home

Mortes de ciclistas crescem 55% na cidade de São Paulo


23 NOV, 2017     Gustavo Figuereido     10    



Revertendo uma tendência de queda registrada desde 2005, a cidade de São Paulo registrou um aumento de 55% no número de mortes de ciclistas. O dado ainda contrasta com o número total de mortes no trânsito, que manteve-se praticamente estável, apresenando uma leve queda de 5,8% - os valores são do Infosiga e a contagem foi feita até outubro.

Ao todo, foram 31 mortes de ciclista contra 20 em 2016, ano que finalizou com 25 acidentes fatais - número superado ainda em setembro deste ano. As fatalidades aconteceram na cidade inteira, com destaque para a Zona Sul, onde foram registrados 9 dos 20 casos.

Recentemente, o prefeito João Doria sancionou uma lei que aumenta as exigências para implementação de ciclovias na cidade, que agora devem passar por audiências públicas e estudos de demanda antes de serem implementadas - as medida foram duramente criticada por grupos que defendem os interesses dos ciclistas da capital.


Comentários

  • avatar

    Eduardo   

    Eduardo   

    Machadada?!kkkkkk....prefiro morrer de bike mesmo!!!!
    22 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    newhouse    Embu - SP

    newhouse    Embu - SP

    A galera vem aqui e fala um monte de besteira, provavelmente nunca pegou uma bike e saiu pra pedalar na cidade. Eu uso a ciclovia da Faria Lima faz 7 anos todos os dias, lugar tranquilo pra pedalar, ciclovia muito bem sinalizada, nunca tive problemas. Mês passado fui atropelado na ciclovia por um motorista que avançou o sinal vermelho, agora eu quero que a galera ai em baixo me explique qual a lei de transito eu infligi pra ser atropelado dessa forma? Acho que meu erro foi ter saído de casa, por que aqui o que vale é a lei do mais forte, o mais fraco tem mais que ficar queto e sair da frente. Pior que agora vejo motoristas atravessando o vermelho com frequência, fiz até uma reclamação na prefeitura que aumentou a fiscalização na região, por que tá complicado mesmo, o povo simplesmente ignora a ciclovia.
    23 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    Josimar Queiroz   

    Josimar Queiroz   

    Concordo que tem muitos ciclistas modinhas como os amigos dizem, mas também sou motorista. E vejo a grande maioria no celular enquanto dirigem, muitos bêbados outros fazem questão de passar rente ao ciclista para assusta los. Não tem ninguém certo ou errado o quê falta é consciência para os dois lados. Respeito a vida.
    23 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    Gustavo   

    Gustavo   

    O estatuto do armamento resolveria esse problema, cada imperito dirigindo, que me tirasse uma fina ia ter 2 balas no carro, que garanto que não voltaria a dirigir de tanto medo que ficaria
    23 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    santana   

    santana   

    gente! é preciso ver que as pessoas que trafegam na cidade de SP, antes de tudo, são seres humanos, não importando a forma, de como ele pode se locomover, o problema é que existe muita gente que mora em SP, que acham que só pq talvez tem condição de comprar uma bike melhor e anda em grupinhos cheios de frescura e preconceito, e que não tem nada entre as orelhas (famosos julianos da vida), não sabem nem o que dizem imagina pedalando ... fala sério... uma vida é uma vida, seja de quem for,,,,
    24 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    Sidnei   

    Sidnei   

    Acho o seguinte:
    Enquanto os ciclistas não aprenderem a respeitar as leis de trânsito de nosso país, prefiro não me arriscar em detrimento a minha integridade física.
    Quando comento desta maneira logo meia dúzia de modinhas e ativistas do ciclismo se opõem, então, filhão, que botem suas vidas em risco, eu garanto que a minha eu não ponho.

    24 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    Edelberto    Florianópolis - SC

    Edelberto    Florianópolis - SC

    Usando a logica dos números, em SP morreram até setembro 2017, 490 pessoas no transito de veiculos, ou 3,358% do total de 12.000.000. Tão baixo que o pessoal das machadadas deve ser maior. Nada como um transito civilizado, que esta ou aquela administração, não precisam nem se preocupar com o transito. PROBLEMA RESOLVIDO. Um caminhão vazio, de porte médio pode pesar facilmente acima de 15.000 kg. Um carro acima de 1.000 kg. Uma moto 120 kg. Uma bike, já como o ciclista +/- 100 kg. Uma briga muito desigual para nós. Que se por modinha ou paixão estamos expostos o tempo todo.
    24 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    JULIA   

    JULIA   

    ENQUANTO OS CICLISTAS ACHAREM QUE SÓ TEM DIREITOS VAI MORRER MUITA GENTE, PRINCIPALMENTE OS MODINHA QUE COMEÇAM PEDALAR DEPOIS DE CERTA IDADE PQ TA NA MODA, ISSO ACARRETA FALTA DE HABILIDADE E PERICIA SOBRE DUAS RODAS.
    24 dias atrás - Denunciar


  • avatar

    BALOG    São Paulo - SP

    BALOG    São Paulo - SP

    Sinceramente... neste volume de mortes aumentar ou diminuir é praticamente indiferente, não vejo como culpar uma ou outra administração. A cidade, se não me engano, tem 12.000.000 de habitantes... a porcentagem de mortos em acidentes de bike é 0,0003%... deve ter morrido mais gente vitima de mortes por machadada do que de bike.
    24 dias atrás - Denunciar




  • Relacionados