MENU

Olimpíadas Rio 2016 - MTB - Tudo sobre a pista

Há alguns meses, o video abaixo surgiu com as primeiras imagens da pista montada para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Embora muitos tenham gostado do resultado, um grande número de pessoas criticou duramente o trajeto de 5,4km criado pelo sul-africano Nick Floros. Alguns alegavam que ele era muito artificial e pouco técnico se comparada às pistas utilizadas em provas de Mundiais e Copas do Mundo de XCO. Porém, com a realização do Evento Teste de MTB XCO neste domingo (11), os atletas tiveram a oportunidade de testar o traçado e o resultado foi bastante positivo.



Atletas aprovam a pista de Deodoro

Quinto colocado no Evento Teste e primeiro brasileiro a cruzar a linha de chegada, Henrique Avancini (Cannondale), deu sou opinião sobre o assunto. "Eu nunca julgo vídeos de pista. A impressão nunca é real. Já conhecia a área e sabia que dentro de Deodoro tinham algumas montanhas e sabia quem estava fazendo a pista, então não me preocupei muito", comentou..

imagem
Antonio Hermida em um trecho técnico da pista


"Todos os atletas, a partir do momento que andaram na pista, aprovaram. Foi unânime que o circuito está de altíssima qualidade, diferente até de Londres, que teve que passar por algumas modificações depois do Evento Teste. Aqui o circuito está praticamente pronto e estou feliz e orgulhoso com o que entregaram. É uma pista que explora a parte de pilotagem, a parte física e também a tática", completou.

O brasileiro não foi o único a tecer elogios sobre a pista. A vencedora da prova feminina, a italiana Eva Lechner, só lamentou pelo forte calor. “Eu adorei o que vi hoje. O percurso é muito bom. A única coisa é que fez muito calor".

imagem


O vencedor da prova, o suíço Nino Schurter (1h20min36), que é o atual campeão mundial, também se mostrou entusiasmado. “A pista é muito divertida de correr. Tive boas sensações a corrida toda. O maior desafio foi o calor. Foi realmente uma condição bastante dura", relatou.

O circuito realmente é artificial, como podemos observar nas imagens. Porém, devemos lembrar que as localidades das provas de Copa do Mundo ou do Mundial são escolhidos por suas trilhas. Já no caso dos Jogos Olímpicos, primeiro o local é escolhido e somente depois a pista é construída.

imagem


Outro detalhe importante, destacado pelo atleta Antonio Hermida, é a importância da pista na transmissão de televisão. "Tenho certeza que aqui no Rio existem muitos circuitos com natureza e paisagens, porém acho que realmente devemos nos sacrificar a cada 4 anos para ter um circuito que privilegia os meios de comunicação para ajudar a promover o esporte, especialmente na televisão", explica.

imagem


Amarildo Ferreira, atleta de MTB, fala mais sobre o traçado. "Eu nem poderia imaginar ter um circuito assim aqui no Brasil. Além de ser ser técnica, a pista flui muito bem. Isso é legal, porque do mesmo jeito que os atletas podem disputar a parte técnica, quem é forte e resistente também consegue se sobressair. Estou com muita vontade de andar lá, até para ver se consigo zerar o circuito", finaliza.

Confira no vídeo abaixo uma volta com Julien Absalon na pista



Fonte: www.rio2016.com


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.