home

Novo Ultegra R8000 chega com tecnologias herdadas do Dura-Ace


7 JUN, 2017     Gustavo Figuereido    



Atualmente na família R6800, o Ultegra é, na hierarquia da Shimano, o segundo grupo mais avançado, sendo superado em tecnologia apenas pelo Dura-Ace R9000. Agora, a gigante japonesa apresenta o Ultegra R8000, que herda diversas tecnologias de seu primo mais avançado para oferecer ainda mais desempenho para uma gama maior de ciclistas.

imagem
Grupo Shimano R8000

Dentre as novidades, o grupo que conta com a versão eletrônica R8070 recebeu melhorias nos sistemas de freios a disco e de ferradura, ergonomia, nos mecanismos de troca de marcha mecânico e eletrônico, mais opções de botões do Di2, trocas sincronizaras para bikes de contra-relógio e câmbios traseiros Shadow com perfil ainda mais aerodinâmico.

imagem
Grupo Shimano R0070

Transmissão Ultegra R8000

Com desenho inspirado no Dura-Ace 9100, a pedivela Ultegra Hollowtech II do R8000 ganha um desenho de 4 braços mais robusto. Segundo o fabricante, além de perder peso, a peça é mais rígida que o modelo antigo.

imagem
Pedivela Ultegra R8000

As coroas serão encontradas nas combinações 53-39, 52-36, 50-34 e um modelo para cyclo-cross com 46-36. Já os cassetes serão vendidos em 6 tamanhos diferentes (11-25, 11-28, 11-30, 11-32, 12-25 e 14-28). Além disso, um cassete 11-34 poderá ser utilizado com um cubo especial que funciona em estradeiras e mountain bikes.

imagem
Cassete

Um detalhe interessante fica por conta dos novos pedais. Além de serem mais leves, eles são 0.7mm mais baixos do que o modelo antigo, ampliando a alavanca da pedivela e o desempenho, segundo a Shimano.

imagem
Novo pedal

Sistemas de troca de marcha Ultegra R8000

O Ultegra R8000 chega com um novo trocador Di2 que incorpora a tecnologia de trocas totalmente sincronizadas ou semi-sincronizadas, dando para o ciclista a opção de deixar o sistema operar os dois câmbios automaticamente. Com isso, é possível selecionar apenas um botão para subir todas as marchas e outro para descer, por exemplo.

imagem
Trocadores eletrônicos e mecânicos

Além da nova ergonomia, o trocador ainda ganhou um clique mais pronunciado nos botões, facilitando a vida de quem usa luvas full-finger. Além disso, as alavancas de câmbio ganharam um botão remoto nos "hods", que podem funcionar como botão remoto de troca de marcha ou para operar computadores e sistemas de iluminação.

Para bicicletas de contra-relógio ou triathlon, além dos já conhecidos botões de troca, foi criado um trocador dual control Di2 que prende-se ao guidão para oferecer controle dos freios e dos câmbios na mesma peça.

Como era de se esperar, a funcionalidade dos botoes é totalmente customizável no aplicativo E-Tube, que ainda realiza updates de firmware e realiza diagnósticos de problemas e regulagens do sistema Di2.

imagem
Câmbios eletrônicos

No departamento de frenagem, o novo STI ganha amplitude nas regulagens de alcance e de curso, além de perder peso e relação ao modelo anterior.

imagem
Câmbios mecânicos

Redesenhado, o câmbio dianteiro é feito para realizar trocas suaves mesmo sob pressão e, assim como a pedivela, o componente foi otimizado para funcionar com pneus maiores. Já os câmbios traseiros mecânicos ou eletrônicos receberam um perfil Shadow ainda mais compacto, ficando praticamente escondido debaixo do cassete.

Sistemas de frenagem

O novo Ultegra R8000 aposta em pinças direct mount para melhorar a aerodinâmica e a interface com o quadro. Além disso, os novos discos Ice-Tech utilizam um desenho diferenciado com aletas internas que aumentam ainda mais a dissipação de calor.

imagem
Ferraduras e Dual-Pivot

Tanto nas ferraduras convencionais como nas dual-pivot, o novo Ultegra utiliza o padrão direct-mount para reduzir o peso e, em ambos os casos, a compatibilidade com pneus até 28c é garantida. Os freios dual-pivot ainda receberam um braço de reforço para evitar deformações durante as frenagens.
imagem
Discos e pinças


Novas Rodas

Ao todo, foram apresentadas duas novas rodas, uma tubeless de carbono laminado para freios de aro e outra específica para uso com discos e eixos e-thru. Além disso, o fabricante afirma que os novos cubos economizam cerca de 60g e, no caso do aro para ferraduras, uma nova forma de construir com o carbono reduziu em 80g o peso do aro.

imagem
Novas Rodas


O grupo ainda não teve preço definido no mercado brasileiro e, segundo a Shimano, as primeiras bikes e grupos avulsos devem chegar ao Brasil em setembro deste ano. Confira mais informações no site oficial da Shimano.

Aguarde nossa matéria comparativa de pesos do novo Ultegra R8000


Comentários





Relacionados