home

Mundial de MTB - Relato de Nícolas Sessler

Brasileiro concluiu a prova na 11ª colocação


13 SET, 2012     Guiné    
     


O mundial de mountain bike realizado na Áustria no último final de semana, foi surpreendente em várias categorias e modalidades. Destaque para a categoria Elite Masculina do Cross Country - XCO, na qual a seleção suíça encabeçou sete atletas entre os top 20 e, ainda, dominou o pódio. Em especial, os irmãos Flückiger: Lukas (prata) e Mathias (bronze). O ouro foi para Nino Schurter.

Esquecendo esse "fato" acima, focamos na categoria Júnior Masculino, com o nosso atleta: Nícolas Sessler. O ribeirão-pretano terminou a competição na 11ª colocação e, com certeza, deve subir no ranking da UCI (União Ciclística Internacional).

O campeão da competição foi o ciclista neozelandês Anton Cooper, que cruzou a linha de chegada com o tempo de 1h06min53s. O segundo colocado foi o francês Victor Koretzky, seguido do compatriota Titouan Carod.

Com mais de cem participantes na categoria Júnior, a competição teve seis voltas e foi muito disputada. Nícolas alinhou na primeira fila e conseguiu se posicionar bem na largada. Logo após a primeira volta, ele ganhou mais duas posições e subiu para o 16º lugar. Porém, teve um pequeno problema e perdeu aproximadamente 15 segundos e caiu para 22ª colocação. Essas mudanças fizeram com que o brasileiro realizasse uma prova de recuperação. E ele fez muito bem!

Aos 18 anos, Nícolas encerra a temporada de provas internacionais, podendo fechar o ano como o primeiro brasileiro a estar entre os sete do ranking da UCI na modalidade do cross country - XCO. Com exclusividade, o atleta conversou com a redação do Pedal sobre este mundial.


Nícolas Sessler - Júnior Masculino


"Realizei uma preparação bastante extensa para esta prova e a tinha como grande objetivo já faz algum tempo. Desde o começo da temporada de 2012, iniciei um trabalho focado em buscar pontos UCI e adquirir ritmo e experiência em provas da Copa do Mundo. Tudo isso com pretensão de chegar neste final de semana (dia da prova) com uma boa posição de largada e em boa forma."

Alguns imprevistos aconteceram no meio do ano que podem ter atrapalhado um pouco a nossa programação, mas conseguimos contorná-los. Cheguei confiante para a prova e, tendo em vistas as outras Copas do Mundo que realizei, procurei me colocar uma meta realista: terminar entre os 15 primeiros.

Realizei uma boa prova, mas talvez um pouco subestimada pela meta que havia me colocado. Terminei na 11ª colocação, mas a menos de 1min do 5º colocado. A prova foi extremamente disputada e pequenos detalhes tiveram grande impacto no resultado final. Cometi alguns pequenos erros durante a prova, mas acredito que foi um grande resultado e o fechamento de uma temporada que excedeu minhas próprias expectativas.

De quebra, ainda devo ganhar mais uma posição na próxima atualização do ranking internacional; pulando para a 7ª colocação, posição que também nunca antes foi atingida por um brasileiro. Agora encerro minha temporada e tenho um período de "férias" pela frente para voltar com tudo, já pensando na temporada de 2013 logo-logo!"

Resumo rápido da temporada

Neste ano, o ribeirão-pretano conquistou dois resultados históricos para o mountain bike brasileiro. Ele foi medalha de bronze nas etapas da África do Sul e dos Estados Unidos da Copa do Mundo. O atleta ainda foi prata na Cascades Cup. As três provas foram válidas pelo ranking da UCI (União Ciclística Internacional).

Nícolas ainda foi campeão do Campeonato Brasileiro, da etapa de abertura da Copa Internacional de Mountain Bike e do GP Ravelli.

Nícolas Sessler tem o patrocínio da Scott, e conta com o apoio da BC ciclismo.


Comentários



Relacionados