MENU

Ministro do Esporte afirma que velódromo olímpico não será desativado

     

Leonardo Picciani, o atual ministro do Esporte, afirmou em sua página do Facebook que o velódromo construído por R$ 147 milhões para os Jogos Olímpicos Rio 2016 deverá ser mantido. A afirmação veio depois de uma série de boatos que davam conta que o equipamento seria desativado.

imagem
Gideoni Monteiro no Velódromo do Rio. Crédito: Saulo Cruz/Exemplus/COB

Segundo diversas reportagens que espalharam-se pela internet, principalmente nas redes sociais, o Velódromo Olímpico teria seu fim quase confirmado, sendo provavelmente transformado em uma casa de shows ou algo parecido. Inclusive, o pinho siberiano utilizado na pista seria reciclado e transformado em bancos e brinquedos.

Porém, a recente publicação de Picciani da um pouco de esperança para o esporte nacional.


Se esta afirmação do ministro se concretizar, será muito positivo para o esporte nacional. Porém, como já vimos o que aconteceu com o Velódromo do Pan-americano e com o Autódromo de Jacarepaguá, que segundo um acordo firmado entre a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Confederação Brasileira de Automobilismo só poderia ter sido destruído com a construção de um novo, sempre convém ficar de olhos abertos e cobrar as autoridades responsáveis.

     


Comentários

Vamos ficar de olho galera...aquilo não pode desaparecer, uma pista que quebrou vários recordes.
E o ministro deveria ainda se mobilizar por apoio e treinamento de atletas de ponta e atletas de base lá no velódromo.