolarada nao tinha neblina ele nen freiou o onibus

O SISTEMA é equivocado, não se trata de culpa. trata-se de responsabilidade o que é diferente.

Rodovia não é lugar de bicicleta. Simples assim.

Quem fala que estrada não é local para ciclismo por lei, está redondamente enganado... O CTB prevê que o acostamento é local para pedestres, ciclistas e outros veículos de tração em geral... Além disto, prevê que o acostamento é local para a parada de qualquer veículo em caso de manutenção e outras situações equivalentes, apenas não é permitido aos veículos automotores circularem pelo acostamento (pois é local para circulação destes outros tipos de modais viários...). Portanto, a lei permite sim pedalar no acostamento das estradas e é obrigatório a circulação dos ciclistas pelo acostamento, estes não podem rodar pela banda de rolagem a não ser nos casos em que o acostamento seja inexistente. Agora se o pessoal estava em pelotão no acostamento e invadiu a pista de rolagem, seria o mesmo que um veículo invadir a pista contrária e causar um acidente, ou seja, imprudência dos ciclistas. Se o motorista invadiu o acostamento sem prestar atenção e sinalizar, imprudência do motorista. Infelizmente pelo que observo em milhares de postagem em geral na internet e videos no youtube, são os mesmos problemas enfrentados aqui e em qualquer lugar do mundo, motoristas em geral odeiam nós, os ciclistas, como se eles fossem os unicos aptos a utilizarem ruas, avenidas, estradas e etc..

Vc é perito para saber quem tá certo ou errado ...vc estudou pq do outro lado tem família...seja convicto pq vc tá falando que viu e relatando que as bike invadiraram a estrada.....vamos ver a freada aonde as bike caiu ...as condições do ônibus.....calma lá juiz vc ....agora se vc trabalha na área e tão rápido já tirou sua conclusão....motorista pode estar certo que eu não acredito......mas espera a perícia.....tem família envolvida nisso respeita eles....bom não acredito que um perito e um juiz concorde ...sem perícia ok ......respeito

Mais um acidente com vítimas fatais em trecho conurbado de estrada
Acidentes envolvendo ciclistas (e pedestres) em estradas conurbadas são bem mais comuns do que se possa imaginar, a maioria tendo como vítimas trabalhadores e operários de fábricas que circulam no lusco fusco da madrugada, o momento de segurança mais crítico por questão de visibilidade. A maioria das estradas conurbadas de São Paulo tem acostamento o que melhora muito a segurança, o que não acontece Brasil afora, mesmo assim incidentes e acidentes são comuns e não param de acontecer.
Em várias cidades do litoral e interior, e em áreas mais pobres, a situação é crítica e não se faz nada, além de instalarem lombadas, o que já se provou que não resolve o problema. Quem já teve a oportunidade de ver o trânsito de ciclistas trabalhadores circulando na SP 55 no litoral norte de São Paulo, em especial em Ubatuba, ou nas rodovias Dutra e Ayrton Senna na altura de Guarulhos, dentre tantos outros exemplos, sabe a dimensão do drama.

Estradas conurbadas são uma realidade e um problema planetário. Dividem cidades, isolam populações, não raro são a única alternativa viária para uma vasta população periférica ir e voltar do trabalho ou estudo. Deve-se incluir aí as vias expressas que não raro se transformaram em estradas conurbadas. É um absurdo que até hoje não tenha merecido a merecida atenção do poder público, e ou dos grupos de pressão da sociedade civil. Medidas paliativas há muito não bastam. Se faz mais que urgente buscar soluções que atendam a nova realidade que há muito se apresenta não só pela mudança que as novas mobilidades que ai estão apontam, como também pelo respeito à vida da população que se transforma rapidamente estabelecendo novos usos e costumes do uso do espaço urbano. Rodovias são cruciais para a economia da cidade, mas não devem suplantar a vida de seu entorno
Parabenizo por não terem colocado automaticamente o dedo acusador no nariz do condutor do ônibus. É sábio esperar o resultado das investigações para saber o que realmente aconteceu. Sábio principalmente para a segurança futura dos ciclistas.

Arturo Alcorta

Todos o motoristas devem passar por uma reciclagem para conduzirem com prevenção.
Meu Deus como essa condutor não viu os ciclistas

Eu vi o acidente e foi algo que me abalou muito, o motorista não teve culpa os ciclistas foram desviar de um carro no acostamento, foi horrível ouvir os gritos, eu sinto muito pelas famílias e na hr a gente rezava para que eles ficassem bem, são atletas, vai ficar tudo bem, meu marido me dizia, sinto muito, foi uma tragédia. Se alguém precisar de sangue postem.

Muito triste. Não sei a realidade o que houve. Uns aqui atacam o motorista do ônibus, outros atacam os ciclistas por terem invadido a pista. Mas, independentemente de quem é a culpa, existe a possibilidade de acidente, ou seja, ninguém queria que ocorresse. Se o motorista estava na velocidade legalizada, não estava bêbado, etc., entao não lhe cabe culpa alguma, foi acidente. Problema é num acidente entre veículos e bikes, as bikes sempre serão prejudicadas. Não adianta lei, regras, nada. Se ocorrer acidente sempre a bike será prejudicada. Se os ciclistas invadiram a lista do nada como disseram, a culpa é deles. Se o ônibus invadiu o acostamento do nada, sem estar bêbado e em velocidade regulamentar, foi acidente. O motorista do seria culpado SE estivesse bêbado ou em velocidade acima do permitido, e ainda assim, não seria total culpado, pois na lei não pode andar de bike no acostamento.

É uma pena que a arrogância dos ciclistas cause mortes a eles mesmos. Não respeitam nenhuma lei de trânsito (NENHUMA), mas querem porque querem toda a preferência, mesmo que custe vidas.
E aí que parece, estavam pedalando na rodovia e não no acostamento, que seria aceitável.

Sou ciclista e ja fui proibido pela policia rodovoaria a circular de bike na imigrantes. Podemos circular nos acostamentos ? Ou na pista tbem pode ?

Sentimentos aos familiares, muito triste.

Pais da impunidade

Faltam leis mais severas para esse tipo de crime. Se fosse nos Estados Unidos ia ser pena de morte. Falta tb educação para nossos motoristas que não respeitam os ciclistas.

Primeiramente, meus sentimentos aos envolvidos nessa tragédia.
Têm atualizações sobre esse ocorido? Ciclistas podem acessar a via de tráfego em uma rodovia?, de acordo com o artigo 244 parágrafo 1 item B, na minha visão, não poderiam! Qual a velocidade máxima permitida nesse trecho? houve tentativa de frenagem do ônibus? Quantos metros?
Um beijo para o meninos e meninas do Beco da Bike.

Já virou estatística, que tristeza! De verdade, não entendo tamanho descaso com a vida e a falta de punições reais, meus sentimentos à todos amigos e familiares de cada vítima! Tomos que fazer um grande movimento em nossa defesa, somos cidadãos, tá difícil, tá muito triste! ??

Falta de respeito á vida! Acima de tudo, existe uma vida humana encima de uma bicicleta, uma vida que tem família, amigos, filhos. Até qdo isso...

Que País é Esse...???

Os ciclistas tem que ser respeitados, quando que vão tomar conhecimento desse respeito.

Meus sentimentos às familias. Mas se eu morrer pedalando, me vou feliz. Já sofri acidentes graves, mas nunca fui atropelado. É preciso grande coragem para pedalar em pelotão em rodovias movimentadas. Pedalo na Fronteira Br- Uruguay, é um deserto. Me sinto seguro e vou sozinho sempre. Reduzir riscos é necessário. Gabriel, 42 anos.

Eles andam em qualquer lugar e de qualquer jeito ....tenho vídeo desse pessoal na via expressa da marginal ..... é brincadeira mesmo .....

Oq ocorreu foi que os ciclistas foram desviar de um caminhão que estava parado no acostamento e, ao passarem pra rodovia, foram surpreendidos pelo ônibus que tentou frear, mas sem sucesso.

Lamentável! Precisamos fazer alguma coisa para acabar com esta carnificina. Deviam colocar placas alertando a presença de ciclistas na pista em todas as estradas

Apenas uma opiniao, andar de bicicleta em rodovias é extremamente perigoso e desumano. É loucura, pois os carros de um modo geral estão em velocidades na qual qualquer colisão gera complicações para o ciclista. Triste demais

????

Lamentável acidente. Infelizmente ciclistas e pedestres são excluídos das rodovias, construidas só para automotores. Infelizmente.

Ciclovias já! Este tipo de tragédia não pode continuar! O ciclismo cresceu 500% em 8 anos no Brasil. O primeiro trimestre de 2018 terminou com aumento de 50% no número de ciclistas mortos nas rodovias do Estado de São Paulo em relação ao mesmo período do ano passado. O levantamento do Infosiga, sistema do governo estadual que analisa mensalmente dados sobre acidentes de trânsito. Fonte: Jornal Destak

Cabe ao poder público e concessionárias privadas de rodovias oferecerem infraestrutura segura para que mais pessoas passem a se locomover de bicicleta.

Investir em transporte não motorizado é lei:
Lei Federal 12.587/2012
obriga GESTORES PÚBLICOS
a PRIORIZAR o transporte
NÃO motorizado!

Por que nossos ônibus municipais e rodoviários, metrôs e trens não estão ainda equipados com transbikes?

Até quando o Brasil continuará na contra mão do desenvolvimento?

Oremos pelas vítimas! ??????

Infelizmente, parece que a imprudência dos ciclistas causou o acidente. É com muita tristeza ver que inúmeros ciclistas não observam regras básicas de segurança, que andam no meio das faixas de rodagem dos veículos, que andam na contra mão, que não usam equipamentos de segurança e de sinalização ou até por estarem em grupo assumem uma postura irresponsável e, que as vezes, culmina em tragédias.
Amo pedalar e precisamos pedalar com coincidência, educar os ciclistas e motoristas!!!
Nós, ciclistas, somos o elo mais vulnerável precisamos ser respeitados mas também precisamos respeitar.

Muito triste... força as famílias.

Tem que ser investigado de forma rigorosa esse acidente, pois provalmente vão querer pôr a culpa no motorista do ônibus.

Muito arriscado pedalar em uma rodovia no Brasil, ainda mais com celular e tanta distração. Aconselho evitar pedalar em rodovias sem apoio de um carro .

Meu Deus .

brasil preciza de mobilidade e nao temos respeito ( falta muita educaçao)

Eu que pedalo está MT perigoso

As grandes metrópoles brasileiras não desenvolveram a cultura do ciclismo nem da bike como meio de transporte. Por outro lado, ciclistas forçam a barra arriscando-se ao pedalar em ruas e rodovias. Quando nossa polícia começar a prender motoristas que utilizam celular ao volante talvez tenhamos o número de acidentes reduzidos. Só mesmo um ato de irresponsabilidade do condutor leva o ônibus a desviar para o acostamento lotado de ciclistas.

A outra vítima foi a Keyla, com quem meu marido pedalou varias vezes... sentimos muito, muito mesmo...

Hoje quase que um Busão me espremeu, depois um carro, então mais um, então fui pra cicloPinheiros com muito receio, mas tudo na paz, Agora essa notícia que nos deixa triste e pensantes.
Pq os administradores da Estrada não Divulgam a presença dos ciclistas e pq não fazem acompanhamentos a grandes pelotões. O motorista do busão tá errado, ele atropelou, se tivesse na pista do meio, nada aconteceria.

Que Deus tenha misericórdia!!

Estrada não é lugar para se andar de bicicleta.

Severamente punido, acredito que não , infelizmente!

Que Deus conforte os familiares, a SLZ Cycling se solidariza com todos

Meus sentimentos ao familiares .mas são constantes esse tipo de acidente,eu sou contra esse tipo de passeio de bicicleta em Rod. Devido o risco de acidente sao vários tipos e fatores de acidente ou incidente . estou todos os dias nas Rod e vejo algo que são muito perigoso.para os ciclistas.

Que Deus conforte às famílias das vítimas e que tenhamos mais respeito ao próximo. Muito triste!

Estrada foi feita para veículos, os ciclistas invadem as pistas contando com na sorte.

Passei lá na hora que estavam fazendo o resgate, muito triste, sinto muito pelas pessoas que vieram a falecer e pelas famílias. Deus abençoe ????

Estradas não são seguras para a prática do ciclismo. Em muitos países veículos com tração a sangue são proibidos de circular em estradas.

Mas fala sério. .
As pessoas em Sam consciência, rodovia e lugar de fazer passeio de baike?
Eu já quase atropelei esses ciclistas bá saída da marginal para a bandeirantes. .
A o invés de andar no acostamento em fila,andam lado a lado batendo papo e invadindo a pista de rolamento.
Como sempre quem vai pagar o pato eu palhaço que estava no volante trabalhando neh.

Meus Sentimentos, muito triste...

Muito triste!

Infelizmente uma grande falta de respeito a vida e aos mais fracos!!!! Sou ciclista há 50 anos e frequentemente me deparo com situações imprudentes por parte daqueles que se sentem inatingíveis dentro de seus veículos. Meus sinceros sentimentos aos familiares....

Nenhum motorista que não seja ciclista respeita os ciclistas. Só quem pedala respeita. Absurdo.

Lamentável..... Esse país!! Que a maioria!! só buscam o poder!!'', Armas!!, Guerra!! E a disputa!!
Quando será que teremos Paz! e respeito com a VIDA*** do próximo nesse país!! ?

Lamentável a situação dos ciclistas sem segurança e garantias num trânsito cada dia mais caótico , meus sentimentos e melhoras aos sobreviventes !!!

Lamentável. Estou sem palavras. Espero que realmente tenha sido um acidente e não um crime. Assim será menos difícil aceitar o fato.

Caracas que notícia triste, com esses motoristas sem responsabilidade fico cada vez mais com medo de pedalar.

Triste demais em saber que a personal trainer da minha filha foi uma das vítimas que faleceu .Descsnse em paz Keila Blumen.

Tá difícil!!! Será que algum dia o Brasil vai melhorar?

Orivel o acidente passei pelo local e estavam as pessoas ali caídas no meio da pista embaixo do ônibus, porém o ônibus estava na faixa da direita e tinha um corpo embaixo de um carro preto no acostamento, não sei como aconteceu mais foi orivel, Deus abençoe que não tenham morrido. Chega de tragédias as pessoas precisam ter mais paciência e cuidado.

Lamentável.
Condolências aos familiares e amigos.

Que Deus conforte as famílias e receba as vítimas fatais (parecem que são 2) de braços abertos. ????

Corrigir para Motorista atropela de ônibus ciclistas na rodovia dos Bandeirantes.

Nossa.. que horror.. tá dificl as coisas aqui no Brasil ... fica os sentimentos aos amigos e familiares neste momento de dor !

Força aos familiares e amigos envolvidos!



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.