MENU

Olimpíadas Rio 2016 - Desempenho de britânicos na pista desperta dúvidas em adversários

     

O desempenho assombroso do time de ciclismo de pista da Grã-Bretanha está levantando dúvidas em seus concorrentes, que desejam saber exatamente o que seus adversários estão fazendo para andar tanto. Afinal, os atletas da Terra da Rainha levaram nada menos do que seis medalhas de ouro no velódromo.

imagem
Jason Kenny e Callum Skinner comemoram. Foto: Facebook / Reprodução

"Claro que não estou dizendo que eles tomaram drogas ou que as bikes são motorizadas", disse a alemã Kristina Vogel, vencedora do sprint em Londres. "Mas parece que eles não treinam durante três anos e depois vão para as olimpíadas matar todas das nações. Eu só quero saber o que eles estão fazendo e eu não", completou a atleta de 25 anos.


A australiana Anna Meares que decepcionou no sprint individual e chegou apenas em décimo lugar também parece não estar 100% convencida da situação. "Os britânicos são fenomenais nas olimpíadas e todos nós ficamos conçando a cabeça pensando como eles melhoram tanto, sendo que em outras competições normalmente eles nem figuram entre os favoritos", disse. "Eles conseguem desempenhar. Pra ser honesta, não sei exatamente como, mas eles conseguem", completou.

imagem
Equipe da Grâ-Bretanha. Foto: Facebook / Reprodução

"Perguntem a receita para nossos vizinhos já que eu realmente não entendo o desempenho deles", disse o treinador francês Laurent Gané engrossando o coro. "Não entendo como pode este time não fazer nada de espetacular durante quatro anos e chegar nas olimpíadas dominando o resto do mundo", concluiu.

Todavia, para Justin Grace, treinador da equipe de pista britânica, o segredo foi fazer tudo o que os outros times fazem, só que um pouco melhor. São os famosos "marginal gains", que teoricamente também transformaram a britânica Sky na equipe mais dominante do pelotão atual.

     


Comentários