MENU

Norte-Americana quebra recorde mundial feminino com Everesting em 10 horas

Katie Hall encarou o desafio de subir 8.848 metros, o equivalente ao monte Everest, para quebrar o recorde anterior em mais de duas horas

     

No último sábado, 23 de maio, a norte americana Katie Hall, que corre pela Boels-Dolmans, marcou o novo recorde mundial feminino de Everesting ao subir nada menos do que 8.848 metros no tempo de 10 horas, um minuto e 42 segundos.

Para quem não conhece, o Everesting é um desafio de subir 8.848 metros em um único pedal, utilizando uma única subida para isso. O desafio pode ser feito por qualquer, seguindo as regras e computando no Strava.

Ver essa foto no Instagram

I decided yesterday to do a crazy thing!!! To try and climb the height of Mt Everest this Saturday and to raise money for #covid19 relief, bike infrastructure, and getting bicycles to essential workers. The Queen of Pain @RebeccaRusch has organized the #GiddyUpForGood Challenge in order to raise money for these causes. You too can participate this weekend wherever you are and you don’t even have to climb 29,029 feet! ???? I’m not 100% sure I’m gonna make it to that elevation, but I know that money going towards these issues that I care about will motivate me! Please donate to the Be Good Foundation via the link in my bio if you can! ??: @tornanti_cc at 2019 Giro. @boelsdolmansct @iamspecialized #everesting #begood

Uma publicação compartilhada por Katie Hall (@katiehall47) em


O desafio foi cumprido pela atleta de 33 anos em uma rampa de apenas 3.7%, com uma inclinação relativamente alta de 9% localizada na cidade de Bonny Doon, na Califórnia.

A atleta decidiu fazer um Everesting apenas há alguns dias, depois de aceitar um desafio online chamado “Giddy Up For Good” que visa arrecadar dinheiro para o combate da Convid-19.

"Decidi ontem que vou fazer uma coisa maluca. Vou tentar subir o equivalente ao Monte Everest neste sábado para levantar dinheiro para o combate da Covid-19, para melhorar a estrutura cicloviária e colocar mais trabalhadores essenciais na bicicleta", comentou a atleta em sua conta do Insta.

O record anterior pertencia a britânica Alice Thomson desde 2018, com a marca de 12 horas e 32 minutos - uma diferença gritante. A atividade foi postada no Strava da atleta

Foto 75117

Durante o desafio, a atleta recebeu a ilustre companhia de Kate Courtney, ex-campeã mundial de MTB XCO.

"Eu fiz 15 mil pés (4572m) de estacada em cinco horas e foi exaustivo", disse Courtney em seu insta. "Enquanto isso, Katie manteve aquele rítmo pelo dobro do tempo para esmagar o Everesting em 10 horas, estou impressionada e orgulhosa. Este desafio não é brincadeira", comentou Kate em seu insta.

Pelo site oficial do Everesting pode filtrar o ranking inclusive por países. Em 2016 contamos a Historia do Rodrigo Souza do RJ que fez o Evereting e o desafio dos 10K.

O recorde absoluto é masculino e pertence a Keegan Swenson com a marca de 7 horas, 40 minutos e 7 segundos.


Conteúdo Relacionado

Comentários