home

Mundial De MTB 2019 - Canadá - Schurter sagra-se campeão pela oitava vez

O mundial do final de semana contou com fortes emoções e fizemos um resumo da Elite


2 SET, 2019         
     


Neste final de semana foi possível acompanhar os melhores pilotos de mountain bike reunidos para o Mundial que aconteceu em Mont-Sante-Anne, a camisa arco-íris estava em jogo para premiar o melhor do mundo.

Tivemos a presença de brasileiros tanto no Feminino quanto no Masculino, o que deixava a emoção de quem acompanhou o ao vivo ainda mais alta.

Elite Feminina

No feminino tivemos a largada, com as atletas andando juntas seguindo bem compactadas até o final da volta de 1km em 2min45s tendo as cinco primeiras posições definidas.
Kate Courtney que era uma das favoritas da prova teve problemas em algumas descidas e por optar linhas diferentes e acabou perdendo muito tempo em relação as ponteiras da competição.

Pauline Ferrand Prevot que terminou a start loop em 20°, começou a ganhar posições depois da segunda volta, se aproximando cada vez mais das ponteiras, Receba McConnell e Jollanda Neff. A francesa fez um incrível prova de recuperação e iniciou a ultima volta com uma grande vantagem em relação a segunda colocada, Jolanda Neff que seguiu forte em busca do segundo lugar depois de também perder um pouco de ação e algumas colocações na metade da prova.

Foto 73194
Pauline Ferrand Prevot e seu segundo título mundial   Divulgação / Twitter UCI MTB

Vale destacar que Pauline já foi campeã mundial de estrada, MTB e cyclocross simultaneamente em 2015, mas o cansaço acumulado de tantas provas acabou cobrando um preço alto para a atleta - ela sofreu uma fratura por estresse. Depois de passar alguns anos sem encontrar a boa forma física, ela realizou uma cirurgia vascular no começo de 2019 e, pouco a pouco, os resultados voltaram a aparecer.

Entre as brasileiras participantes tivemos Jaqueline Mourão em 47° e Viviane Favery em 61°.

Elite Masculina


Foto 73196
   Divulgação / Twitter UCI MTB

No Start Loop tivemos uma largada intensa com os atletas andando bem forte e juntos. O brasileiro Henrique Avancini se manteve entre as primeiras posições nas voltas iniciais mas a partir da quarta volta começou a perder o ritmo.

Já atual campeão olímpico, Nino Schurter ultrapassou o brasileiro ainda na segunda volta e se manteve na frente até o final. A prata ficou com o também suíço Mathias Flueckiger. Para vencer seu oitavo título mundial, Nino usou sua infalível estratégia de acelerar volta após volta para desgastar seus adversários, mostrando mais uma vez sua dominância na categoria.

Flueckiger, medalha de prata, também andou muito bem e recuperou-se de um pneu furado e várias posições perdidas para conquistar um honroso segundo lugar, mas que não veio sem que outro atleta também sofresse problemas quase no fim. Na curva final Kerschbaumer que estava em segundo lugar e se manteve bem durante toda a prova teve um furo no pneu traseiro, perdeu posições e finalizou em quinto.

Foto 73197
Nino Schurter comemora seu título de octacampeão no Mundial   Divulgação / Twitter UCI MTB

Entre os brasileiros tivemos Luiz Cocuzzi em 41°, Sherman Trezza em 61° , Guilherme Muller em 74°, Rubens Valeriano em 78°e Kennidi Lago em 79°.

Classificação Elite Feminina

01. Pauline Ferrand Prevot 01:28:51
02. Jolanda Neff + 0:43
03. Receba McConnell +01:17
04.Anne Terpstra +02:26
05. Kate Courtney +02:42

Classificação Elite Masculina

1 Nino Schurter 01:27:05
2 Mathias Flueckiger +0:30
3 Stephane Tempier +0:38
4 Tituoan Carod +0:56
5 Gerard Kerschbaumer +01:02

Com colaboração de: Alan Otoni













Comentários



Relacionados