home

Mundial de MTB - Cobertura - Cross Country - Elite Masculina

Jaroslav Kulhavy confirma favotiritismo


14 SET, 2011     Guiné    



A regra era clara: Quem completasse as sete voltas no dificílimo circuito de 4,8km em primeiro lugar, seria o campeão mundial de MTB XCO 2011. Mas antes disto, teria que brigar com o espanhol José Hermida, que defendia o título.

imagem

Porém, todas as atenções estavam voltadas para o tcheco Jaroslav Kulhavy. O tcheco era o homem a ser batido - palavra de todos os seus adversários. Campeão Nacional, Europeu de MTB XCO, Campeão da Copa do Mundo de MTB e atual líder do ranking da UCI. Isso tudo conquistado nesta temporada.

Em uma entrevista coletiva, o francês Julien Absalon comentou a performance do tcheco, quem só conseguiu vencê-lo na nesta temporada na prova teste das Olimpíadas de Londres 2012.

imagem

A batalha

Assim que largaram e concluíram o star loop, um pelotão foi formado. Como maquinista da locomotiva, Nino Schurter, o "dono da casa". O suíço ditava as regras, abrindo caminho para o gigantesco trem. O público presente foi à loucura!

Schurter, Jaroslav Kulhavy, Florian Vogel, Julien Absalon, José Hermida, Maxime Marotte e Martin Gujan eram os homens de frente no primeiro subidão. Antes de descer, somente Schurter e Kulhavy desgarraram do grupo.

A prova ficou decidida por eles dois. Sempre puxado por Nino, mas com Kulhavy analisando um possível ataque. E ele veio já no final da penúltima volta, quando o tcheco realizou uma fuga no final de um subida.

Sem chances, Nino viu o título ir embora quando foi registrado a sua última volta: 24 segundos atrás. O suíço só poderia lamentar e tomar cuidado com Julien Absalon, que mantinha uma briga particular com José Hermida em busca do bronze.

No final, a história de mais um grande mundial foi definida desta forma. Com Jaroslav Kulhavy quebrando todos os paradigmas que o mundo das duas rodas tinham em relação as bikes 29. Um feito histórico para o mundo das rodas gigantes, que ele mesmo já tinha começado a quebrar este ano, na segunda etapa da World Cup MTB.

imagem

Atuação dos brasileiros

Edivando de Souza Cruz e Rubens Donizete foram os nossos representantes na prova. A dupla brasileira largou praticamente no meio dos mais de 100 pilotos.

Vando em sua primeira volta ele estava entre os 90 atletas e depois saltou para 81ª colocação, já na segunda volta. Na terceira volta, ele forçou mais ainda e alcançou a 78ª colocação. Com o trânsito terrível no circuito, muitos atletas são crucificados e o rendimento volta a cair.

Infelizmente, o brasileiro foi cortado na quarta volta pela regra dos 80%, quando o primeiro colocado da prova começa a ultrapassar os retardatários.

Já Rubens Donizete, foi mais longe e alcançou a 48ª colocação. Na disputa por melhores colocações, o mineiro teve sua melhor performance ainda na primeira volta, quando chegou a estar na 38ª colocação.

Mantendo a média da sua colocação entre os quarenta, Rubinho encerrou a sua participação na sexta e última volta, quando foi obrigado a abandonar a corrida pela regra dos 80%.

Rubinho e Vando fizeram o Brasil dar mais um salto para conquistar a vaga Olímpica de Londres 2012. Parabéns!

imagem

Confira as parciais dos brasileiros

Edivando de Souza Cruz

Start Loop (86ª posição) 8:55 / introdução da prova com mais de 2:36 do registro do primeiro;
1ª volta (91ª posição) 24:52 / mais 4:54 do registro da primeiro colocado;
2ª volta (81ª posição) 40:29 / +6:47
3ª volta (78ª posição) 56:34 / +8:56
4ª volta (80ª posição - cortado pela regra dos 80%)

Rubens Donizete

Start Loop (41ª posição) 7:41 / mais 1:22 do registro do primeiro colocado;
1ª volta (38ª posição) 22:20 / +2:22
2ª volta (43ª posição) 37:40 / +3:58
3ª volta (47ª posição) 53:06 / +5:28
4ª volta (44ª posição) 1:08:54 / +7:17
5ª volta (44ª posição) 1:25:03 / +9:07
6ª volta (48ª posição - cortado pela regra dos 80%)

Depoimento de Edivando de Souza Cruz

"Além de competir no mundial, participei de um evento em Muttenz também na Suíça, na semana anterior e acredito que este volume provas internacionais será importante também na preparação para os Jogos Panamericanos que será mês que vem no México.

A participação no mundial também foi muito importante pelos pontos no ranking, marquei poucos pontos neste prova, mas de muita importância já que estamos em busca de uma vaga para o Brasil em Londres, e os pontos vão ser contabilizados até Maio de 2012.

O trabalho continua, esta foi mais uma etapa, e agora é ir se preparando para as próximas.
A delegação nessa prova foi comandada por Edu Ramires e teve suporte mecânico de Renato De Marchi. Odair Pereira que hoje é o team manager da minha equipe Scott-Fittipaldi também esteve no evento e deu todo apoio, agradeço a CBC e a minha equipe por tudo. Agradeço também o apoio que tenho recebido da torcida".

Parabéns para os nossos atletas!


Resultados da Elite Masculina XCO

1 Jaroslav Kulhavy (República Tcheca) 01:44:30
2 Nino Schurter (Suíça) +0:47
3 Julien Absalon (França) +01:26
4 José Antonio Hermida Ramos (Espanha) +02:09
5 Lukas Flückiger ( Suíça) +4:29
6 Florian Vogel (Suíça) +4:56
7 Todd Wells (Estados Unidos) +4:57
8 Christoph Sauser (Suíça) +5:16
9 Manuel Fumic (Alemanha) +05:22
10 Geoff Kabush (Canadá) +05:27


Fotos (23)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 - Nino Schurter Mais Fotos

Comentários



Relacionados